Guia da Semana
Compras
Por Redação Guia da Semana

A vez do homem beta

Sacaneado pelos amigos por não ser um exemplo de virilidade, o homem sensível - que não pega no pé, cuida das crianças e discute a relação - ganha a simpatia feminina com seus predicados.

Ele é charmoso, carinhoso, atencioso e lhe manda uma mensagem de bom dia, na manhã seguinte daquele jantar incrível. Além disso, sabe cozinhar, tem ótima sintonia com as crianças, não é ciumento e não reclama se você chega tarde da happy hour com as amigas. Para completar, depois do filme acompanhado de brigadeiro de panela, é ele quem enfrenta a esponja e o detergente. 


Esta é a descrição perfeita para o homem da sua vida? Pois bem, trata-se do homem beta, um novo rótulo para a figura masculina moderna. A denominação é oriunda do alfabeto grego, no qual a segunda letra, o beta, é voltado ao mundo das emoções. Assim, o homem beta é mais sensível e não se simpatiza com os jogos de poder masculinos, enquanto o macho alfa, primeira letra do alfabeto grego, tem o papel de líder valente, caçador e conquistador das fêmeas do bando.

Na prática, o homem beta gosta de falar dos sentimentos e não tem necessidade de ser o melhor em tudo. Gosta de cuidar dos filhos, divide as contas com a mulher e, se precisar, pode até ser sustentado por ela. Definitivamente, ele é avesso à ideologia machista, não tem vergonha de seu lado sensível e exerce atividades que, antigamente, eram da competência das mulheres. Ao contrário do homem alfa, que faz o papel de provedor, másculo e agressivo, o beta é um homem mais colaborativo que competitivo.

Casado há 10 anos com a arquiteta Mariana Andrade, pai de Andréia, de 1 ano, e de Mateus, de 3 anos, o administrador de empresas Daniel Santos não reclama do fato de ela ganhar mais do que ele. "Ela fatura mais, mas em compensação fica menos tempo em casa. Enquanto isso, sempre que posso, faço questão de passar mais tempo com as crianças e aproveito para preparar o jantar.", revela o marido prendado.

Este é um exemplo das relações conjugais atuais, que não comportam mais o modelo de casal tradicional, no qual o homem trabalhava fora o dia inteiro e era o único responsável pelo sustento da casa, enquanto a mulher cuidava das tarefas domésticas e dos filhos.

Depois de quase meio século de emancipação feminina, a mulher moderna não precisa mais da figura masculina como proteção. Segundo o terapeuta e consultor de relacionamentos Sérgio Savian, atualmente, "se o homem tiver um comportamento machista é capaz de ficar sozinho. As mulheres não admitem mais viverem como suas mães, avós e bisavós. As que ainda são casadas com homens machões estão prestes a se separarem e as solteiras relutam em se casar com um homem que mostre suas garras machistas.", analisa.

Seja na esfera social, econômica ou profissional, a mulher invadiu áreas antes, dominadas pelos homens. Em contrapartida, a tendência é que o universo masculino comece a assimilar tarefas e comportamentos tidos como femininos, tais como a simpatia por discutir a relação afetiva e a disponibilidade para cuidar dos filhos. Para não criar nenhum clima de disputa e competitividade neste processo, a psicóloga Maria Helena Alcântara Lisboa, vice-presidente do Projeto Mulheres Inteligentes, ressalta que "o mais importante numa relação a dois é o respeito, que deve existir entre ambas as partes".

Características do homem beta
O homem beta:
? Diz "eu te amo"
? Não tem medo de pedir perdão
? Contraria a máxima de que "homem não chora"
? Discute a relação com você numa boa
? Cuida dos filhos sem reclamar.
? Cozinha, lava louça e arruma a casa

O homem beta nunca:
? Fica se olhando no espelho o tempo todo
? Trai a mulher por pura diversão
? Arruma briga na rua
? Se sente inferiorizado por você ganhar mais que ele
? Faz questão de provar que tem razão em tudo



Alfa x beta
Para o estudante universitário Jonas Machado, a habilidade em manusear talheres e temperos e o jogo de cintura ao lidar com o ciúme da namorada não condiz com romantismo. "Sou carinhoso, dou presente, mas odeio discutir a relação e, na cozinha, não sei fritar um ovo. Quando quero surpreender, levo para jantar fora, ou algo do tipo. Esse lance de ´homem-amélia´ não é comigo!"

