Guia da Semana
Jogos
Por Álvaro Saluan, Pizza Fria

DiRT 5 | Review

Mantendo diversas características da série, DiRT 5, game da Codemasters lançado para PlayStation 4, PlayStation 5, PC, Xbox One e.

Mantendo diversas características da série, DiRT 5, game da Codemasters lançado para PlayStation 4, PlayStation 5, PC, Xbox One e Xbox Series X|S, é um insano arcade de corridas off-road, repleto de cenários de extrema ação, como florestas tropicais, montes congelantes e terrenos áridos. O título promete levar os jogadores a disputas insanas contra jogadores online e offline, em um modo Carreira cheio de modalidades e carros possantes.

Mas será que DIRT 5 é um jogo divertido e vale a atenção? Essa e várias outras questões serão apontadas em nossa análise. Atenção pilotas e pilotos! Se preparem para uma review cheia de lama (e outras formas de sujeira)!

“Oi, você está ouvindo o Donut Podcast”…

Ao iniciar DiRT 5, já somos levados para uma corrida-tutorial, onde você ingressará na escola de pilotos amadores do AJ. AJ é conhecido como um dos maiores pilotos do game e será seu mestre durante toda a campanha que, a cada corrida, tende a ficar mais emocionante. Em meio a isso, entre uma corrida e outra, os dois hosts do “Donut Podcast” (sim, ele existe!), James Pumphrey e Nolan Sykes, vão falando tudo sobre as corridas, trazendo informações e entrevistas bem descontraídas, dando mais conteúdo para o modo Carreira. O melhor de tudo isso é que essa parte é totalmente dublada, tendo inclusive no elenco o lendário Wendel Bezerra, conhecido pelas vozes de Goku, Bob Esponja e vários outros personagens.

Acredite se quiser, o jogo tem uma narrativa de fundo, e tal intervenção constante dos podcasters entre uma corrida e outra explica ainda mais o enredo, as rivalidades, a entrada de novos pilotos e muito mais. A gente até espera as falas acabarem, de tão bem feitas que ficaram, pra depois disso entrar na corrida. Mas sinceramente, o que realmente interessa são as corridas!

dirt 5
A beleza gráfica de DIRT 5 é impressionante. (Imagem: Divulgação)

Hora de assumir o volante

Ao começar a correr em DiRT 5, uma coisa fica nítida: o jogo não é um simulador. Mesmo com toda qualidade da produção, o game é focado em um modo arcade, não sendo isso um problema. Aliás, eu adoro a ideia de só me preocupar em me manter na pista e vencer, não tendo que lidar com questões densas como mexer em motores ou aprender detalhes que se aproximam da realidade das corridas. Em DiRT 5, você entra no carro, espera a largada e só vai. E, sinceramente, a experiência é muito agradável, sobretudo por conta dos gráficos maravilhosos e a jogabilidade leve e divertida.

Há alguns probleminhas na física, onde você pode acabar capotando ao bater em alguns pedaços da lateral da pista, algo que te faz ser “reiniciado” na pista, podendo perder diversas colocações. Outro detalhe é que, ao longo das corridas, você se verá em diversos momentos, dentro de pelotões de carros furiosos. Mas não se preocupe, afinal, as batidas não destroem o carro – embora saiam alguns pedaços deles nas animações. No geral, a gameplay é bem satisfatória e divertida, sendo talvez essa a ideia de DiRT 5: diversão acima de simulação.

dirt 5
As disputas são extremamente acirradas. (Imagem: Divulgação)

Os modos de jogo de DiRT 5

DIRT 5 é um jogo mais focado na ação, e isso fica ainda mais nítido em seus modos. O primeiro, o carro-chefe do título, é o modo carreira. Ele conta uma série de eventos que nos colocam dentro de diversas modalidades, carros e pistas, variando bastante as formas de se jogar. Contudo, não precisamos completar todas as corridas para concluir o título, algo que agiliza um bocado o processo, permitindo chegar mais rápido ao final. Nos eventos, temos corridas em situações extremas, como em locais congelados, constituindo essa em uma nova modalidade do game. Além disso, modos clássicos como o Rally Cross, Rally Raid e Sprints estão no game.

