Guia da Semana

Guia da Semana

Antes da principal atividade econômica da Albânia ser a imigração ilegal para a Itália, o país era um reduto da linha-dura comunista, sob a liderança de Enver Hoxha. André, um professor de biologia, está prestes a começar um novo trabalho em uma escola primária no interior. Ao chegar, descobre que seu trabalho não envolve apenas o ensino. Com sua turma, ele deverá fazer Slogans de pedra nas colinas do vilarejo, com letras de 1,5 metro de altura, que podem ser vistas de longe. As frases eram um modo peculiar de propaganda política e cada vilarejo tinha uma cota para cumprir.

Uma das primeiras coisas que André descobre é que há slogans e slogans. Juntar a classe para fazer (por exemplo) "Viva o Socialismo" é bem diferente de ter de escrever coisas como "Albânia e União Soviética, países irmãos contra o imperialismo americano". E os critérios do diretor da escola para atribuir certas frases aos professores (e suas turmas) não são dos mais honestos. E André percebe que a professora Diana sempre ganha os slogans mais complicados.

Slogans demorou quatro anos para chegar ao circuito comercial - o longa albanês foi exibido na Mostra Internacional de Cinema de São Paulo em 2000. Esta inteligente e bem-feita crítica ao socialismo e à burocracia comunista, que trazem consigo um clima de denúncia, retaliações pessoais e pressão ideológica, é uma rara oportunidade para conhecer o cinema albanês.

Slogans

Diretor: Gjergj Xhuvani

País de origem: ALB

Ano de produção: 2000

Classificação: 14 anos