Guia da Semana
Jogos
Por João Gabriel Marques, Pizza Fria

Fitness Boxing 2: Rhythm & Exercise | Review

Uma coisa que sempre me prendeu a atenção em videogames foi a capacidade de jogos representarem os mais variados gêneros,.

Uma coisa que sempre me prendeu a atenção em videogames foi a capacidade de jogos representarem os mais variados gêneros, de esportes a RPG, dando experiências divertidas e memoráveis a todos os gostos. Com o avanço da tecnologia, nova maneiras de jogar foram introduzidas. Os motion controls, que refletem movimentos feitos pelo usuário de maneira a impactar o jogo foram uma delas, que proporcionaram o advento de games que ajudam a fazer exercícios físicos, sem dúvida uma contradição ao estereótipo do jogador de videogames que fica trancado em casa engordando.

Fitness Boxing 2: Rhythm & Exercise chega como um forte representante dessa categoria unusual, mas crescente no universo dos jogos. O game, desenvolvido pela Imagineer, foi lançado com exclusividade para o Nintendo Switch em dezembro de 2020, distribuído pela própria Big N. O título é uma continuação direta, com o primeiro da série sendo lançado em 2018, também para o mesmo console. Em uma era em que contamos com representantes do mesmo gênero tão inovadores como o magnífico Ring Fit Adventure, será que o objeto da nossa resenha de hoje se mantem forte durante mais um round ou deve jogar a toalha? Você descobre a seguir, com o Pizza Fria!

Flutue como uma borboleta e ferroe como uma abelha

Fitness Boxing 2: Rhythm & Exercise não esconde sua simplicidade. Funciona da mesma maneira que o predecessor, oferecendo diversas séries de exercícios que utilizam aspectos do boxe, em um formato de jogo de ritmo. Devemos mexer o joycon do Switch de formas similares aos movimentos explicados na mesma hora em que o indicador na tela nos comanda. Acertar o ritmo gera pontos que ditam a pontuação final daquela sequência de exercícios. Manter o timing perfeito por algum tempo faz com que o jogador entre em um estado chamado de “zone state”, em que a tela de fundo muda e recebemos pontos adicionais.

Os primeiros movimentos são simples e requerem apenas o uso das mãos, como jabs e diretos, mas logo os treinos se intensificam para manobras mais complexas que envolvem mexer mais partes do corpo: abaixar e desviar, por exemplo. Em um verdadeiro estilo de academia, o treino é acompanhado de releituras instrumentais de músicas famosas, indo do pop com Hot ‘n Cold de Kate Perry até tracks de rock, como Born of the Wild da banda Steppenwolf.

Fitness Boxing 2: Rhythm & Exercise
Com o zone state, os movimentos se tornam mais valiosos. (Imagem: Divulgação)

A playlist de Fitness Boxing 2: Rhythm & Exercise, embora curta, com apenas 20 músicas, traz melodias agradáveis e energéticas, totalmente de acordo ao ritmo dos exercícios, o que engrandece a experiência. A única pena aqui é não poder contar com mais trilhas, algo que seria certamente possível se levarmos o tamanho do jogo em questão. Nem mesmo àquelas do primeiro jogo voltaram para a sequência.

Somos acompanhados por um instrutor, que vai nos dando dicas e ditando o ânimo da sessão, complementando mais ainda o casamento do ritmo musical com os movimentos, adicionando frases empolgantes e incentivos. Depois de um certo tempo, podem se tornar cansativos, mas há a opção de nove professores distintos, cada um com personalidades mais calmas ou animadas, para adicionar mais variedade à experiência.

Crie sua rotina, ou não, em Fitness Boxing 2: Rhythm & Exercise

Além das variadas séries de exercícios e movimentos, Fitness Boxing 2: Rhythm & Exercise também oferece algumas formas distintas de jogo. O jogador pode optar por realizar uma série diária de exercícios ou treinar livremente, podendo criar uma sequência personalizada com as atividades disponíveis no jogo, algo que não era possível no game predecessor. Estão disponíveis, além disso, modos para treino de cada um dos movimentos do jogo, com explicações mais detalhadas dos instrutores e o multiplayer, onde dois jogadores podem realizar a mesma série simultaneamente.

