Guia da Semana
Cinema
Por Redação Guia da Semana

Nossa Vida Não Cabe Num Opala

Filme revela a ruína de uma família pobre depois da morte do patriarca.

Nossa Vida Não Cabe Num Opala

Diretor: Reinaldo Pinheiro

Elenco: Leonardo, Leonardo Medeiros

País de origem: BRA

Ano de produção: 2007

Depois da morte de Osvaldo (Paulo César Pereio), o patriarca da família Castilho, a vida dos irmãos Monk (Leonardo Medeiros), Lupa (Milhem Cortaz), Slide e Magali fica ainda mais difícil do que já era. Em comum, os três homens herdaram do pai a profissão. Ambos são ladrões de carro, e a única mulher tenta sobreviver perto dessa marginalidade sem cair nela. Para isso, ela quer ser uma pianista clássica. O máximo, porém, que ela consegue é tocar teclado em uma churrascaria da periferia de São Paulo.

Observando a todos, está Gomes (Jonas Bloch), dono do desmanche que compra o produto do furto dos Castilho. Além de receber os Opalas que os irmãos roubam, o empresário do crime ainda tem um ringue clandestino de boxe, onde financia lutas das quais Monk já foi vencedor quando mais jovem. Agora, outro membro da família Castilho está na mira de Gomes. Apesar do temperamento forte e da insegurança, Slide parece ter o que é preciso para se tornar um grande boxeador. Por isso, é assediado para participar das lutas ilegais.

Enquanto a carente e misteriosa Silvia (Maria Luisa Mendonça) seduz cada um dos três irmãos, Gomes usa uma dívida antiga para se aproximar de Magali. E é neste ambiente que Osvaldo vai percebendo a decadência de toda a sua família. Incapacitado pela sua condição de um simples fantasma, o patriarca acompanha cada dificuldade dos filhos. Lupa quer apenas fugir com o filho, mas não sabe como. Magali tenta não se envolver com a marginalidade, mas sempre está perto de Gomes. Slide não sabe o que quer da vida. E Monk já não tem mais nenhuma esperança.

Nossa Vida Não Cabe Num Opala é o primeiro longa-metragem do cineasta paulista Reinaldo Pinheiro, diretor de curtas premiados, como O BMW Vermelho. O filme foi baseado na peça de teatro Nossa Vida Não Vale um Chevrolet, de Mário Bortolotto. O nome, no entanto, teve que ser alterado depois que a montadora de carros vetou sua marca na obra. Após longa discussão, a empresa permitiu que o nome do carro fosse usado, já que está fora de linha.

Notícias recomendadas

5 motivos para conferir a 9ª edição da Mostra Ecofalante de Cinema

Cinema

Pipoca com sabor inspirado nas sobremesas do Outback entra no cardápio do Drive Park por tempo limitado; saiba tudo!

Cinema

"Cine África Em Casa" exibe filmes africanos com bate-papo virtual; saiba mais!

Cinema

10 cinemas drive-in em São Paulo para conhecer e curtir um momento de lazer

Cinema

Arena Estaiada Drive-In inaugura em São Paulo nesta sexta-feira (12); saiba mais sobre ingressos e sessões

Cinema

Cinema drive-in voltou; veja onde encontrar no Brasil

Cinema