Guia da Semana
Compras
Por Marcus Oliveira e Jussi Maria

Guia do tênis

Veja quais os modelos ideais para determinados tipos de pés e pisadas e compre um parceiro ideal para as horas de malhação.

Para não errar na hora de escolher o modelos do tênis conheça o seu tipo de pisada (Getty Images)

Você finalmente conquista a estabilidade que buscava no emprego, encontra a tampa da sua panela, e entre jantares em restaurantes bacanas e as festinhas com os amigos, você percebe uma protuberância abdominal que não existia por ali. É hora de se mexer!

Nessa hora, aquele tênis cheio de poeira, ainda com um resquício da lama da última trilha que você se arriscou a fazer e chegou de língua de fora, ganha vida e você pensa: preciso de um novo! O calçado é determinante para melhorar o desempenho dos movimentos, ajuda a evitar possíveis lesões e, de quebra, ajuda a compor um outfit estiloso aos donos dos pisantes.

Confira alguns modelos e veja qual se encaixa melhor ao seu tipo.

Pé de anjo

Pode até parecer bobagem, mas descobrir o seu tipo de pé é fundamental para escolher o tênis ideal para acompanhá-lo nos momentos de malhação. E isso não é uma tarefa tão complicada. Há três tipos básicos: o chato (todo a planta do pé toca o solo), de arco normal (uma pequena curva à esquerda do centro da pisada) ou alto (uma curva maior à esquerda do centro da pisada).

Já saber qual é o tipo de pisada, ou seja, a forma como o pé pressiona o solo durante a corrida e "rola" pelo chão até impulsionar o corpo com a ponta dos pés, é um pouco mais trabalhoso. Os tipos de pisadas existentes são:

Neutra: se inicia no lado externo do calcanhar e segue uma rotação moderada para dentro uniformemente, terminando a passada no centro da planta do pé. Normalmente, quem tem o arco do pé normal apresenta esse tipo de pisada.

Pronada: também começa do lado externo do calcanhar ou, em alguns casos, mais para a parte interna, onde ocorre uma rotação acentuada do pé para dentro, terminando próximo ao dedão.

Supinada: começa no calcanhar, do lado externo, e se mantém, aumentando o impacto entre as articulações, terminando a pisada na base do dedinho, onde o impulso é concentrado nos últimos dedos.

O modelo ZigFly, da Reebok, traz a tecnologia Zig Nano – uma variação da ZigTech, lançada em 2010. Indicado para running performance, o tênis tem atributos que fazem a transferência de energia horizontalmente, desde o início da pisada (no calcanhar) até o término (nas pontas dos dedos), impulsionando o atleta para frente durante o treino ou corrida.

Os benefícios são a economia de energia e a redução de desgaste físico obtidos pelo atleta. O ZigFly tem entre suas particularidades uma placa articulada no solado, que garante estabilidade, além de ranhuras frontais e uma inserção de espuma sobre o cabedal, o que melhora o amortecimento e aumenta a flexibilidade. A tecnologia Reebok - StableFit, posicionada no calcanhar do tênis, promete a perfeição no ajuste do calçado.



Acima, à esquerda, Neutro 3, à direita, Prona 2 e abaixo, à esquerda, o Flex, da Olympikus; abaixo, à direita, Adidas adiZero Tempo 4 Mono

O modelo Neutro 3, da Olympikus, oferece conforto aos atletas pela palmilha anatômica e a entressola injetada, que garante amortecimento à pisada.

O Prona 2, também da Olympikus, possui a parte interna da entressola intermediária, reforçada para corrigir o giro da pisada pronada, o que oferece mais conforto e extremo amortecimento

O Flex, da Olympikus, possui sola com borracha na parte traseira e dianteira para maior aderência ao solo, e o cabedal é feito com tecido de dupla frontura para facilitar a transpiração do pé. Ideal para quem pratica esportes por divisão.

O Adidas adiZero Tempo 4 Mono oferece liberdade diminui a tensão nas articulações durante todo o treinamento e, para dar suporte e se adaptar a qualquer tipo de superfície, dispõe de mais conforto e proteção as áreas mais forçadas durante a corrida.

Um outro modelo explora a sensação de correr descalço, mas com conforto. Trata-se do Vibram FiveFingers, da Davison Division (acima), cuja linha Bikila traz opções masculinas e femininas.

Com cara de “luva para os pés”, o calçado tem um suporte anatômico na sola, de 4 mm, e palmilha de 3 mm de poliuretano, sendo mais grossa na planta do pé, o que distribui o impacto na base, sem interferir na interação como solo. Além de ser indicado para corrida e caminhada, o tênis pode ser usado em práticas como ioga e pilates e as radicais trekking e escalada.

ATENÇÃO:

Antes de passar o cartão e levar seu tênis para casa, o indicado é fazer um teste da pisada, disponível em diversas lojas especializadas em calçados, especialmente os de esportes. Olhar o solado não é a forma mais segura de saber qual combina com a sua pisada, afinal, os modelos tendem a se desgastarem, independentemente da pisada, na região do calcanhar.

Ao escolher o modelo errado você aumenta o risco do seu pé sofrer mais impacto. Os tipos de tênis neutros não possuem um sistema de amortecimento muito complexo, pois não precisam corrigir a pisada, já os pronados têm amortecimento na parte interna e o supinado na parte externa.


Por Marcus Oliveira e Jussi Maria

Atualizado em 16 Dez 2012.

Mais notícias

Presentes para o Dia dos Namorados 2020

Compras

Presentes para o Dia das Mães 2020

Compras

Comic Con 2019 traz pela primeira vez loja da Universal com produtos exclusivos; saiba mais!

Compras

Ideias de presentes para o Natal 2019

Compras

Dicas de presentes para o Dia das Crianças 2019

Compras

25 dicas de presentes para o Dia dos Pais 2019

Compras