No universo feminino, um homem mais prestativo e companheiro se destaca no momento em que a relação começa a ganhar fôlego. Porém, quando o assunto é a conquista, o típico machão ainda leva vantagem. Segundo o terapeuta Sérgio Savian, "o grande problema é que aos homens beta, muitas vezes, falta a coragem necessária para conquistar uma mulher, que ainda sente-se atraída pelo lado mais agressivo e bruto do homem. Elas dizem que não, que querem um homem sensível, mas no fundo também querem um homem com jeito meio rude."

Segundo o Sérgio, quando a disputa ganha o campo dos lençóis, o homem beta precisa deixar de lado a sensibilidade. Na hora da conquista sexual, "as mulheres esperam que o homem tenha atitude. Além de sensível, elas querem que o homem providencie um bom sexo. Isto significa que a mulher, hoje, procura um homem que tenha os dois lados da moeda, tanto o alfa, como o beta.", afirma Sérgio.

Segundo a psicóloga Miriam Barros de Lima, "mais importante do que se pensar em tipos de homem, ´alfa ou beta´ é notar que estamos em um momento onde homem e mulher percebem que possuem forcas e fraquezas e que podem ser colaboradores na vida um com o outro. Não existe um jeito de ser homem ou mulher, que e certo ou errado, mas sim um jeito de ser, que cada um vai construindo diante dos novos desafios que a sociedade vai apresentando."

No ponto de vista feminino, a opinião se divide entre a virilidade típica do homem alfa e a sensibilidade do beta, o novo estereotipo de homem ideal. Para lhe ajudar a analisar os prós e contras deste novo conceito masculino, as mulheres da redação do Guia da Semana teceram seus comentários, confira:

"Bom mesmo é o homem que sabe equilibrar as duas personalidades. Não que não seja bom um cara romântico, aberto a conversas e atencioso... Mas, poxa! Também não dá para namorar uma moça. Um "quê" de machismo é importante, afinal, as mulheres buscam por HOMENS e não melhores amigas, com quem você pode cozinhar, falar de sentimentos e passear no shopping. Uma observação importante: homem que carrega a bolsa da mulher no shopping/ mercado/ qualquer outro lugar é muito broxante!"
Carolina Tavares, 22 anos.

 

"É ilusão esperar um homem perfeito. Não tem aqui, nem na casa da Angelina Jolie! O homem beta é um cara bacana, inteligente, companheiro e centrado. Eu gosto de homem com foco, que sabe o que quer, que faz das suas responsabilidades, objetivos. Ele não é dramático e não dá escândalo seguido de chantagens emocionais quando você diz que vai sair ou viajar com as suas amigas. É um cara seguro, que entende quando você está de TPM e não quer falar nem um minuto por telefone." 

Denise Molinaro, 32 anos.

 

"Para um homem beta ser uma besta, basta um "s". Acho lindo o cara ser sensível, mas não pode ser mais do que você. O mesmo vale para vaidade, é demais um cara se cuidar, mas se no banheiro dele tiver mais cremes do que no seu, corra! Sabe aquele papo de que sempre existe um chinelo velho para um pé cansado? Isso vale para ideal de homem também. Ainda bem que eu já achei o meu, e não me importo nem um pouco em rachar a conta do boteco com ele."
Marina Bastos, 25 anos.


" Como tudo na vida tem que ter equilíbrio, vejo que nesta situação não é diferente: o homem tem que ter e ser a mistura do beta e do alfa, porque se afirmar que o homem tem que ser totalmente beta estaria acreditando em uma ilusão, porque eles não existem. O que realmente existe são homens que respeitam as mulheres, são companheiros e fazem de tudo para que elas se sintam especiais, mas claro... tudo com uma apimentadinha de virilidade e testosterona, porque para conversinhas e lero-lero, nós mulheres, temos uma lista de amigas."
Thalita Battistin, 24 anos.


"Sinceramente? Eu prefiro o homem beta. Porque ter um cara todo bonitão do lado - e ele ser só isso - é bem chato. O tal do beta parece mais normal, romântico, compreensivo, sei lá. Gosto de gentilezas. Não posso afirmar que o homem alfa não seja gentil, mas não parece típico. E acho que ser mimada, às vezes, é importante."
Mariana Lima Pereira, 22 anos.


