Guia da Semana
Cinema
Por Redação Guia da Semana

O Menino da Porteira

Peão vai vender gado a major e faz amizade com menino no caminho.

O Menino da Porteira

Diretor: Jeremias Moreira

Elenco: Vanessa Giácomo, Daniel

País de origem: BRA

Ano de produção: 2009

Na década de 50, no interior do sudeste do Brasil, o boiadeiro Diogo (Daniel) trabalha sem emprego fixo, tocando o gado de quem lhe oferece algum serviço temporário. Em um desses trabalhos, o peão chega a Fazenda Ouro Fino, com os animais do Major Batista (José de Abreu), um poderoso da região. Antes, porém, ele passa a noite no vizinho Sítio Remanso, de Otacílio Mendes, onde conhece o menino Rodrigo. Encantado com o boiadeiro, o garoto sempre se esforça para abrir a porteira para que o gado entre e aproveita para ouvir Diogo tocar seu berrante.

Logo, porém, ele percebe que o pai do Menino da Porteira é inimigo político do Major Batista. Otacílio revela ao peão que o fazendeiro usa todos os recursos que pode para prejudicar o povo, mas que ele e outros sitiantes estão com um plano de juntarem seus gados para vender por um preço melhor, direto para o matadouro, sem ter que passar pelo intermediário Batista. O Major não gosta nada do que fica sabendo sobre os planos do forasteiro.

Para completar, a enteada do poderoso, a professora Juliana (Vanessa Giácomo), e Diogo parecem estar gostando um do outro e ele logo percebe que ela não concorda com o autoritarismo do Major. Assim, mais do que apenas prestar um serviço para o pai de Rodrigo e os outros sitiantes, o boiadeiro acaba comprando briga com aqueles que não querem ver ninguém além do fazendeiro prosperar no local. Batista, no entanto, pretende expulsar Diogo dali, seja vivo ou morto.

O Menino da Porteira é a refilmagem, depois de 30 anos, do clássico do cinema sertanejo interpretado por Sérgio Reis. Desta vez, é o também músico Daniel quem vive o papel do peão. Nos dois filmes, a direção é de Jeremias Moreira e a produção de Moracy do Val. As filmagens aconteceram no município de Brotas e na cidade cenográfica construída no Pólo de Cinema de Paulínia. O primeiro filme, com Jofre Soares como o Major, foi inspirado na música homônima de 1955 e obteve um público de mais de 4 milhões de pessoas.

Notícias recomendadas

Divulgados trailer e pôster inéditos do filme "Cruella"; confira!

Cinema

Resenha: 'En las estrellas'

Cinema

Confira a lista dos indicados ao Oscar 2021

Cinema

Oscar 2021: saiba onde assistir aos filmes indicados

Cinema

10 mostras de cinema online para conferir em março de 2021

Cinema

Mostras de cinema gratuitas e online para conferir em fevereiro

Cinema