Guia da Semana

“The Rover – A Caçada” traz Guy Pearce e Robert Pattinson em papéis marcantes

Filme acompanha perseguição violenta no deserto australiano sem lei.

Chega ao Brasil o segundo longa-metragem do diretor australiano David Michôd, que estreou em 2010 com “Reino “Animal” e agora aposta mais alto com “The Rover – A Caçada”. Lançado no festival de Cannes deste ano, este faroeste contemporâneo propõe uma jornada de redenção que tenta resgatar a humanidade perdida num mundo árido e sem lei.

Talvez a história se passe no futuro, talvez não. O fato é que se foram dez anos desde “o colapso”, o qual ninguém especifica, mas nem é preciso: o ambiente, o protagonista e todos os rostos agressivos e cansados que ele encontra no caminho fazem pensar em mais de um tipo de trauma. O maior deles, a indiferença.

Guy Pearce é o coração do filme e da história: seu personagem, que acompanhamos numa jornada violenta pelo deserto australiano, não revela o nome e carrega um passado obscuro, que o moldou como uma espécie de justiceiro às avessas. Sozinho e marcado pelo sol, ele parece não sentir mais nada e apenas saborear o amargor de cada minuto – isso até roubarem o seu carro.

O crime acontece rápida e um pouco atrapalhadamente, de forma que o protagonista acaba com uma caminhonete emperrada (capotada pelos bandidos) no lugar de seu sedan (usado para a fuga). A caminhonete funciona muito bem, mas isso não o impede de tentar recuperar, obsessivamente, seu carro original.

A gangue fugia de um confronto com militares, onde haviam largado o corpo de um garoto gravemente ferido – Rey (Robert Pattinson), o irmão mais novo de um dos fugitivos. Rey eventualmente encontra o personagem de Pearce, que, interessado na ajuda do garoto, incita nele o sentimento de vingança contra o irmão.

Se Pearce endurece seu personagem apenas com os olhos, Pattinson precisa do corpo todo para dar vida ao frágil e mentalmente perturbado Rey. Com um sotaque carregado, postura curvada e olhos agitados, o ator cria um jovem educado nas ruas, ingênuo mas impulsivo, que quer se tornar forte como o irmão ou como sua nova figura paterna. O resultado causa estranheza, mas também amplifica o interesse pelo desfecho dessa perseguição, que só pode ser trágico.

“The Rover – A Caçada” é para quem tem estômago forte: seus tiros são relativamente poucos (comparados a outros filmes do gênero), mas cada vítima ganha sua devida atenção e a câmera não desvia o olhar. O colapso é evidente.

Assista se você:

  • Gosta de filmes violentos
  • Gosta de filmes com protagonistas solitários 
  • Quer ver boas atuações de Guy Pearce e Robert Pattinson     

Não assista se você:

  • Não gosta de filmes violentos
  • Não gosta de faroestes ou de universos ficcionais sem lei
  • Procura um filme de ação mais agitado

Atualizado em 31 Jul 2014.

Por Juliana Varella
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

"All I See is You", drama com Blake Lively, ganha primeiro trailer; assista!

Longa estreia dia 27 de outubro nos EUA

Bilheterias da semana: "It - A Coisa" mantém liderança enquanto "Mãe!" fracassa nos EUA

Filme pode se tornar a maior bilheteria da história no gênero de horror

"Bingo - O Rei das Manhãs" é escolhido para representar o Brasil no Oscar 2018

Filme de Daniel Rezende se inspira na história real de um dos atores que interpretou o palhaço Bozo no Brasil

Reserva Cultural exibe filmes franceses sobre a Melhor Idade com café da manhã e preços baixos

Programação marca o último ciclo do ano do Cinéclub, projeto que acontece sempre no último domingo do mês

Estreias da semana: “Feito na América”, “As Duas Irenes” e mais 7 filmes

Novo horror ambientado na famosa casa de Amityville também é destaque

Clientes Claro e NET agora têm desconto nos cinemas Kinoplex; saiba mais!

Assinantes das operadoras pagam 50% do ingresso em qualquer filme, dia ou horário