Guia da Semana

Em visita ao Brasil, novo Homem-Aranha elogia Michael Keaton e garante: “ele é o vilão mais assustador que a Marvel já teve”

Holland e Laura Harrier passaram por São Paulo para divulgar o filme “Homem-Aranha: De Volta Ao Lar”.

Em passagem por São Paulo durante a turnê de divulgação do filme “Homem-Aranha: De Volta Ao Lar”, Tom Holland falou sobre as diferenças do novo filme em relação às versões anteriores do herói e garantiu que o vilão vivido por Michael Keaton será inesquecível. Laura Harrier, que interpreta Liz Allan no filme (ela que foi o primeiro interesse romântico de Peter Parker nos quadrinhos do “Espetacular Homem-Aranha”), também participou da visita.

“Este filme tem uma escala menor, mais cotidiana” – afirmou o ator, comparando “De Volta Ao Lar” tanto com os outros títulos do Universo Marvel quanto com os longas anteriores com o personagem. “Este Homem-Aranha é mais jovem, portanto é mais inocente e está apenas se divertindo com seus superpoderes. Ele ainda não percebeu o tamanho da responsabilidade e está agindo como um garoto de 15 anos, porque é isso que ele é”.

Para o ator, o que faz com que o personagem seja tão amado nos quadrinhos é justamente o fato de que ele é alguém com quem se pode identificar, que tem os mesmos problemas de qualquer adolescente, mas por acaso também tem superpoderes. “Ele precisa fazer a lição de casa, tem dificuldade para falar com garotas, fica irritado com os adultos... Ele é um garoto comum”.

 

Harrier completou, lembrando que o relacionamento entre sua personagem e o herói também será coerente com sua idade. “Este não pode ser um grande romance como o de Mary Jane, mas sim uma relação de amizade com uma faísca, algo que é ao mesmo tempo leve, engraçado e desajeitado, como um amor adolescente”.

Além do herói, Holland também falou sobre o vilão Abutre, interpretado pelo ator que viveu Batman nos anos 90, Michael Keaton. “Quem precisa de Thanos quando temos Keaton no set?” – brincou o ator, questionado sobre o futuro confronto com o titã em “Vingadores: Guerra Infinita” – “Acho que estamos bem servidos no campo dos vilões... Aliás, Michael Keaton é provavelmente o vilão mais assustador que a Marvel já teve!”.

Para quem está curioso para saber mais sobre a trama, Holland deixou escapar apenas um aperitivo:

“O filme se passa logo após os eventos de ‘Guerra Civil’. Ou seja: depois de viver os momentos mais emocionantes de sua vida, Peter Parker é obrigado a voltar para a realidade e encarar a banalidade do seu cotidiano de estudante. Além disso, ele ainda está se adaptando aos novos poderes e não sabe realmente como usá-los. Por isso, considero esta versão do personagem uma espécie de ‘Homem-Aranha em treinamento’.”

Esse “Homem-Aranha em treinamento” chega aos cinemas no dia 6 de julho. Tom Holland e Laura Harrier ainda participarão, na noite desta terça-feira, de um evento com os fãs no Auditório do Ibirapuera em São Paulo.

10 estreias de 2017 que vão despertar seu lado nerd

“Homem-Aranha” e “Star Wars: Ep. VIII” estão entre os principais lançamentos do ano

Assista ao trailer de "Homem-Aranha: De Volta Ao Lar"

Nova fase do herói nas telonas estreia no dia 6 de julho

Atualizado em 5 Mai 2017.

Por Juliana Varella
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Cinemark inaugura nova unidade no shopping West Plaza

Cinema é o mais completo da rede na capital paulista e marca os 20 anos da empresa no Brasil

10 Filmes imperdíveis que estreiam nos cinemas em outubro de 2017

Sequência de “Blade Runner” e novo filme de Kathryn Bigelow são destaques

Bilheterias: Kingsman 2 supera It – A Coisa e tem abertura melhor que o longa original

Filme chega ao Brasil na próxima quinta-feira, 28

Mostra Internacional de Cinema de São Paulo revela pôster e primeiras atrações

Vencedores da Palma de Ouro e do Festival de Toronto são destaques entre os filmes confirmados na programação

Estreias da semana: "Mãe!", "Esta é a Sua Morte – O Show" e mais 6 filmes

Suspense de Darren Aronofsky com Jennifer Lawrence promete dividir opiniões

“Ensaio Sobre a Cegueira” tem sessão gratuita com debate no MIS

Filme será acompanhado por bate-papo com historiadora