Guia da Semana
Cinema
Por Redação Guia da Semana

Didi, o Cupido Trapalhão

Renato Aragão interpreta um anjo que resolve juntar um entregador e uma garota de família rica..

Didi, o Cupido Trapalhão

Diretor: Paulo Aragão e Alexandre Boury

Elenco: Renato Aragão, Daniel

País de origem: BRA

Ano de produção: 2003

Classificação: Livre

Didi Mocó chega novamente às telonas e se junta ao grupo de anjos do cinema enviados à terra para fazer algo de bom, como o Clarence de A Felicidade Não Se Compra. Mas, aqui, o fato é que nem Deus suporta mais ter Didi no céu o tempo todo. Assim, para ter um pouco de paz eterna, o Todo-Poderoso dá uma missão ao anjo: ser cupido. Se ele conseguir unir um casal que seja, pode voltar para as alturas.

Já na terra, o cupido Didi mostra que não conhece muito bem as obras de Shakespeare, pois decide juntar justamente um Romeu (o cantor Daniel) e uma Julieta (a apresentadora Jackeline). Ele é entregador de lanches e ela, a filha de um homem de negócios, praticamente prometida a um político inescrupuloso. Didi arruma um emprego na casa do pai de Julieta e começa a tramar para flechar os pombinhos.

Depois de fazer um filme por ano no fim da década de 90, Renato Aragão ficou sem filmar desde Um Anjo Trapalhão, em 2000. Didi, o Cupido Trapalhão marca sua volta à telona, tentando ganhar o público infantil e os fãs, principalmente de Daniel e de Jackeline. Ainda fazem parte do elenco as beldades Helen Ganzarolli e Dany Bananinha, além de Kléber Bambam e Jacaré.

Notícias recomendadas

10 filmes que você precisa assistir na Netflix até o final do ano

Cinema

9 filmes imperdíveis com o ator Eddie Redmayne para assistir hoje mesmo

Cinema

10 filmes sobre educação que você precisa assistir

Cinema

10 filmes recentes que não tiveram tanta repercussão e merecem sua atenção

Cinema

16 filmes lançados em 2018 que você precisa assistir mais de uma vez

Cinema

10 filmes clichês que você precisa assistir pelo menos uma vez na vida

Cinema