Guia da Semana
Cinema
Por Redação Guia da Semana

Pai e Filho

Dois familiares vivem uma relação de dependência mútua, complexa e íntima, como se fossem amantes.

Pai e Filho

Diretor: Aleksandr Sokurov

País de origem: ALE/RUS

Ano de produção: 2003

Classificação: 18 anos

Pai e Filho são como cúmplices, ora parecem irmãos, ora lembram amantes. Eles moram juntos em um apartamento, isolados desde que a mãe do jovem Alexei morreu. Toda vez que o pai olha para o garoto, lembra da falecida mulher. A relação dos dois é complexa e muito íntima, com uma estranha conotação sexual. Mas agora tudo caminha para uma separação.

O rapaz, que estuda numa academia militar, quer seguir a carreira de médico. Para piorar, ele enfrenta constantes discussões com a namorada, que sente ciúmes do relacionamento dele com o pai. Alexei, então, começa a pensar em viver sozinho, ter uma vida melhor, talvez longe de sua cidade. O problema é que ele não sabe se consegue deixar seu companheiro de todas as horas.

Aleksandr Sokurov é considerado um dos mais importantes diretores russos da atualidade. É conhecido por filmes premiados internacionalmente. Com Pai e Filho não é diferente. O longa-metragem foi vencedor da Palma de Ouro do Festival de Cannes de 2003. Ele também teve filmes censurados pelo governo russo, que liberou suas obras para o público a partir de 1986. Durante o lançamento da fita, quando foi questionado sobre a sugestão incestuosa, o cineasta respondeu que o amor de um pai com a criança é eterno, até mesmo quando o filho chega à idade adulta.

Notícias recomendadas

Divulgados trailer e pôster inéditos do filme "Cruella"; confira!

Cinema

Resenha: 'En las estrellas'

Cinema

Confira a lista dos indicados ao Oscar 2021

Cinema

Oscar 2021: saiba onde assistir aos filmes indicados

Cinema

10 mostras de cinema online para conferir em março de 2021

Cinema

Mostras de cinema gratuitas e online para conferir em fevereiro

Cinema