Guia da Semana
Cinema
Por Redação Guia da Semana

Sexo, Amor e Traição

Dois recém-chegados tumultuam a vida de dois casais que moram na mesma rua..

Sexo, Amor e Traição

Diretor: Jorge Fernando

Elenco: Murilo Benício, Heloísa Perissé, Alessandra Negrini, Fábio Assunção, Caco Ciocler, Malu Mader

País de origem: BRA

Ano de produção: 2003

Classificação: 14 anos

A fotógrafa Ana (Malu Mader) é casada com o escritor Carlos (Murilo Benício), e mora em um belo apartamento no Rio de Janeiro. O problema é que Carlos está escrevendo um livro, e sua dedicação é tanta que o casal não faz sexo há três meses (sinceramente, só na ficção mesmo) - o que deixa Ana irritadíssima. Para piorar, os dois recebem a visita inesperada de Tomás (Fábio Assunção), que voltou do exterior e, bem, já teve um relacionamento com Ana no passado. Na verdade, Tomás não está só de visita: sem um tostão, quer ficar por um tempo no apartamento dos amigos.

Do outro lado da rua, outro casal também passa por problemas: Miguel (Caco Ciocler) acha que faz Andréa (Alessandra Negrini) feliz comprando coisas para ela, mas não sabe que ela está atrás de amor e carinho. A chegada de uma ex-namorada, Cláudia (Heloísa Périssé), complica tudo. Com os dois casais em crise, Miguel e Ana saem de seus respectivos apartamentos e passam para o outro lado, criando duas "repúblicas", uma masculina e uma feminina, e uma pequena guerra dos sexos - até que uns tomam a coragem de entrar no território inimigo...

Estréia de Jorge Fernando no cinema, Sexo, Amor e Traição é uma cópia abrasileirada do mexicano Sexo, Pudor e Lágrimas - até os nomes de cinco dos seis personagens principais são os mesmos. Na verdade, o filme tem muito de sexo e traição, mas amor que é bom, quase nada. A platéia tem de ouvir coisas do tipo "sua mulher pode até ter transado comigo, mas nunca te traiu", e a fidelidade não parece ser um valor muito em alta no longa, que até arranca algumas boas risadas. O sexteto protagonista está bem, embora no começo Heloísa Périssé não consiga deixar de falar como a adolescente Tati. Completam o elenco Marcello Antony como o amigo homossexual (muitas vezes afetadíssimo) de Cláudia, e Betty Faria no papel da mãe de Carlos.

Notícias recomendadas

Saiba como assistir ao Oscar 2021 na TV e Internet

Cinema

Divulgados trailer e pôster inéditos do filme "Cruella"; confira!

Cinema

Resenha: 'En las estrellas'

Cinema

Confira a lista dos indicados ao Oscar 2021

Cinema

Oscar 2021: saiba onde assistir aos filmes indicados

Cinema

10 mostras de cinema online para conferir em março de 2021

Cinema