"Eu acho que o homem beta é uma reação dos homens às mudanças de comportamento das mulheres na sociedade. O que aconteceu, na minha visão, é que a mulher, ao entrar no mercado de trabalho e disputar lugares sociais com os homens, ficou mais independente e exigente em relação ao parceiro e fez com que os homens começassem a perceber que papel deles também deveria ser outro. Eles começaram a dividir tarefas com a mulher e entender que sua função como provedor da família pertence ao passado. Eu considero os homens beta muito mais atraentes, pois são antenados com seu tempo, atenciosos e sensíveis."
Cyntia Calhado, 21 anos.


"Homem alfa ou homem beta, que escolha difícil! O ideal, na minha opinião, seria misturar um pouquinho de cada, afinal toda mulher quer um cara que seja másculo, vaidoso, símbolo de virilidade com qualidades indiscutíveis na cozinha, carinhoso, que te trata bem... Seria perfeito, mas como não existe homem perfeito... Por isso ainda prefiro o beta. Melhor um homem e zeloso que um homem bonito, afinal beleza um dia acaba, mas carinho fica pra sempre."
Maria de Luna, 25 anos.


"É muito difícil encontrarmos tantas atribuições boas em uma pessoa só! Não quero dizer que seja impossível, porque ainda existem aqueles que abrem a porta do carro para você entrar ou pagam a conta. Mas acho que ainda estamos em uma sociedade que está ficando cada vez mais machista, porque as mulheres estão, querendo ou não, se igualando aos homens, no quesito profissional, principalmente. Então vem o medo de "perder o lugar" e o ego acaba falando mais alto. O homem beta existe, mas não é perfeito!"
Maraísa Bueno, 23 anos.


"Se for para escolher entre um homem beta e um alfa, fico com o beta. O homem beta é do tipo que toda mulher, que pensa em viver uma relação séria, quer: carinhoso, prendado, fiel e cavalheiro, ou seja, fácil, fácil de amar. Mas será que tanto romantismo não enjoa? Acho que não precisamos ir de um extremo ao outro. Sem querer ser exigente demais, o ideal mesmo seria mesclar o que cada um tem de melhor. Afinal, cavalheirismo é muito bom, mas uma dose do melhor jeito "homem" de ser nunca fez mal a ninguém."
Nadia Tamanaha, 20 anos.


"O homem alfa pode ser comparado a uma picanha, grande e mal passada, encarado por muitas como pecado e desejado por outras tantas. Se consumido em excesso, pode fazer mal ao coração e, por ser disputado no mercado, deve ser comido imediatamente. Já o homem beta é mais light, uma saladinha bem feita. À primeira vista, pode parecer insosso, porém, quando degustado com a devida atenção, é possível notar um sabor bem elaborado. O melhor é que pode ser apreciado por muito tempo, afinal, é leve e faz bem para a saúde. Porém, não agrada a qualquer uma, para perceber o tempero deste rapaz, é preciso comer sem pressa, reparando nos detalhes."
Talita Xavier, 21 anos.


"O homem beta tem muito mais chances de chamar minha atenção. Não quero generalizar, mas músculos e rosnadas costumam camuflar o cérebro limitado do homem alfa. Prefiro infinitamente me relacionar com alguém que saiba conversar bem sobre qualquer assunto - inclusive relação e infortúnios da vida -, do que com um indivíduo que faça um belo volume do meu lado. E como homem alfa-beta é raridade nesse mundo, fico com os inteligentes e sensíveis. Ou não. Meus amigos gays têm esse perfil. É, deixa pra lá"
Mayra Maldjian, 24 anos.

 



Colaboraram:
? Sérgio Savian
? Maria Helena Alcântara Lisboa
? Miriam Barros de Lima


Atualizado em 4 Ago 2015.

Mais notícias

Mais de 25 presentes para surpreender no Natal 2018

Compras

Mais de 20 ofertas imperdíveis para aproveitar na Semana do Consumidor

Compras

Semana do Consumidor na Amazon tem descontos de até 80% em mais de 20 mil itens, confira!

Compras

Saraiva comemora Dia da Mulher com descontos de 50% na compra de livros

Compras

Banco do Brasil lança app Ourocard e traz benefícios para quem usa o cartão

Compras

Leilão da coleção de arte do Banco Santos arrecada mais de R$ 11.8 milhões

Compras