Guia da Semana
Cinema
Por Redação Guia da Semana

Apenas uma Vez

Homem ganha a vida tocando nas ruas da Irlanda conhece pianista que se encanta com seu trabalho.

Apenas uma Vez

Diretor: John Carney

País de origem: IRL

Ano de produção: 2006

Classificação: 12 anos

Depois de sofrer uma grande decepção amorosa, um solitário músico irlandês vive em Dublin sem grandes ambições. Durante o dia, aproveita os intervalos de seu trabalho na loja de seu pai, consertando aspiradores de pó, para ir ao centro da cidade tocar sucessos na rua em troca de algumas moedas. Nas noites, com menos público, toca algumas de suas próprias composições de amor, que escreveu em homenagem à ex-namorada. Em uma dessas noites, ele conhece uma jovem imigrante, que se encanta com as músicas.

Sem conhecer muito da cidade e tendo de cuidar de sua mãe e criar a filha pequena, a garota vive de bicos como vendedora de flores e faxineira. Surge entre os dois uma forte identificação, principalmente pela música, já que o pai dela era um violinista na República Checa, sua terra, e a ensinou a tocar piano. Apesar das insistências da pianista, ele só fala de sua vida através de suas composições. A carência do músico faz com que ele a procure cada vez mais, assim, logo eles formam uma parceria tocando e compondo canções.

Com a ajuda dela, ele resolve dar, Apenas Uma Vez, uma chance para si mesmo. Decidido a revolucionar sua vida, ele marca sua mudança para Londres. Lá, além de ser um local perfeito para que ele comece uma verdadeira carreira musical, é onde vive sua antiga namorada, a quem ele ainda deseja reconquistar. Antes, porém, o irlandês quer gravar um CD e convida sua parceira para acompanhá-lo nos teclados e como backing vocal. Este pouco tempo em que eles ficarão juntos para a gravação, fato que ajudará a se conhecerem melhor.

Antes de ser cineasta, o diretor e roteirista John Carney era baixista da banda The Frames. Quando surgiu a idéia de fazer um musical, ele decidiu pedir ajuda de Glen Hansard, vocalista da banda, para que criassem um filme diferente de convencional, em que as músicas fizessem realmente parte da narrativa. À medida que John ia escrevendo o roteiro, Glen criava as músicas, algumas com a ajuda da amiga Markéta Irglová, na época com 17 anos. Ao escalar o elenco, Carney decidiu chamar Glen e Marketa para os papéis principais. A música Falling Slowly ganhou o Oscar de melhor canção em 2008.

Trailer do filme video

Notícias recomendadas

6 remakes incríveis que você precisa assistir o quanto antes

Cinema

Além dos documentários: 6 filmes que estimulam a consciência ambiental

Cinema

8 filmes brasileiros que você vai querer ver em 2019

Cinema

10 filmes incríveis dos anos 60 que você deveria assistir 

Cinema

8 filmes imperdíveis sobre escalada e alpinismo

Cinema

Cinema: 10 trailers e teasers que vão te deixar ansioso(a) para 2019

Cinema