Guia da Semana
Cinema
Por Redação Guia da Semana

O Signo do Caos

Um filme é censurada na época de Getúlio Vargas, causando revolta em algumas pessoas.

O Signo do Caos

Diretor: Rogério Sganzerla

Elenco: Camila Pitanga

País de origem: BRA

Ano de produção: 2003

A censura gritante que cortava a criatividade de músicos, artistas e escritores durante o governo Getúlio Vargas empregava uma série de agentes. Eles eram responsáveis por receber o material e julgar se eram apropriados ou não para divulgação. Quando um filme chega ao cais da Praça XV, no Rio de Janeiro, o Dr. Amnésio, chefe dos censores, é incumbido de analisar a produção. Acusado de conter cenas de miscigenação, o longa é vetado e destruído pelos agentes da censura. O fato, no entanto, causa revolta num jornalista Edgar Morel, que entra em atrito com os responsáveis pelo ato.

Último filme feito pelo diretor Rogério Sganzerla antes de morrer, em janeiro de 2004, O Signo do Caos é dividido em duas partes. A primeira é totalmente em preto-e-branco e a finalização do longa é colorida. O cineasta ficou conhecido no Brasil como um dos grandes nomes da produção independente do país. Ele assina a direção de O Bandido da Luz Vermelha (1968), um dos longas nacionais mais premiados de todos os tempos.

Notícias recomendadas

"Brinquedo Assassino", "Um Amor Impossível" e mais cinco filmes estreiam nesta quinta (22); Confira!

Cinema

Conheça os 12 filmes brasileiros que disputam a indicação para o Oscar 2020

Cinema

Tudo sobre o filme “Era Uma Vez Em... Hollywood”

Cinema

15 filmes atuais que se passam em outra década e merecem sua atenção

Cinema

4 motivos para assistir ao filme brasileiro “Simonal”

Cinema

9 filmes perturbadores que talvez você não assista até o final

Cinema