Guia da Semana
Cinema
Por Redação Guia da Semana

O Filho de Chucky

O filho do brinquedo assassino alerta seus pais sobre um filme que está sendo feito sobre eles em Hollywood.

O Filho de Chucky

Diretor: Don Mancini

País de origem: EUA

Ano de produção: 2004

Classificação: 14 anos

Até Hollywood se rendeu às histórias de terror protagonizadas pelo brinquedo assassino e sua namorada e um filme sobre os dois está sendo rodado. No elenco, está Jennifer Tilly, que interpreta Tiffany, a noiva do boneco. Os problemas da atriz começam quando O Filho de Chucky, Glen, descobre sobre a produção para o cinema e traz os pais à vida novamente.

O que desagrada Tiffany e Chucky é que o filho deles é um boneco calmo, sem o instinto assassino dos pais. Isso faz com que a mãe queira desistir dos assassinatos, mas o pai tem planos bem diferentes e continua promovendo uma chacina e matando quem aparecer pela frente. Ele fará tudo também para fazer com que Glen se torne um matador e para acabar com todos os envolvidos no filme.

A série estrelada pelo boneco Chucky chega à sua quinta seqüência. Os filmes anteriores foram Brinquedo Assassino 1, 2 e 3 e A Noiva de Chucky. O primeiro longa foi rodado em 1988. Os produtores do filme colocaram um aviso para os trailers exibidos na tevê nos Estados Unidos alertando os espectadores que a cantora Britney Spears não participou do elenco. É uma sósia dela aparece em uma das cenas.

Notícias recomendadas

10 filmes imperdíveis que estão em cartaz nos cinemas no feriado de 20 de novembro 

Cinema

Shopping Bourbon e Itaú Cinemas dão 30% de desconto nos ingressos em novembro; saiba mais!

Cinema

Saiba tudo sobre a 44ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo

Cinema

Filme 'Convenção das Bruxas' ganha trailer e pôster em português; confira!

Cinema

12 filmes imperdíveis do festival de documentários "É Tudo Verdade"

Cinema

8 festivais de cinema para ver ainda em 2020

Cinema
Guia da Semana Premium
Nosso conteúdo na melhor forma!

Aproveite o Guia da Semana de forma mais rápida, sem banners ou publicidade digital!