Guia da Semana
Cinema
Por Redação Guia da Semana

Adorável Júlia

Na década de 30, uma atriz de teatro inglesa passa por uma crise de meia-idade.

Adorável Júlia

Diretor: István Szabó

Elenco: Annette Bening

País de origem: EUA/CAN/HUN/ING

Ano de produção: 2004

A fama e o trabalho bem-sucedido nos palcos parecem não mais satisfazer a atriz teatral Júlia Lambert (Annette Bening). Na década de 30, em Londres, ela é aclamada, porém, vive uma crise. Seu casamento com o produtor Michael Gosselyn (Jeremy Irons) vive uma fase difícil. Em um momento que ela parece ter tudo que deseja profissionalmente, sua vida pessoal passa por uma turbulência. Tudo ainda piora quando seu amigo e candidato a amante, Lorde Charles, resolve se afastar para abafar possíveis boatos de que os dois tenham um romance. Desestruturada com sua ausência, a atriz se joga nos braços do jovem norte-americano Tom Fennel, que diz ser seu fã número um.

Entusiasmada com uma nova montagem, o mundo de Júlia volta a desmoronar quando o amante a deixa para ficar com uma atriz mais jovem. Completamente abalada, ela faz tudo para colocar tudo de volta aos eixos. Mas, a suspeita de que a nova namorada de seu ex-amante pode substuí-la na peça, faz com que ela volte com força total e use os palcos e seu talento para se vingar de todos que feriram seus sentimentos.

Adorável Júlia rendeu um Globo de Ouro e uma indicação ao Oscar 2005 de melhor atriz à protagonista Annette Bening, de Beleza Americana. O diretor húngaro István Szabó é o mesmo de Mephisto (1981).

Notícias recomendadas

7 filmes do diretor David Lynch que você precisa assistir

Cinema

Os melhores filmes infantis de 2019... até agora

Cinema

10 filmes imperdíveis com alienígenas para quem gosta do gênero

Cinema

10 filmes europeus imperdíveis para assistir na Netflix

Cinema

"MIB: Homens de Preto - Internacional", "Dor e Glória" e mais quatro filmes estreiam nesta quinta (13); Confira:

Cinema

Dia dos Namorados? 8 filmes para cultivar o amor próprio

Cinema