Guia da Semana
Cinema
Por Redação Guia da Semana

Rindo à Toa

Mulher lê o diário da filha e percebe que as duas estão se afastando.

Rindo à Toa

Diretor: Lisa Azuelos

País de origem: FRA

Ano de produção: 2008

Aos 15 anos, Lola passa a se distanciar cada vez mais de sua mãe, Anne. Voltando das férias escolares, a menina tem uma grande surpresa ao saber que Arthur, seu namorado, foi para a cama com outra apenas por curiosidade. Os dois então brigam e decidem terminar tudo. Apenas Mäel, grande amigo do ex-casal, parece entender o que Lola está sentindo de verdade.

Se aproximando após o fim do relacionamento, Lola e Mäel ficam cada vez mais apaixonados, mas ele não quer perder a amizade de Arthur. Quando Anne lê o diário da filha e percebe tudo o que está acontecendo sem ela saber, tenta se aproximar mais da garota. Porém, ela mesma também esconde seus segredos, já que fuma maconha escondida e mantém um relacionamento secreto com seu ex-marido, o pai da garota.

Rindo à Toa surgiu na mente da diretora e roteirista Lisa Azuelos quando ela percebeu que sua filha, com 14 anos na época, estava crescendo. Ao imaginar o filme, ela também notou que há poucas comédias dirigidas ao público adolescente na França, então decidiu que este deveria ser o gênero do filme que estava imaginando. Para o roteiro, Lisa usou também a linguagem da internet. O apelido da protagonista do filme, Lol, é tirado da expressão comum no mundo virtual, que significa 'laughing out loud', ou rindo muito alto.

Trailer do filme

Notícias recomendadas

14 filmes teens recém-lançados na Netflix que você deveria dar uma chance

Cinema

13 filmes imperdíveis que estreiam nos cinemas em fevereiro de 2020

Cinema

10 filmes imperdíveis em cartaz no feriado de 25 de janeiro de 2020

Cinema

"1917", "Um Lindo dia na Vizinhança" e mais três filmes estreiam nesta semana; Confira!

Cinema

Veja a lista de indicados ao Oscar 2020

Cinema

Motivos para assistir ao filme “O Relatório”, na Amazon Prime Video

Cinema