Guia da Semana
Cinema
Por Redação Guia da Semana

Pingue-Pongue da Mongólia

Menino que nunca viu uma bola de pingue-pongue encontra uma e tenta descobrir o que é.

Pingue-Pongue da Mongólia

Diretor: Ning Hao

País de origem: CHI

Ano de produção: 2005

Em pleno deserto de Gobi, na Mongólia, o pequeno Bilike se surpreende ao encontrar um misterioso objeto. Para nós, nada mais simples: uma bola de pingue-pingue, mas o garoto, que pouco conhece fora dos limites de seu pequeno vilarejo, fica intrigado com aquilo e tenta de todo jeito descobrir do que se trata. Questiona os pais, a avó e tantas pessoas quanto ele encontre, mas recebe, de cada um, respostas diferentes e vagas.

Mais do que falar sobre Bilike e sua aventura com a bola, o filme trata do impacto entre uma região pouco desenvolvida e a chegada da modernidade, não que isso seja bom ou ruim. Num momento, quando a família do menino acaba de adquirir uma televisão e está tentando fazê-la funcionar, ele ouve sobre o pingue-pongue, o esporte nacional, e que aquela é a bola da nação. Sem pensar muito, Bilike resolve, então, devolver a bola para a sua dona, a nação.

Pingue-Pongue da Mongólia é comparado muitas vezes a dois outros filmes. Camelos Também Choram, que também se passa no deserto de Gobi e também trata da chegada do desenvolvimento no local. O outro filme é o africano Os Deuses Devem Estar Loucos, que gira em torno de um homem que encontra uma garrafa de Coca-Cola e não sabe do que se trata.

Notícias recomendadas

7 filmes de Ano Novo para entrar no clima de festas

Cinema

10 filmes de X-Mens que você deveria assistir

Cinema

10 filmes imperdíveis com a atriz Glenn Close

Cinema

15 suspenses atuais que você não pode deixar de assistir

Cinema

10 filmes clichês de Natal que você precisa ver pelo menos uma vez na vida

Cinema

10 filmes imperdíveis que se passam na selva

Cinema