Guia da Semana
Cinema
Por Redação Guia da Semana

A Marcha dos Pingüins

Documentário narrado por Morgan Freeman mostra a odisséia de pinguins que andam quilômetros pelo continente gelado.

A Marcha dos Pingüins

Diretor: Luc Jacquet

País de origem: EUA/FRA

Ano de produção: 2005

Classificação: Livre

Na Antártida, em todo mês de março, centenas de pingüins fazem uma jornada de milhares de milhas de distância pelo continente, enfrentando predadores, baixas temperaturas, fortes ventos e águas profundas. Tudo para realizar o ritual de acasalamento e perpetuar a espécie. A Marcha dos Pingüins é o instinto natural da vida.

Enfileirados, machos e fêmeas deixam seu habitat, mas antes de procriarem, as fêmeas brigam entre si para escolher seus machos. Como uma inversão do papel homem e mulher na nossa sociedade, a fêmea deixa o ovo para ser chocado pelo macho e retorna para o mar em busca de alimento. Simultaneamente, começa uma contagem regressiva, ela precisa retornar em no máximo 48 horas para alimentar a família, caso contrário, eles não sobrevivem.

Após o reencontro, que nem todos conseguem realizar, são os machos que partem em direção às águas do Oceano Antártico. Enquanto isso, as mães preparam os filhos para a vida adulta, até que possam se arriscar sozinhos no mar. Assim, o ciclo se fecha até chegada do próximo outono, em que tudo recomeça.

O filme é narrado em primeira pessoa por um homem e uma mulher que interpretam a saga de um casal de pingüins para procriar e sobreviver. O documentário, dublado por Morgan Freeman, Charles Berling e Jules Sitruk, é a segunda maior bilheteria do gênero nos Estados Unidos, perdendo somente para Fahrenheit 11 de Setembro. No Brasil, há uma versão narrada por Patricia Pillar, Antonio Fagundes e Matheus Perissé.

O cineasta premiado, documentarista, operador de câmera, diretor de fotografia e também biólogo, Luc Jacquet é conhecido por seu trabalho em documentários sobre natureza e vida selvagem. Neste filme, o seu primeiro longa-metragem, ele filmou durante 14 meses na Antártida. O seu encanto por pingüins foi despertado quando se candidatou para trabalhar como cinegrafista em uma expedição nas terras gélidas do norte, em 1992. O longa faturou o Oscar 2006 de Melhor Documentário.

Notícias recomendadas

"Cine África Em Casa" exibe filmes africanos com bate-papo virtual; saiba mais!

Cinema

Cinemas drive-in começam a funcionar em São Paulo; veja endereços e mais detalhes

Cinema

Arena Estaiada Drive-In inaugura em São Paulo nesta sexta-feira (12); saiba mais sobre ingressos e sessões

Cinema

Cinema drive-in voltou; veja onde encontrar no Brasil

Cinema

Plataforma de cinema online inova ao exibir filmes inéditos e exclusivos; saiba tudo!

Cinema

5 motivos para conferir o festival de cinema online "We Are One: A Global Film Festival"

Cinema