Guia da Semana

A Mãe do Patinho Feio

Peça de teatro debate preconceitos, exclusão social e pdrões estéticos.

Este evento terminou

A Mãe do Patinho Feio

Data 08 Out 2011-09 Out 2011
8 e 9 de outubro de 2011

Preço(s) R$ 20

Horário(s) Sábado e domingo, 16h.

Praça Santos Dumont, 117, 88036-680

Telefone (48) 3721-9447

O grupo os Bruxos da Corte sobe ao palco do Teatro da UFSC para apresentar A Mãe do Patinho Feio em 8 e 9 de outubro, às 16h.

O espetáculo conta a história de um patinho solitário, que é adotado por uma Pata Mãe que, por sua vez, é motivo de comentários maldosos da vizinhança de peruas. A partir desse enredo, são tratados temas como preconceito, exclusão social e a ditadura estética.

Compartilhe

Mapa do local

Comentários

Explore ao redor

Bar do Pida

Bar do Pida

11m

Berinjela Gourmet Sandwich

Berinjela Gourmet Sandwich

12m

La Bohème Café- Trindade I

La Bohème Café- Trindade I

94m

Pukurô Sushi Bar - Shopping Trindade

Pukurô Sushi Bar - Shopping Trindade

104m

Igreja Matriz da Santíssima Trindade

Igreja Matriz da Santíssima Trindade

134m

Yellow´s Pizzaria

Yellow´s Pizzaria

336m

Notícias recomendadas

Museu da Empatia chega a São Paulo com instalação interativa; saiba mais!

Projeto temporário permite que as pessoas se coloquem no lugar das outras

Obras do MASP agora podem ser vistas em plataforma on-line gratuita

Museu integra a partir de hoje o acervo do Google Arts & Culture

Museu do Café, em Santos, inaugura exposição gratuita sobre propaganda da bebida

A partir de 28 de dezembro, os visitantes poderão conhecer as estratégias das marcas de café de 1900 a 1959

Especial férias: MASP abre ao público em todas as segundas-feiras de Janeiro

Programação de férias disponibiliza cinco dias a mais para visitar o Museu

5 motivos para assistir ao documentário "O começo da vida" na Netflix

O filme mostra a importância dos primeiros anos de vida sob a ótica dos quatro cantos do mundo

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas