Guia da Semana

Marinhas - Arqueologia da Morte

Fotógrafo Orlando Azevedo reúne objetos recolhidos do mar em 33 imagens.

Este evento terminou

Marinhas - Arqueologia da Morte

Data 13 Ago 2010-21 Nov 2010
Até 21 de novembro de 2010.

Preço(s) R$ 4,00.

Horário(s) Terça a domingo, 10h às 18h.

Exposição: Fotografia

Rua Marechal Hermes, 999, 80530-230

Telefone (41) 3350-4400

Nascido na Ilha Terceira, nos Açores, e fascinado pelo Oceano Atlântico, o fotógrafo Orlando Azevedo, que vive em Curitiba desde 1963, é o artista da mostra Marinhas - Arqueologia da Morte, em cartaz no Museu Oscar Niemeyer até 21 de novembro. Captadas por Azevedo, as 33 fotografias da mostra apresentam animais em decomposição, ossos, conchas e até um bichinho de pelúcia enrolado em arame, todos trazidos pelo mar à areia da praia. As imagens foram clicadas na casa de Azevedo onde o fotógrafo posicionou os objetos sobre uma mesa enferrujada de bar, também encontrada por ele em uma praia chilena. Foto: Orlando Azevedo 

Compartilhe

Mapa do local

Comentários

Explore ao redor

Parcão

Parcão

Sorella - Centro Cívico

Sorella - Centro Cívico

256m

Maccheroni

Maccheroni

301m

Mancheroni

Mancheroni

301m

Menina dos Olhos Centro Cívico

Menina dos Olhos Centro Cívico

331m

Green Dog

Green Dog

348m

Notícias recomendadas

Obras do MASP agora podem ser vistas em plataforma on-line gratuita

Museu integra a partir de hoje o acervo do Google Arts & Culture

Museu do Café, em Santos, inaugura exposição gratuita sobre propaganda da bebida

A partir de 28 de dezembro, os visitantes poderão conhecer as estratégias das marcas de café de 1900 a 1959

Especial férias: MASP abre ao público em todas as segundas-feiras de Janeiro

Programação de férias disponibiliza cinco dias a mais para visitar o Museu

5 motivos para assistir ao documentário "O começo da vida" na Netflix

O filme mostra a importância dos primeiros anos de vida sob a ótica dos quatro cantos do mundo

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA