Guia da Semana
Cinema
Por Redação Guia da Semana

Garotas do ABC

Dividido em três núcleos, o filme mostra o cotidiano de trabalhadoras da região da grande São Paulo e as ações de uma gangue fascista..

Garotas do ABC

Diretor: Carlos Reichenbach

Elenco: Selton Mello

País de origem: BRA

Ano de produção: 2003

Classificação: 16 anos

O ABC paulista é um dos maiores complexos industriais e de prestação de serviços do Brasil. Lá, estão instaladas as sedes de montadoras de veículos, metalúrgicas e outros tipos de grandes empresas. Neste cenário, Aurélia aparece como funcionária de uma indústria têxtil de São Bernardo do Campo, ao lado de tantas outras pessoas - como as operárias Antuérpia, Paula e Suzana - que sonham em ter uma vida melhor com o esforço do trabalho.

Negra e determinada, Aurélia tem como ídolo o astro Arnold Schwarzeneger, tanto que seu apelido é Schwarzenega. A vida de dela começa a se complicar quando se apaixona por Fábio, que participa de um grupo de neonazistas. Liderada pelo advogado Salesiano de Carvalho (Selton Mello), a gangue é guiada pela intolerância e promove ataques contra negros e nordestinos.

A história de Garotas do ABC tem três núcleos: a família de Aurélia, as amigas de trabalho da moça e o grupo neonazista. O filme teve 45 minutos de seu original cortados, parte em que abordava ação de gangues de carecas na região metropolitana de São Paulo. O diretor Carlos Reichenbach é o mesmo de Dois Córregos e Alma Corsária.

Notícias recomendadas

"Toy Story 4", "Casal Improvável" e mais quatro filmes estreiam nesta quinta-feira (20) nos cinemas; Confira!

Cinema

O homem e a máquina: 10 filmes que têm a interação como temática

Cinema

7 filmes do diretor David Lynch que você precisa assistir

Cinema

Os melhores filmes infantis de 2019... até agora

Cinema

10 filmes imperdíveis com alienígenas para quem gosta do gênero

Cinema

10 filmes europeus imperdíveis para assistir na Netflix

Cinema