Guia da Semana
Jogos
Por Álvaro Saluan, Pizza Fria

Call of Duty: Modern Warfare 2 Remastered | Review

Em 2009, Call of Duty: Modern Warfare 2 era lançado. Entre missões polêmicas, uma trama surpreendente e um modo multiplayer.

Em 2009, Call of Duty: Modern Warfare 2 era lançado. Entre missões polêmicas, uma trama surpreendente e um modo multiplayer excelente, o título se tornou um dos FPS mais consagrados da história dos games. E, em meio a essa onda de remasters e remakes, surge Call of Duty: Modern Warfare 2 Remastered, contando apenas com a campanha remasterizada. E, convenhamos, isso faz todo sentido, já que a série Call of Duty conta com diversos títulos multiplayer ainda em atividade, enfatizando-se aqui o seu gratuito, Warzone.

Enfim, desde 2009, muita coisa passou. Contudo, vale ressaltar que a história, assim como personagens, seguem idênticos ao jogo original. Mas, de toda forma, os gráficos evoluíram e as exigências dos players também. E será que Call of Duty: Modern Warfare 2 Remastered conseguiu atender as exigências de 2020? Esse e outros pontos serão abordados nesta review.

Recapitulando a história de Call of Duty: Modern Warfare 2

Mesmo sendo um título originalmente produzido, não darei spoilers aqui. A campanha de Call of Duty: Modern Warfare 2 Remastered traz as missões clássicas “Cliffhanger”, “The Gulag”, “Whisky Hotel” e outras. Sendo assim, os jogadores verão rostos conhecidos como Soap, Price, Ghost e o resto da Task Force 141 em ação contra Vladimir Makarov e um outro inimigo inesperado, que leva o grupo a, literalmente, estar no meio do fogo cruzado. Tal como no original, os jogadores controlarão diversos personagens, algo que é mostrado ao longo das telas de loading.

A história de Modern Warfare 2 mostra que não há santos na política mundial ou na guerra. Todos contam com interesses e objetivos particulares e, para alcançá-los, farão de tudo. Nessa busca implacável por Makarov, um terrorista russo, mais conhecido pela polêmica missão No Russian (que você pode ou não jogar), os jogadores irão chegar até mesmo a uma favela na cidade do Rio de Janeiro. Enfim, a história segue sendo a conhecida de 2009, mas me furtarei a falar apenas disso, não estragando a experiência dos novos jogadores. De toda forma, ela é um dos pontos altos de Call of Duty: Modern Warfare 2 Remastered, juntamente da parte gráfica, claro.

call of duty: modern warfare 2 remastered
O Rio de Janeiro pela perspectiva de Call of Duty: Modern Warfare 2 Remastered. Imagem: Divulgação.

Gráficos, sons e gameplay

A remasterização de Call of Duty: Modern Warfare 2 é surpreendente (como mostra o vídeo abaixo). Nela, além do suporte a resolução em 4K HDR, os gráficos foram mais aprimorados. Vale lembrar que, no lançamento em 2009, o título já era bem avançado. Contudo, cá em 2020, além das melhorias no visual, o jogo também melhorou e remasterizou o áudio. Sendo assim, no quesito gráfico, o título se coloca facilmente entre outros jogos atuais, mostrando o excelente trabalho feito anteriormente pela Infinity Ward e agora aprimorado pela Beenox.

Já a gameplay, como a própria comparação gráfica abaixo mostra, segue idêntica. Particularmente, senti nostalgia demais ao jogar, pois até a HUD do game (menu de munição, etc.) era muito parecida. Aliás, me lembro muito bem de jogar o título em um PC modesto em 2009 e ficar encantado (e apavorado) com a história do jogo. Ou seja, para quem ficou preocupado com os impactos do remaster, é bom deixar claro que nisso, pouca coisa mudou, e o jogo manteve a fórmula simples, mas eficaz de 2009.

Vale a pena comprar Call of Duty: Modern Warfare 2?

Ao trazer gráficos de última geração e uma história simplesmente eletrizante (embora seja curta, cerca de 7 horas), Call of Duty: Modern Warfare 2 é um título obrigatório para os fãs de FPS com pano de fundo bem elaborado. Mesmo com a insistência de colocar a Rússia como uma potencial inimiga da ordem mundial (algo que eu enquanto professor já tive de responder mil vezes), o título conta com um enredo cheio de ação e reviravoltas. Pra mim, certamente é um dos maiores jogos de ação de todos os tempos e merece seu lugar na estante (virtual ou não) de todo gamer, mesmo não tendo o modo multiplayer, cobrado por alguns. Talvez o que tenha faltado aqui de fato foi o modo cooperativo, que dava um prolongamento ao título.

Por fim, o jogo, publicado pela Activision, encontra-se disponível para PC, Xbox One e PlayStation 4 e vale muito a pena, mesmo que sua campanha seja considerada atualmente como “muito curta”.

*Review elaborada no PC, com código disponibilizado pela Activision.

Pizza Fria

Reviews, notícias e tudo sobre o mundo dos games

Por Álvaro Saluan, Pizza Fria

Atualizado em 13 Mai 2020.

Mais notícias

Super Mario 3D All-Stars | Review

Jogos

Tennis World Tour 2 | Review

Jogos

Microsoft revela valor dos Xbox Series X e Series S no Brasil

Jogos

Rocket Arena | Review

Jogos

Bethesda Softworks é adquirida pela Xbox por US$ 7,5 bilhões

Jogos

Xbox Game Pass para PC deixa o beta e é lançado no Brasil

Jogos
Guia da Semana Premium
Nosso conteúdo na melhor forma!

Aproveite o Guia da Semana de forma mais rápida, sem banners ou publicidade digital!