Guia da Semana
Cinema
Por Redação Guia da Semana

O Menino da Porteira

Peão vai vender gado a major e faz amizade com menino no caminho.

O Menino da Porteira

Diretor: Jeremias Moreira

Elenco: Vanessa Giácomo, Daniel

País de origem: BRA

Ano de produção: 2009

Na década de 50, no interior do sudeste do Brasil, o boiadeiro Diogo (Daniel) trabalha sem emprego fixo, tocando o gado de quem lhe oferece algum serviço temporário. Em um desses trabalhos, o peão chega a Fazenda Ouro Fino, com os animais do Major Batista (José de Abreu), um poderoso da região. Antes, porém, ele passa a noite no vizinho Sítio Remanso, de Otacílio Mendes, onde conhece o menino Rodrigo. Encantado com o boiadeiro, o garoto sempre se esforça para abrir a porteira para que o gado entre e aproveita para ouvir Diogo tocar seu berrante.

Logo, porém, ele percebe que o pai do Menino da Porteira é inimigo político do Major Batista. Otacílio revela ao peão que o fazendeiro usa todos os recursos que pode para prejudicar o povo, mas que ele e outros sitiantes estão com um plano de juntarem seus gados para vender por um preço melhor, direto para o matadouro, sem ter que passar pelo intermediário Batista. O Major não gosta nada do que fica sabendo sobre os planos do forasteiro.

Para completar, a enteada do poderoso, a professora Juliana (Vanessa Giácomo), e Diogo parecem estar gostando um do outro e ele logo percebe que ela não concorda com o autoritarismo do Major. Assim, mais do que apenas prestar um serviço para o pai de Rodrigo e os outros sitiantes, o boiadeiro acaba comprando briga com aqueles que não querem ver ninguém além do fazendeiro prosperar no local. Batista, no entanto, pretende expulsar Diogo dali, seja vivo ou morto.

O Menino da Porteira é a refilmagem, depois de 30 anos, do clássico do cinema sertanejo interpretado por Sérgio Reis. Desta vez, é o também músico Daniel quem vive o papel do peão. Nos dois filmes, a direção é de Jeremias Moreira e a produção de Moracy do Val. As filmagens aconteceram no município de Brotas e na cidade cenográfica construída no Pólo de Cinema de Paulínia. O primeiro filme, com Jofre Soares como o Major, foi inspirado na música homônima de 1955 e obteve um público de mais de 4 milhões de pessoas.

Notícias recomendadas

7 filmes do diretor David Lynch que você precisa assistir

Cinema

Os melhores filmes infantis de 2019... até agora

Cinema

10 filmes imperdíveis com alienígenas para quem gosta do gênero

Cinema

10 filmes europeus imperdíveis para assistir na Netflix

Cinema

"MIB: Homens de Preto - Internacional", "Dor e Glória" e mais quatro filmes estreiam nesta quinta (13); Confira:

Cinema

Dia dos Namorados? 8 filmes para cultivar o amor próprio

Cinema