Guia da Semana
Cinema
Por Redação Guia da Semana

A Princesa e o Sapo

Princesa beija sapo para quebrar encanto e acaba virando uma rã.

A Princesa e o Sapo

Diretor: Ron Clements,John Musker

Elenco: Angela Bassett, Anika Noni Rose, Bruno Campos, Jenifer Lewis, Jennifer Cody, Jim Cummings, John Goodman, Keith David, Michael-Leon Wooley, Peter Bartlett, Ritchie Montgomery

País de origem: EUA

Ano de produção: 2009

Classificação: Livre

Na mágica cidade de Nova Orleans, vive Tiana, uma jovem empenhada em realizar o sonho de seu pai, construir e administrar o melhor restaurante de lá. Desde pequena, Tiana sabe cozinhar e dar valor ao trabalho. Aprendeu vendo sua mãe costurar para famílias ricas, como da mimada Charlotte, e seu pai trabalhar duro como cozinheiro, mas sempre com tempo de dar atenção à família. Assim, mesmo sendo negra e de origem humilde, sempre se esforçou para juntar dinheiro e, enfim, poder montar seu próprio negócio.

Quando o Príncipe Naveen está na cidade, a rica Charlotte percebe nele a chance de se casar e tornar real o sonho de ser uma princesa, para isso realiza uma festa ao nobre, e chama a amiga Tiana para preparar a comida. Porém, o boêmio e falido jovem está ali apenas pela música e a vida fácil. Percebendo isso, o feiticeiro voodoo Dr. Facilier lança uma magia que transforma Naveen em um sapo. Para desfazer o feitiço, o príncipe precisará convencer uma princesa a lhe dar um beijo.

Disposta a ajudar, Tiana beija o sapo e acaba ela também se tornando um. Juntos, os dois terão que encontrar um meio de desfazer o encanto. Cruzando as florestas e pântanos da Louisiana, eles conquistam a simpatia de Louis, um grande músico que não consegue agradar o público por ser um amedrontador crocodilo, e Ray, um romântico e apaixonado vagalume. Juntos, os quatro precisam encontrar a feiticeira Mama Odie, a única que pode ajudar a torná-los humanos novamente.

A Princesa e o Sapo é a volta da Disney aos filmes em 2D, após cinco anos. A última produção que utilizou a técnica foi Nem que a Vaca Tussa. O filme gerou polêmica por ser a primeira animação do estúdio protagonizada por uma personagem negra. O nome original de Tiana, seria Maddy, mas após protestos de que o nome era uma referência pejorativa à escravidão, a Disney decidiu alterar. O filme também teve seu título mudado. Originalmente o filme seria A Princesa Sapo, que também foi alvo de protestos. No Brasil, o Príncipe Naveen é dublado pelo ator Rodrigo Lombardi, de Caminho das Índias.

Notícias recomendadas

Divulgados trailer e pôster inéditos do filme "Cruella"; confira!

Cinema

Resenha: 'En las estrellas'

Cinema

Confira a lista dos indicados ao Oscar 2021

Cinema

Oscar 2021: saiba onde assistir aos filmes indicados

Cinema

10 mostras de cinema online para conferir em março de 2021

Cinema

Mostras de cinema gratuitas e online para conferir em fevereiro

Cinema