Guia da Semana

Tudo por um bom papel

Em nome de uma interpretação marcante, estrelas do cinema encaram o desafio das realizar mudanças corporais radicais.

Reprodução
Matt Damon irreconhecível no filme The informant

Matt Damon chocou a mídia com as primeiras imagens de The informant, longa com estréia prevista para 25 de setembro. Conhecido pela sua boa forma física, principalmente depois da trilogia Bourne, o galã vai encarar o papel de um funcionário de uma empresa de agricultura que vaza informações a agentes do FBI. Além do bigodinho cafona, Damon ficou irreconhecível após acrescentar mais de 25 quilos à sua silhueta.

Engordar, emagrecer, fazer plásticas e até mudar a arcada dentária. São alguns dos sacrifícios que grandes atores já fizeram para mergulhar de cabeça em um papel. Muitas vezes a beleza é deixada em segundo plano, em nome de uma atuação marcante. E como mostra a história de Hollywood, o reconhecimento pode vir na forma de um Oscar.

As belas e as feras

Reprodução
A atriz Charliz Theron abriu mão da beleza para interpretar uma serial killer

A atriz sul-africana Charlize Theron, por exemplo, abdicou de toda sua beleza no longa Monster - Desejo assassino, de 2003. Para interpretar a serial killer Aileen Wuornos, Charlize teve que engordar cerca de treze quilos e meio, usar uma prótese dentária e raspar as sobrancelhas. A ótima atuação lhe rendeu o Oscar de melhor atriz em 2004.

Após ficar famosa pelo seu trabalho em Quem vai ficar com Mary?, Cameron Diaz teve que se esforçar muito para embarangar e interpretar a personagem Lotte Schwartz, em Quero ser John Malkovich, de 1999. A atriz mudou o visual radicalmente, adotou um cabelo crespo e no lugar da cor clara habitual, optou por tons avermelhados. Também usou lente de contato e apliques de pêlos no rosto.

Em 2001, foi a vez de Nicole Kidman, que usou uma prótese no nariz para interpretar a escritora Virginia Woolf, em As Horas. Além disso a atriz, que é canhota, teve que aprender a escrever com a mão direita, para acresentar uma dose a mais de realismo nas telas (Virginia Woolf era destra).

De olho na balança

Reprodução
Christian Bale esquelético em ´O Operário´. Ficou bombado para interpretar Batman, apenas alguns meses depois

Antes de se tornar o novo Batman, Christian Bale entrou na pele de um metalúrgico com distúrbios mentais, em O Operário (2004). Seguindo uma dieta drástica a base de maçãs, atum e muita água, Bale perdeu trinta quilos. A produção até sugeriu simular o emagrecimento por computação gráfica, mas o ator insistiu que precisava sentir a fraqueza do personagem. Alguns meses depois, foi contratado para viver o homem-morcego, recuperando a forma física musculosa com a mesma rapidez.

Quem também teve que cortar algumas calorias foi Tom Hanks, no premiado O Náufrago, em 2000. O ator precisou emagrecer 30 quilos durante as filmagens, para mostrar o que quatro anos de isolamento poderiam fazer a um ser humano. Além da fome, também teve que suportar uma grave infecção na perna, que o forçou a passar três dias internado num hospital e suspendeu as gravações durante várias semanas.

O camaleão

Reprodução
Robert De Niro teve que entrar em forma para viver um pugilista em Touro Indomável. No mesmo filme teve que engordar para mostrar a decadência do lutador

Quando se fala em mudanças radicais, é difícil superar Robert De Niro. Para interpretar o pugilista Jake LaMotta em Touro Indomável, o ator primeiro entrou em forma, treinando durante um ano com o próprio boxeador. Após construir um corpo de atleta, ele precisou voltar atrás, perder os músculos e ainda engordar 25 quilos, para mostrar a decadência do seu personagem. Confirmando o mergulho no papel, quebrou uma costela do companheiro de cena Joe Pesci durante uma cena de luta.

Já para compor o estuprador Max Cady, De Niro foi tatuado com uma tinta feita de corantes vegetais, que sumiram apenas alguns meses depois. Além disso, pagou cinco mil dólares para que um dentista estragasse seus dentes, pois achava que somente desse modo apresentaria um aspecto completamente marginal. Após o termino das filmagens, teve que desembolsar mais 20 mil dólares para voltar ao normal. Ao contrário de Charlize Theron, por esse trabalho, foi apenas indicado ao Oscar de melhor ator, mas não levou. Pelo menos ganhou os dentes de volta.

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Mostra Internacional de Cinema de São Paulo revela pôster e primeiras atrações

Vencedores da Palma de Ouro e do Festival de Toronto são destaques entre os filmes confirmados na programação

Estreias da semana: "Mãe!", "Esta é a Sua Morte – O Show" e mais 6 filmes

Suspense de Darren Aronofsky com Jennifer Lawrence promete dividir opiniões

“Ensaio Sobre a Cegueira” tem sessão gratuita com debate no MIS

Filme será acompanhado por bate-papo com historiadora

Final da Copa do Brasil será exibida nos cinemas

Rede Cinemark transmite o jogo ao vivo no dia 27 de setembro

"Tomb Raider" com Alicia Vikander no papel de Lara Croft ganha primeiro trailer; assista!

Novo filme da franquia tem estreia prevista para março de 2018

13 objetos de decoração que vão deixar sua casa mais cinéfila

De quadro interativo a almofada para pipoca, confira os itens que não podem faltar no seu cafofo