Guia da Semana

Versão brasileira

Samara Felippo e Thiago Fragoso falam sobre as dublagens de Ratatouille.

Garcia Júnior e Samara Felippo nas dublagens de Ratatouille

Ao contrário de grande parte dos filmes, quando uma animação vem ao Brasil, não basta apenas legendar, é preciso dar voz em português aos personagens. Em Ratatouille, a Disney convidou Thiago Fragoso e Samara Felippo para interpretar o casal Linguini e Colette. O trabalho teve a direção de Garcia Júnior, famoso por dublar o personagem He-Man. Os atores contaram ao Guia da Semana como foi todo este processo.

A explicação para terem aceitado o desafio de dublar o filme é simples. "No Brasil a gente tem muito pouco entretenimento para crianças", afirma Thiago, que completa dizendo que "fazer um filme da Disney aproxima do público infantil". Além disso, o processo de criação acaba se tornando divertido para eles. Samara diz que "o legal do Linguini que o Thiago fez, foi essa brincadeira com a voz dele, de ser o tímido desengonçado". Porém ,o personagem dela não teve tanto espaço para esses jogos de voz. "Eu não pude brincar muito de entonação. Ela tem que ser mandona porque é a única mulher na cozinha, senão montam em cima", afirma.

Ratatouille foi o primeiro trabalho em dublagem dos dois, apesar de Thiago já ter feito uma pequena participação em 1999. Garcia estava precisando de alguém para a dublagem de Toy Story 2 e o chamou, já que os dois estavam juntos em uma peça de teatro. O ator conta que teve que repetir diversas vezes sua fala: "Ele é o Woody, a cola que junta todos os pedaços". Aquilo encantou Thiago, que quis repetir a dose. "Desde aquela época eu peço para o Garcia para dublar um filme da Disney", revela.

Mas não foi tão fácil fazer Ratatouille. Apesar de o ator ter levado um dia e meio para dublar, e Samara levar um dia, foi um trabalho intenso. Fragoso diz que "o mais difícil é a concentração, porque você fica com o fone, ouvindo o original em inglês, tendo que ler em português e sincronizar com o lábio do personagem". Samara concorda com ele e diz que "é muito difícil dar a intenção [da voz], ali parado, em pé, sem se mexer muito". A parte mais pesada, no entanto, não fica com eles, mas com o diretor. "O trabalho maior em relação a encaixar a boca do personagem com a nossa fala é do Garcia mesmo", revela a atriz.

O diretor chega a dublar todos os personagens no filme inteiro, antes, para adaptar cada palavra aos movimentos da boca. Depois que os atores fizeram sua parte, ele usa o computador, juntando ou afastando palavras para encaixar com os movimentos do filme. Para isso, é preciso que os atores falem com as palavras espaçadas. "Como tem pouco tempo, a gente fica na mão do Garcia. Ele que é o responsável pela preparação", diz Thiago. O rigor é tão grande que ele não deixa passar nenhum erro, por menor que seja. "Nada escapa aos ouvidos apurados de Garcia", revela Samara.

Os dois atores estão dispostos a continuar fazendo cinema. Thiago Fragoso tem projetos para o próximo semestre, mas ainda não pode revelar. Além disso, em novembro estréia Ouro Negro. Já Samara está disposta a receber convites. "Escreve aí: Samara Felippo quer fazer cinema", brinca. A atriz fez dois longas recentemente, Concerto Campestre e O Dono do Mar.

Os atores pretendem também seguir na dublagem de animações. "Para desenho, principalmente se tratando da Disney, a versão brasileira nunca perde em relação ao original", revela Thiago, que diz adorar os personagens dublados por Selton Mello, Garcia Júnior e Mário Jorge, que faz o Eddie Murphy. "O Eddie Murphy é mais engraçado em português do que em inglês", afirma. Samara, que acrescenta Danton Mello à lista, não vê a hora de ser chamada novamente. "É uma coisa que vicia, estou louca pra fazer outro", diz.

Atualizado em 10 Abr 2012.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

"All I See is You", drama com Blake Lively, ganha primeiro trailer; assista!

Longa estreia dia 27 de outubro nos EUA

Bilheterias da semana: "It - A Coisa" mantém liderança enquanto "Mãe!" fracassa nos EUA

Filme pode se tornar a maior bilheteria da história no gênero de horror

"Bingo - O Rei das Manhãs" é escolhido para representar o Brasil no Oscar 2018

Filme de Daniel Rezende se inspira na história real de um dos atores que interpretou o palhaço Bozo no Brasil

Reserva Cultural exibe filmes franceses sobre a Melhor Idade com café da manhã e preços baixos

Programação marca o último ciclo do ano do Cinéclub, projeto que acontece sempre no último domingo do mês

Estreias da semana: “Feito na América”, “As Duas Irenes” e mais 7 filmes

Novo horror ambientado na famosa casa de Amityville também é destaque

Clientes Claro e NET agora têm desconto nos cinemas Kinoplex; saiba mais!

Assinantes das operadoras pagam 50% do ingresso em qualquer filme, dia ou horário