Guia da Semana
Cinema
Por Redação Guia da Semana

O Sol

Considerado um Deus por seu povo, Imperador japonês faz um acordo com americanos na Segunda Guerra.

O Sol

Diretor: Aleksandr Sokurov

País de origem: RUS

Ano de produção: 2005

Classificação: Livre

Até a década de 40, o Japão vivia um poderoso governo de um império em que o líder do país era considerado um Deus por toda a população. Isto aconteceu até o final da Segunda Guerra Mundial, quando o Imperador Hirohito, que era chamado por muitos de O Sol, teve que descer à condição de humano para negociar a rendição do país com o exército americano, para poupar vidas japonesas.

Mais preocupado com seus estudos de biologia do que com a guerra, o excêntrico imperador teve poucos dias para tomar uma decisão que ia mudar radicalmente a vida de todo o seu povo. Tido como um ser superior, Hirohito precisou se rebaixar à presença do General Douglas MacArthur para permitir que os EUA pudessem entrar no Japão e, assim, vencer a guerra. Ao contrário do que esperava o povo japonês, Hirohito cedeu aos ocidentais, derrubando o mito do imperador.

O Sol, de 2005, é o terceiro filme da tetralogia do diretor russo Aleksandr Sokurov sobre os tiranos da história contemporânea. Além deste, o cineasta fez Moloch, sobre Hitler, em 1999, e Taurus, sobre Lênin, em 2001. Para completar a série, ele fará o último sobre Stálin. Todos os filmes tentam humanizar os ditadores.

Trailer do filme

Notícias recomendadas

"Brinquedo Assassino", "Um Amor Impossível" e mais cinco filmes estreiam nesta quinta (22); Confira!

Cinema

Conheça os 12 filmes brasileiros que disputam a indicação para o Oscar 2020

Cinema

Tudo sobre o filme “Era Uma Vez Em... Hollywood”

Cinema

15 filmes atuais que se passam em outra década e merecem sua atenção

Cinema

4 motivos para assistir ao filme brasileiro “Simonal”

Cinema

9 filmes perturbadores que talvez você não assista até o final

Cinema