Guia da Semana
Jogos
Por Álvaro Saluan, Pizza Fria

MotoGP 21 | Review

Antes de começar esta análise, preciso confessar uma coisa: não fazia a mínima ideia do que esperar de um simulador.

Antes de começar esta análise, preciso confessar uma coisa: não fazia a mínima ideia do que esperar de um simulador de corridas da modalidade MotoGP. O que conheço sobre a modalidade são alguns nomes de atletas, além, é claro, dos tombos ocorridos em alta velocidade que passavam no noticiário. Porém, depois de jogar horas a fio de MotoGP 21, game da Milestone lançado para PlayStation 4, PlayStation 5, Xbox One, Xbox Series X|S, Nintendo Switch e PC, via Steam e Epic Games Store, consegui aprender diversos detalhes interessantes como regras, funcionamento dos pneus e muitas outras coisas.

Mas naturalmente, você, caro leitor, deve estar se perguntando: será que este é um bom simulador, ou é só mais um arcade com vestígios de simulação? Será difícil jogar? Os gráficos e o realismo visíveis nos trailers são mesmo captados ao longo da gameplay? Essas e diversas outras questões serão abordadas em mais uma análise do Pizza Fria!

Incrivelmente acessível

Como um motociclista virtual de primeira viagem, entrei em MotoGP 21 mais perdido que tudo. Por isso, já adianto que não posso fazer comparações com a versão anterior do game, pois realmente não joguei e estou falando especificamente da experiência que tive nesta edição. Mas enfim, retornando, eu não fazia a mínima ideia de como funcionaria o jogo: como faria aquelas incríveis curvas deitadas que eu via na TV, como ultrapassaria os rivais, como manteria meu avatar vivo em cima da moto, nada disso. Era uma zona escura que eu estava prestes a descobrir.

Felizmente, parece que a Milestone pensou bastante nos jogadores de diferentes níveis, ao colocar de início alguns tutoriais sobre as mecânicas, regras e todos os detalhes necessários para se dominar o jogo. Eu achei isso incrível, pois além de aprender a jogar, pude também entender parte do regulamento do campeonato e até mesmo a configurar o jogo de acordo com minhas habilidades. Eu explico: nas opções, você poderá modificar questões ligadas diretamente ao controle da moto, como assistência para controle de aceleração, algo que te impede de levar tombos ao acelerar demais, controle de freios, etc. Há também opções de realismo como problemas mecânicos, consumo de gasolina, desgaste da moto e tudo que torna o jogo um interessante simulador.

motogp 21
Deixando o pelotão comendo poeira. (Imagem: Reprodução)

Particularmente, achei incrível ver tantas opções para que o jogador não se sinta um derrotado, pois nas primeiras corridas que me propus a encarar, fiquei exatamente com essa sensação. Desta maneira, me aventurei gradativamente, reduzindo o nível de dificuldade e tendo algumas assistências. Aliás, MotoGP 21 conta com dois modos de assistência mais “visual”, tal como as setas de direção do GPS de Forza Horizon 4, que te auxiliam a se guiar melhor na pista, além de um que explica os pontos de aceleração e frenagem das pistas, sendo ambos uma mão na roda. No entanto, eles não podem ser utilizados juntos.

De qualquer maneira, se você ainda está se perguntando se MotoGP 21 é um jogo complicado, eu lhe digo que não. O game é extremamente adaptável e, mesmo usando todas as assistências possíveis, ele se mantém um bom simulador, mas com bem menos desafios. Mas de qualquer maneira, achei um jogo bem gostoso e divertido. Ah, e tem uma outra opção que ajuda o jogador a não se frustrar tanto no início, que é uma espécie de “rebobinar”, onde você pode voltar em uma curva em que levou um tombo ou perdeu muitas posições. Essa opção em especial foi ótima para que eu pudesse pegar o jeito da coisa.

motogp 21
Antes da corrida, podemos ir ao paddock fazer ajustes na moto. (Imagem: Reprodução)

Um Modo Carreira interessante

O destaque de MotoGP 21 fica para o Modo Carreira que, como o próprio nome diz, te permite guiar sua carreira, podendo disputar duas “divisões” anteriores ao maior campeonato, que é o MotoGP. Do manager até os mecânicos da equipe, você pode escolher, tudo pode ser escolhido por você. Por exemplo, seu manager pode conseguir contratos em equipes mais fortes, algo que também depende do seu desempenho na pista. Já os mecânicos podem fazer melhorias em sua moto, sendo sua função escolher entre aloca-los em diferentes tarefas ou concentrar todos os esforços para aprimorar um ponto em especial.

