Guia da Semana

Guia da Semana

No ano de 1958, em Cuba, a revolução está prestes a estourar e as tropas de Fulgêncio Batista aumentam a repressão a cada dia. Enquanto isso, Rodolfo Salas não quer saber de se meter em política, e dedica todo seu tempo à sua maior paixão, o cinema. Sonhando um dia se tornar um grande cineasta e viver em Hollywood, o jovem escreve para famosos executivos dos grandes estúdios divulgando seus roteiros, porém sem respostas que possam lhe dar alguma esperança.

Vivendo em Havana, as dificuldades são grandes para a realização deste sonho, mas serão ainda maiores quando seu pai passa a ser procurado por ser um revolucionário. Tendo que mudar às pressas da capital, a família parte para uma pequena cidade, onde os recursos são menores. Lá, porém, Rodolfo conhece Laura, uma atriz que participa de um grupo de cinema local, fazendo filmes estrelados e produzidos pelo namorado dela, Leonardo, o filho do prefeito. O jovem de Havana decide então filmar A Ilha da Morte com o grupo, e logo se apaixona pela bela Laura.

Filmado em Cuba, o longa A Ilha da Morte presta uma homenagem a um grupo de cineastas que realizaram pequenos filmes em Super8 no final da década de 50, na cidade de Santo Antonio de los Baños, próximo a Havana. O local hoje sedia uma das escolas de cinema mais respeitadas do mundo. Em uma co-produção Brasil-Cuba, o filme é dirigido pelo brasileiro Wolney Oliveira, e tem no elenco atores dos dois países.

A Ilha da Morte

Diretor: Wolney Oliveira

País de origem: BRA/CUB

Ano de produção: 2008