Esses modos também podem ser jogados contra outros jogadores, seja no modo split-screen ou online que, infelizmente não conta com crossplay. No entanto, vale ressaltar nesta análise que não consegui encontrar jogadores para disputar online, me restando apenas a experiência da tela dividida, que é uma ótima forma de disputa. Por fim, vale citar o Modo Playground, que é uma novidade na franquia. Nele, podemos criar pistas e publicar para a comunidade, sendo possível também acessar os trajetos criados por outros jogadores, correndo neles com o objetivo de bater os melhores tempos.

dirt 5
Se prepare para fazer manobras arriscadas. (Imagem: Divulgação)

Sujeira pra todo lado (mesmo)

Talvez a parte mais interessante de DiRT 5 seja a “sujeirada” das corridas off-road, que são maravilhosamente elaboradas, sujando os carros ao longo da corrida e levantando muitas partículas do cenário, sendo esse um show a parte no detalhamento do game. Aliás, os gráficos são maravilhosamente bem elaborados, algo que fica explícito ao se observar o andamento das corridas e a mudança dinâmica do clima ou do passar do tempo, onde é possível ver o mapa se encher de neve ou o dia amanhecer, com a iluminação do sol deixando tudo ainda muito mais bonito. Nestes pontos a Codemasters não poupou esforços, sendo a beleza gráfica de DiRT 5 um aspecto de encher os olhos.

Seguindo nessa perspectiva de detalhamento do game, um aspecto interessante são os percursos, que além de divertidos e bem imersivos, carregam características (e clichês, claro) de cada lugar retratado. No campeonato de DiRT 5, vamos para diversos cenários na Itália, EUA, China e muitos outros países, chegando até mesmo a ter corridas no Brasil, no Cristo Redentor e na Floresta da Tijuca, ambos lugares no Rio de Janeiro. No entanto, toda representação do Brasil por empresas do exterior tende a ser muito estereotipada, faltando o devido detalhamento. Onde já se viu o Cristo cheio de favela em volta? Chega a ser engraçado, mas mesmo assim, os trajetos são muito bem feitos e bem animados.

dirt 5
Vai, Brasil! (Imagem: Divulgação)

Vale a pena comprar DiRT 5?

Contando com um dos gráficos mais bonitos dos jogos de corrida, repleto de partículas e detalhamentos, DiRT 5 também conta com uma jogabilidade em arcade muito divertida e, em alguns momentos, desafiadora. No entanto, em alguns momentos, o jogo pode ser monótono, mas isso é quebrado com a introdução de mais rivais, novas pistas, carros e modos de corrida. Além disso, há a possibilidade de se jogar online ou em split-screen, sendo uma forma divertida de passar o tempo. Para além da questão gráfica, o ápice do jogo, outro destaque é o divertido Modo Carreira e sua dublagem, que dão um fôlego a mais para continuar jogando.

Concluindo, DiRT 5 é um jogo bonito e gostoso de jogar, mas não apresenta nada de absurdamente revolucionário, sendo um título que traz boas horas de diversão e muito desafio. O único problema a ser considerado em DiRT 5 é seu preço, que chega a até R$ 299,00. No entanto, essa é uma questão que será cada vez mais comum nos jogos da nova geração, que sofrearam com um aumento no preço.

*Review elaborada em um PlayStation 4 Pro, com código fornecido pela Codemasters.

Pizza Fria

Reviews, notícias e tudo sobre o mundo dos games

Por Álvaro Saluan, Pizza Fria

Atualizado em 16 Nov 2020.

Mais notícias

Worms Rumble | Review

Jogos

Madden NFL 21 e FIFA 21 ganham upgrade para PS5 e Xbox Series

Jogos

Oculus Quest 2 | Review

Jogos

Prime Gaming revela line-up de dezembro com Battlefield 3

Jogos

NVIDIA anuncia GeForce RTX 3060 Ti

Jogos

Red Dead Online ganha versão independente

Jogos
Guia da Semana Premium
Nosso conteúdo na melhor forma!

Aproveite o Guia da Semana de forma mais rápida, sem banners ou publicidade digital!