Guia da Semana

Guia da Semana

Ademir da Guia foi um dos maiores zagueiros da história do Palmeiras. Filho de um outro grande nome do futebol mundial - Domingos, que atuou pelo Boca Juniors, Vasco e Flamengo nos anos 30 -, ele era dono de segurança invejável, toques espetaculares e classe magistral. Um Craque Chamado Divino, dirigido pelo cineasta Penna Filho, conta a história do ídolo e mostra com imagens e depoimentos a trajetória de um artista da bola.

Jornalistas e jogadores, companheiros e adversários em campo, contam como era vê-lo jogar na época da Academia, como ficou conhecido aquele Palmeiras de meados dos anos 70. Sócrates, Pedro Rocha e Gerson, ídolos por outros clubes, e Leivinha, goleador do esquadrão palmeirense, comentam as atuações e o estilo de jogo de Ademir. Juca Kfouri, Alberto Helena Jr. e Kleber Mazziero, autor da biografia do craque, analisam sua história dentro do futebol brasileiro.

Apesar de ter começado a ser feito em 2002, o filme demorou três anos para ser finalizado, tempo necessário para apurar informações, fazer as entrevistas e localizar imagens guardadas nos arquivos das televisões brasileiras. O narrador Fiori Gigliotti, falecido recentemente, aparece em um de seus últimos depoimentos. "O palmeirense ia ao estádio com a certeza de que seu time ia jogar bem. Podia não ganhar, mas havia categoria em campo", afirma. Mas é Alberto Helena quem resume o mito: "Já vi o Pelé jogar mal, mas o Ademir, nunca."

Um Craque Chamado Divino

Diretor: Penna Filho

País de origem: BRA

Ano de produção: 2006

Classificação: Livre