Guia da Semana

"Garotas" retrata o universo feminino com o olhar singular de Celine Sciamma's

Vencedor do último Festival de San Sebastián, o novo longa da diretora continua a explorar a mesma temática de sua filmografia

Pai e filha tomando sol nas piscinas de Sofia Coppola, crianças entediadas nas histórias de Wes Anderson ou até a desesperança completa nos roteiros de Bergman ou Antonioni. Não é de hoje que a monotonia ou o enjoo da sociedade é retratado nos cinemas - seja no âmbito indie ou comercial; na juventude ou na maturidade; na escassez ou na abundância. "Garotas", de Celine Sciamma's , não foge desta norma. O filme, parte das competições de Cannes e do LUX Prize, acabou levando o Mirada Award no Festival de San Sebastián e trouxe controvérsias na recepção de público e crítica. O Guia da Semana assistiu ao filme e te conta o que achar; confira!

Marieme é uma menina de 16 anos que vive cercada de proibições: a censura do bairro, a lei do machismo, os impasses da escola. Entretanto, sua realidade unilateral se vê abalada quando ela encontra três meninas que resolveram lutar por sua própria liberdade. É a partir daí que Marieme começa a rever simples atitudes de seu cotidiano, da maneira como se veste até a forma com a qual se relaciona com o próximo. "Garotas" é, entre tantos outros, mais uma história de descobertas e confrontos proporcionados pela juventude. O diferencial, aqui, é a maneira singular com que Sciamma's retrata o universo feminino.

E é com segurança que se observa tal faceta na filmografia da diretora. "Tom Boy", de 2011, trata da história de uma garota que, confundida com um rapaz, decide levar a mentira a frente. "Lírios D'Água", seu filme de estreia, dedica-se a mostrar as primeiras experiências homossexuais na vida de duas amigas. Até seu primeiro e único curta, "Pauline", parte de uma campanha anti-homofobia do governo francês, também percorre o mesmo terreno.

Há quem critique o tom monótono das lentes de Sciamma's. Outros, uma suposta leviandade: seriam tais garotas de fato personagens reais da realidade francesa? Cabe ao espectador dizer. É inegável, entretanto, que Celine destaca-se, sim, em meio a tantos diretores que abordam o tema. Factível, ou não, "Garotas" é uma história sincera e que parte, principalmente, de uma diretora muito bem gabaritada para tal.

Atualizado em 27 Abr 2015.

Por Ricardo Archilha
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

22 filmes para ver por até R$ 4 no Dia do Orgulho Nerd

"Batman: O Cavaleiro das Trevas" e "Harry Potter e as Relíquias da Morte" estão em cartaz por preços reduzidos

7 motivos para assistir ao novo “Piratas do Caribe – A Vingança de Salazar”

Quinto filme da série chega aos cinemas nesta quinta-feira, 25 de maio

Filme "Extraordinário", com Julia Roberts e Jacob Tremblay, ganha trailer emocionante

Longa inspirado no best-seller de R.J. Palacio estreia em novembro

20 Filmes que você vai querer ver nos cinemas em junho

"Mulher Maravilha", "A Múmia" e "Meu Malvado Favorito 3" estão entre os destaques do mês

Mostra itinerante exibe "Up - Altas Aventuras" e outros três filmes de graça em São Paulo

“Up – Altas Aventuras” e “O Sorriso de Monalisa” estão no cardápio do Cinemóvel Carrefour

Continuação de "Mamma Mia" é confirmada

Intitulado "Here We Go Again!", filme estreia em 2018