Guia da Semana
Comportamento
Por Redação Guia da Semana

32 coisas que só quem cresceu em prédio vai entender

Pra você que queria ficar 24h "lá embaixo" brincando de pega-pega e polícia-e-ladrão.

Reprodução

Ter crescido em prédio é uma experiência bem única na infância de qualquer criança! Apesar de ter tido que seguir as regras e as chatices do condomínio, só quem já passou por isso sabe como é bom ter uma "turminha" do prédio, seus amigos a poucos andares de distância.

+ 50 coisas que toda mãe fala/faz
+ 23 coisas que só uma garota com pais superprotetores pode entender
+ 15 sentimentos que só pessoas caseiras podem entender

Para todos que tiveram uma infância cheia de perrengues e alegrias, reunimos 32 coisas que só quem cresceu em prédio vai entender. Vem reviver essa nostalgia!

1. Você e seus amiguinhos com certeza eram os "capetinhas" do condomínio - sempre fugindo do zelador, síndico ou do porteiro.

Image and video hosting by TinyPic

2. Afinal, correr por aí, brincar na garagem e outras coisas proibidas eram muito mais divertidas do que as brincadeiras "permitidas pelo regulamento".

3. Por isso que você já sabia de cor onde ficavam as câmeras do prédio - e onde eram seus pontos cegos também!

4. Além das câmeras, você tinha que tomar cuidado com as janelas, lógico!

Image and video hosting by TinyPic

Sempre tinha os vizinhos fofoqueiros que ficavam olhando (e reclamando) da janela!

5. Mas sempre era muito triste quando chegava às 22h - as luzes se apagavam e nenhuma criança podia ficar mais lá embaixo.

6. Afinal, a vontade era de ficar 24 horas lá, brincando de polícia-e-ladrão, pega-pega, esconde-esconde...

7. Quando vocês tinham que subir, a brincadeira podia continuar no hall ou no apê um do outro!

Image and video hosting by TinyPic

8. Claro que quando o barulho passava dos limites, as reclamações vinham por interfone...

9. E na época que não existia WhatsApp, ficar horas pendurado no interfone com seu melhor amigo(a) era o melhor jeito de falar das fofocas!

Image and video hosting by TinyPic

"Me interfona assim que você chegar da escola!"

10. Estar entediado em casa era resolvido facilmente - só subir/descer alguns degraus que você já estava na casa dos amigos!

11. Por isso que às vezes sua mãe chegava em casa e tinha que ficar te "caçando" nos apartamentos vizinhos, interfonando um por um.

12. Quando não era pelo interfone, era no grito mesmo!

Image and video hosting by TinyPic

E quem tinha bom-senso respondia a mãe gritando pela janela!

13. Até porque, muito da comunicação com seus amigos era no grito também, de uma janela para outra.

Image and video hosting by TinyPic

14. Sempre tinha a mãe de um amigo que era meio que "mãezona" de todo mundo, deixando a turma brincar ou dormir lá.

15. Mas também tinha aquela mãe que todo mundo tinha medo! Só porque ela não queria bagunça em casa e parecia ser brava por isso.

16. Se você estava de férias e não viajava significava que você ia passar muito tempo no apê dos seus amigos - seja jogando videogame, vendo TV, brincando de barbie...

17. E quando um dos seus amigos estava de castigo, você que tinha que convencê-la de deixá-lo ir lá embaixo para brincar.

Image and video hosting by TinyPic

18. Quando sua mãe ia sair e não queria te deixar sozinho, ela pedia para a mãe do seu amigo "dar uma olhadinha" em você.

19. As travessuras mais comuns entre você e seus amigos era apertar todos os botões do elevador (totalmente inofensivo).

Image and video hosting by TinyPic

20. Ou bater na porta/tocar a campainha dos outros e sair correndo (ok, não tanto inofensivo assim).

Image and video hosting by TinyPic

21. Se vocês estavam lá embaixo e começava a chover, não era incomum decidirem tomar um banhão de chuva - por pura diversão!

22. E bexigas d'água e sabão tornavam tudo mais divertido.

23. A bola sempre caía em cima da árvore ou do muro para a rua...

24. Quando seu amigo estava levando um bronca você ouvia cada palavra - da sua casa.

E vice-e-versa.

25. Se um dia você estava sem a chave de casa, você sempre tinha a casa dos amigos para esperar sua mãe chegar...

Ou o hall mesmo!

26. Ficar preso no elevador era aventura para poucos - secretamente vocês todos queriam sentir essa adrenalina na pele!

Até porque 5 minutos depois alguém destravava a máquina.

27. E claro: o elevador tinha SÓ quatro cantos e era cada um por si nessa hora!

Image and video hosting by TinyPic

28. A casa de máquina do elevador que ficava no último andar era um lugar super proibido e misterioso.

29. E o barulho que fazia quando alguém abria o elevador no seu hall já te salvou de poucas e boas - dava pra saber se sua mãe estava chegando enquanto você aprontava uma!

30. Mas se acabava a luz... Aí era uma canseira para subir todos aqueles degraus!

31. A data favorita da sua turma era o Halloween - quando vocês podiam se fantasiar e bater de porta em porta pedindo doces ♥

Image and video hosting by TinyPic

32. As travessuras para quem não tinha doce variavam, mas vocês pegavam leve vai (trocavam os tapetes, colavam papel higiênico na porta...).


Atualizado em 7 Mar 2019.

Mais notícias

Lego lança coleção com flores e bonsais para os apaixonados por plantas

Comportamento

Amazon lança versão da Alexa que fala português – e o Guia da Semana está lá!

Comportamento

8 coisas que você pode fazer em casa quando acaba a energia

Comportamento

Do 'pudol' ao 'bigou': site promove adoção de vira-latas por meio de buscas erradas no Google

Comportamento

8 coisas que você pode fazer em casa para matar o tédio em dias chuvosos

Comportamento

App lança mapa interativo que mostra blocos e festas de Carnaval próximos ao usuário

Comportamento