Guia da Semana
Exposição
Por Nathália Tourais

7 curiosidades sobre Joan Miró que você precisa saber antes de visitar a exposição no Tomie Ohtake

Exposição em homenagem ao artista chega ao Instituto Tomie Ohtake em maio.

Miró gostava de trabalhar sozinho e em silêncio, na maioria das vezes em seu estúdio (Alfredo Melgar/Divulgação)

Depois de trazer Yayo Kusama e Salvador Dali, o Instituto Tomie Ohtake recebe - dia 20 de maio - a megaexposição de Joan Miró. Entretanto, antes que você visite a mostra, o Guia da Semana lista algumas curiosidades que você precisa saber sobre o artista.

Confira: 

Joan Miró i Ferrà 

O nome completo de Miró, como ficou conhecido, é Joan Miró i Ferrà. Ele nasceu em Barcelona, em 1893, morreu aos 90 anos e ficou conhecido por suas pinturas. Entretanto, também foi um escultor, gravador e ceramista.

Gostava de explorar as possibilidades da arte, testando seus limites, cruzando-a com a literatura e o teatro e, assim, criar uma nova maneira de dizer e de fazer.

A fome para ter boas ideias


Miró veio de família rica. Porém, jamais aceitou ser sustentado pelos pais. Viajou para França, onde conheceu e se aproximou de Picasso e muitos outros artistas, filósofos, poetas e pensadores. 

Seu dinheiro estava sempre no limite e seus pais não apoiavam sua vida artística. Assim, não tinha ajuda financeira e chegou a passar fome, dificuldade que usava para suas próprias criações, pois tentava aproveitar as alucinações que a falta de comida lhe dava pintando novos quadros e sentindo o mundo de um jeito diferente. Era comum ouvi-lo dizer que a fome lhe servia para ter boas ideias.

Contraste entre sua personalidade e suas obras

Segundo Desmond Morris, pintor surrealista, Miró era um homem extremamente reservado e educado, cortês. O oposto das suas pinturas.

Era um homem do silêncio e discreto, um artista avesso a jornalistas. Dispensava ser o centro das atenções, mesmo quando o seu trabalho era já muito disputado. Compreendeu e representou a relação entre a pintura e a poesia como poucos artistas fizeram, transportando para a sua arte a escrita, criando estruturas poéticas visuais.

Artista completo


Muitas pessoas conhecem e associam Joan Miró como surrealista ou costumam impor outros rótulos. Entretanto, segundo Rosario Peiró - chefe do departamento de coleções do Museu Nacional Rainha Sofia - sua produção é tão grande e diversificada que não faz sentido fechá-lo em caixas. Em cada década, Miró apresenta algo novo e está sempre disposto a experimentar cores, suportes e formas, à procura de uma liberdade na expressão, na pintura e na poética.

Novo olhar sobre o mundo

Com linhas simples, o artista nos convida a ver o mundo e seus símbolos como se fosse a primeira vez - sedutor para todas as pessoas, de leigos a críticos. 

Cuidado com suas obras

Miró e Max Ernst, pintor alemão, eram vizinhos. Com medo que Ernst visse suas criações, costumava deixar suas telas viradas para a parede. O artista era tão quieto e conservador que, certo dia, Ernst e outros colegas da época invadiram seu estúdio e, bêbados, viram algumas de suas obras e o penduraram pelo pescoço com uma corda. Mais tarde assumiu que teve medo de morrer, mas que manteve-se em silêncio e, sóbreo, conseguiu se soltar.

Fama e reconhecimento

Partiu para os Estados Unidos para criar um mural para o Hotel Terrace Plaza, em Cincinnati. A partir disso, passou a receber diversos convites e ao voltar para Paris, foi recebido como um artista de peso.

Serviço:

Exposição Joan Miró
Local: Instituto Tomie Othake
Data:
a partir de 20 de maio de 2015
Horários:
de terça a domingo, das 11h às 20h 
Preço: Gratuito 


Por Nathália Tourais

Atualizado em 23 Abr 2015.

Mais notícias

Saiba o que esperar da exposição "Hebe Eterna", no Farol Santander

Exposição

Saiba tudo sobre a exposição “Mickey 90 anos", em cartaz no Shopping JK Iguatemi

Exposição

Confira as exposições imperdíveis em São Paulo em 2019

Exposição

Saiba tudo sobre a exposição "Hitchcock: Bastidores do Suspense", que chega ao MIS nesta sexta-feira (13)

Exposição

7 exposições em cartaz em São Paulo para visitar nas férias de julho

Exposição

Abertura da exposição Ex Africa, no CCBB, terá performance e debate com artistas; confira!

Exposição