Guia da Semana

Guia da Semana

A teoria de que a memória dos peixes dourados tem duração de apenas três segundos, o que transforma cada experiência recentemente vivida uma novidade é uma história que Tom adora contar. O professor universitário usa essa suposição para guiar sua vida amorosa, mesmo sendo quase um quarentão. Para ele, que é um verdadeiro conquistador, cada nova relação é como viver o amor pela primeira vez. Quando a namorada dele, Clara, o flagra beijando Isolde, resolve terminar a relação e procura consolo com Angie, uma apresentadora de tevê lésbica.

A série de corações partidos espalhados em Dublin, na Irlanda, continua quando a aventura entre Clara e Angie termina. A apresentadora encontra em Red, seu amigo gay, que está apaixonado por David, que é heterossexual. Este último deixa a namorada para viver a nova relação e a namorada se acaba caindo de amores por um dos amigos de Tom. Em busca de relações perfeitas, os personagens continuam com a esperança de serem felizes a cada recomeço, mesmo que tudo acabe numa breve decepção.

A trilha sonora de Todas as Cores do Amor traz canções brasileiras como Águas de Março, Lamento no Morro e Desafinado, do maestro Tom Jobim, na voz dos intérpretes irlandeses Damien Rice e Richie Buckley. Quando a esposa do compositor, Ana Jobim, soube - por meio de uma carta - que a produção do filme não teria condições de comprar os direitos das músicas, permitiu que elas fossem reproduzidas gratuitamente.

Todas as Cores do Amor

Diretor: Elizabeth Gill

País de origem: IRL

Ano de produção: 2003

Classificação: 14 anos