Guia da Semana

Serviço de assinatura de cinema chega ao Brasil

Primepass permite assistir a um filme por dia por até R$ 3,22 a sessão..

Novidade quente para os cinéfilos: acaba de chegar ao Brasil o primeiro serviço de assinatura de cinema no país. Disponível ao público a partir deste mês, o Primepass propõe um modelo de pacotes mensais que pode reduzir os preços dos ingressos a até R$ 3.

Como funciona?

Por um valor mensal, o usuário pode assistir a um filme diferente por dia (não é permitido repetir o título), respeitando uma distância de pelo menos 24 horas entre cada sessão. O Primepass é aceito em cerca de 2.200 salas no país e, dependendo do pacote, pode incluir sessões em 3D, IMAX, salas VIP e outras salas especiais.

Para utilizar o serviço, é preciso selecionar a sessão no aplicativo de celular (disponível para Android e iOS e, futuramente, também para Windows), validando assim o cartão de usuário. Depois, é só usar o mesmo cartão para comprar o ingresso na bilheteria ou no totem de autoatendimento.

Quanto custa?

O plano Silver, que inclui sessões de segunda a quarta-feira em salas padrão, em 2D, custa R$ 79,90. Se utilizado plenamente, cada sessão sai por R$ 6,65.

O plano Gold, que inclui sessões de segunda a domingo em salas padrão, em 2D, custa R$ 99,90. Se utilizado plenamente, cada sessão sai por R$ 3,22.

O plano Platinum, que inclui sessões de segunda a domingo em salas padrão ou especiais, em 2D, custa R$ 124,90. Se utilizado plenamente, cada sessão sai por R$ 4,02.

O plano Elite, que inclui sessões de segunda a domingo em salas padrão, especiais, VIP e IMAX, em 2D, custa R$ 189,90. Se utilizado plenamente, cada sessão sai por R$ 6,12.

É possível adicionar filmes em 3D por R$ 24,90 e outros cinemas considerados “premium” por R$ 29,90.

Vale a pena?

O serviço de assinatura é uma tendência e pode ajudar a trazer o público de volta às salas de cinema, que vêm perdendo espaço para serviços de streaming e video on demand por conta dos altos preços. Afinal, uma única sessão hoje em São Paulo custa em média R$ 30.

Há alguns entraves, porém, que precisarão ser melhorados caso a marca realmente queira se estabelecer como uma opção essencial para o público cinéfilo. Por enquanto, não é possível comprar ingressos antecipados pelo aplicativo nem reservar assentos antes de realizar a compra pelo cartão. Além disso, não é possível utilizar o passe para fazer compras antecipadas – o que pode ser um problema no caso de filmes muito procurados.

Outra questão, que a Primepass prometeu resolver em breve, é a do serviço compartilhado. Hoje, apenas uma pessoa pode utilizar o passe, mesmo que não consiga assistir aos filmes todos os dias. Um plano-família talvez se mostre necessário num futuro próximo.

Para saber mais sobre o serviço, acesse primepass.club/br.

Atualizado em 14 Jan 2016.

Por Juliana Varella
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Mostra Internacional de Cinema de São Paulo revela pôster e primeiras atrações

Vencedores da Palma de Ouro e do Festival de Toronto são destaques entre os filmes confirmados na programação

Estreias da semana: "Mãe!", "Esta é a Sua Morte – O Show" e mais 6 filmes

Suspense de Darren Aronofsky com Jennifer Lawrence promete dividir opiniões

“Ensaio Sobre a Cegueira” tem sessão gratuita com debate no MIS

Filme será acompanhado por bate-papo com historiadora

Final da Copa do Brasil será exibida nos cinemas

Rede Cinemark transmite o jogo ao vivo no dia 27 de setembro

"Tomb Raider" com Alicia Vikander no papel de Lara Croft ganha primeiro trailer; assista!

Novo filme da franquia tem estreia prevista para março de 2018

13 objetos de decoração que vão deixar sua casa mais cinéfila

De quadro interativo a almofada para pipoca, confira os itens que não podem faltar no seu cafofo