Guia da Semana

Guia da Semana

Estima-se que durante a Primeira Guerra Mundial, entre 1914 e 1918, mais de nove milhões de militares perderam a vida. Após o termino das batalhas, em 1920, Mathilde (Audrey Tautou) recebe a notícia de que seu namorado Maneth morreu durante um combate contra os alemães. A garota se recusa a acreditar na informação, afinal tinha a certeza de que se ele deixasse esta vida, ela saberia intuitivamente.

Na tentativa de descobrir o paradeiro do noivo, Mathilde começa uma investigação ao lado do detetive Germain Pire. Logo ela fica sabendo que, em 1917, ele e mais quatro soldados provocaram a própria mutilação como desculpa para deixar o fronte. O ato resultou numa punição e eles foram abandonados numa área de combate entre os exércitos. As autoridades francesas, então, consideraram que todos estivessem mortos. Insatisfeita com esta explicação, Mathilde faz tudo para reencontrar seu Eterno Amor.

O longa foi indicado ao Oscar 2005 nas categorias melhor fotografia e melhor direção de arte, porém não levou nenhum prêmio. A produção marca o reencontro do diretor Jean-Pierre Jeunet e da atriz Audrey Tautou. Anteriormente, os dois trabalharam juntos em O Fabuloso Destino de Amelie Poulain, de 2001.

Eterno Amor

Diretor: Jean-Pierre Jeunet

Elenco: Audrey Tautou

País de origem: FRA/EUA

Ano de produção: 2004

Classificação: 14 anos