A sequência diária de exercícios é a maneira que, para mim, fez mais sentido ao me aventurar nessa jornada fitness. Elas se tornam progressivamente mais difíceis acompanhando o progresso do jogador e também podem ser customizadas em intensidades leves ou pesadas, acomodando o nível de físico do jogador. Ao final da sessão, Fitness Boxing 2: Rhythm & Exercise de dá uma estimativa das calorias perdidas, com gráficos comparativos aos últimos dias de treino. Uma medida interessante para checar o avanço diário e estimular a voltar diariamente.

Fitness Boxing 2: Rhythm & Exercise
O free training permite que o jogador se exercite com o máximo da liberdade em Fitness Boxing 2: Rhythm & Exercise. (Imagem: Divulgação)

Por outro lado, ser capaz de criar sequencias personalizadas permite ao usuário ignorar certos exercícios que não gosta, considera desconfortáveis ou difíceis. O jogo, inclusive, pergunta depois de determinado tempo se o jogador está se sentindo bem e quer prosseguir. Além disso, dá conselhos para que o esforço não seja prejudicial à saúde.

Exercícios bem-sucedidos permitem que você adquira acessórios e novas roupas para os instrutores. É apenas estético, sem impacto no gameplay, mas adiciona uma dimensão a mais para os jogadores mais “complecionistas” a passar mais tempo com Fitness Boxing 2: Rhythm & Exercise.

Uma pena é que, embora o jogo peça que coloquemos nosso peso e IMC, além de uma meta de avanço físico, estes fatores não afetam as séries de exercícios pensados para nós. Com certeza, uma oportunidade perdida para tornar a experiência realmente única.

Fitness Boxing 2: Rhythm & Exercise
As estatísticas geradas pelo jogo são interessantes e fáceis de compreender, mas podem não refletir a realidade. (Imagem: Divulgação)

Limitações técnicas

Infelizmente, o maior problema que Fitness Boxing 2: Rhythm & Exercise enfrenta está mais ligado a limitações do console do que trabalho malfeito dos desenvolvedores. O motion control, embora mais eficaz do que o do jogo predecessor, ainda peca no reconhecimento de certos movimentos. Os cruzados e esquivas, em especial, são os que dão mais trabalho. Em sequências de grandes movimentos, o jogo tem dificuldade de registrar qual golpe é qual, o que gera descompasso, algo fatal em um jogo de ritmo.

É importante ressaltar que Fitness Boxing 2: Rhythm & Exercise não acompanha câmeras ou aparatos que possam gerar uma análise detalhada sobre os movimentos que realizamos, apenas detecta deslocamentos bruscos em certas direções com o Joy-con. Isso quer dizer que na prática, não temos como saber se estamos executando corretamente as ações que aparecem na tela. Assim, o número de calorias perdidas que o jogo calcula também pode não refletir a verdade.

Fica claro que, apesar de ser um bom exercício, o jogo não pretende se colocar como substituto profissionais reais no que tange acompanhamento de saúde ou mesmo aprender movimentos do boxe corretamente.

Vale a pena comprar Fitness Boxing 2: Rhythm & Exercise?

A Imagineer entregou uma continuação segura, que não se distancia da proposta inicial, mas traz novidades agradáveis suficientes para justificar uma sequência. O exercício é divertido, estimulante e o título se esforça ao máximo para garantir a permanência do jogador o maior tempo possível. Certamente é uma alternativa válida (e bem mais barata) que o poderoso Ring Fit, para aqueles que querem uma motivação para um exercício leve dentro de casa.

Fitness Boxing 2: Rhythm & Exercise está disponível de forma exclusiva para Nintendo Switch por US$ 49,99 na eShop. Uma demo gratuita pode ser baixada na plataforma para os jogadores testarem. No Metacritic, a avaliação do título foi de 66 pontos.

*Review elaborada com código fornecido pela Nintendo.

Pizza Fria

Reviews, notícias e tudo sobre o mundo dos games

Por João Gabriel Marques, Pizza Fria

Atualizado em 30 Mar 2021.

Mais notícias

West of Dead | Review

Jogos

Saiba tudo que rolou no Resident Evil Showcase

Jogos

Days Gone será lançado para PCs em 18 de maio

Jogos

Indie World mostra 21 jogos indies para Nintendo Switch

Jogos

Mass Effect Legendary Edition ganha trailer com foco nas melhorias visuais

Jogos

Lords Mobile: 6 dicas importantes para “elevar o cosmo” no novo evento

Jogos