Guia da Semana

Guia da Semana

Vivendo em Israel com a esposa Tamar e o filho, Michael Klienhouse tem uma vida bastante comum. Admirado por muitos, o homem não tem qualquer problema com ninguém até um acidente de trânsito. No Dia da Sirene, quando o país relembra os mortos no Holocausto, ele quase atropela Dreyfus, e os dois começam uma acalorada discussão. Sem imaginar as consequências de seu ato, Tamar faz um Gesto Obsceno para o desconhecido.

Indignado, o homem pega seu carro e joga contra o de Michael, causando um grande acidente, que Tamar escapa por pouco. Acreditando na lei, as vitimas aguardam a ajuda das autoridades, mas são surpreendidos ao saber que ninguém poderá fazer nada, já que Dreyfus é um conhecido e bem relacionado veterano de guerra. Por mais que Michael se esforce para que a justiça se faça, cada vez mais ele percebe que esta é uma tarefa quase impossível. Além de não conseguir o que quer, o homem ainda corre o risco de perder sua própria liberdade. Mesmo assim, ele não desiste.

Gal Zaid, protagonista e roteirista de Gesto Obsceno, pensou na história após passar por um episódio semelhante, quando passeava com sua esposa e o filho. Com o roteiro em mãos, todos os envolvidos no projeto perceberam a urgência de se fazer aquele filme, como uma forma de lutar contra a corrupção. A produção, no entanto, teve poucos recursos, já que possíveis financiadores não aceitaram participar para não se comprometer politicamente. Para as cenas dentro do carro, não foram usados equipamentos específicos pela falta de verba. Assim, o câmera filmou do banco de trás e o diretor acompanhou a cena pelo porta-malas.

Trailer do filme

Gesto Obsceno

Diretor: Tzahi Grad

País de origem: ISR

Ano de produção: 2006