No meu caso, preferi começar no Moto3, um campeonato que também é real e pode ser considerado a “terceira divisão” do motociclismo. Tive um desenvolvimento gradativo e isso foi bastante agradável. Consegui fazer boas corridas, assumir algumas poles nos treinos livres e ir pegando a manha das insanas curvas que apareciam em percursos que também são reproduzidos da vida real. Mas caso você se aventure pelo Modo Carreira do MotoGP 21, se prepare para gastar um bom tempo, pois embora você possa optar apenas por disputar a corrida principal, isso tira parte considerável da experiência do jogo.

motogp 21
Comemorando uma vitória com a equipe! (Imagem: Reprodução)

Outro aspecto que acho interessante, mas que também é limitado em MotoGP 21, são as cenas ocorridas antes e após as corridas, ou em momentos como a contratação do seu piloto por uma nova equipe. Esses detalhes trazem uma imersão muito bacana, mas acabam por se tornar repetitivos após um tempo jogando. Mas só de tê-los, considero um aspecto bem positivo e imersivo, parecendo a cobertura de um canal de TV.

Portanto, se você é um amante do motociclismo, este modo é extremamente rico e interessante, proporcionando desafios dignos de um excelente simulador. Porém, vale ressaltar que as opções de customização tanto para os pilotos e para as equipes, que você pode criar nas três divisões, não são tão variadas. Mas isso é mais um detalhe do que necessariamente um problema…

motogp 21
Comemorando outra corrida vitoriosa com uma câmera direto da moto. (Imagem: Reprodução)

Gráficos, sons e alguns outros detalhes

Logo ao entrar na primeira corrida de MotoGP 21, defini todas as opções para o maior gráficos possível. Eu realmente queria ver o potencial do jogo. E olha, é bem bacana. Não são gráficos surreais, mas a qualidade do jogo é incrível. O único problema que acabei percebendo é que a física dos tombos, embora seja muito boa, faz o piloto atravessar a moto, algo que não passa batido aos olhares mais atentos. Fora isso, as pistas e os designs em geral são bem bonitos. Desta forma, um olhar mais “desatento” no jogo certamente acreditaria que o jogo é uma corrida real.

Já a parte sonora de MotoGP 21 é incrivelmente similar ao que ouvimos nas corridas transmitidas pela TV. O ronco dos motores e os ruídos da pista são nítidos e dão a verdadeira sensação de estarmos em uma pista. Além disso, um ponto que me surpreendeu foi o jogo ter as curtas falas da transmissão narradas em português brasileiro, sendo mais um ponto positivo para o game da Milestone, que teve esse cuidado de localizar totalmente o jogo para nosso país, mesmo com o esporte não sendo lá tão difundido por estas bandas.

motogp 21
O início da corrida em MotoGP 21 é muito semelhante à realidade… (Imagem: Reprodução)

Vale citar também que MotoGP 21 traz um recurso maravilhoso e que eu adoro: o modo fotografia. Sim, você poderá fotografar com diversos detalhes pontos-chave de suas corridas, sendo inclusive as imagens utilizadas nessa análise feitas com o recurso, que fica disponível no menu ao pausar o jogo. Se você, assim como eu, acha bacana tirar fotos de jogos, use e abuse deste modo!

Um ponto que me incomodou ao jogar MotoGP 21 foram bugs e erros. Ao gravar um vídeo de uma volta no GP de Catalunha, o jogo simplesmente travou ali, me obrigando a sair e a começar tudo de novo, perdendo inclusive a vitória obtida depois de tanto custo. Outro problema que aconteceu por umas duas ou três vezes foram fechamentos inesperados do game. Seja no menu ou em corridas, o jogo simplesmente dava um erro e fechava. Por sorte, o jogo salva automaticamente em vários momentos.

motogp 21
…Assim como os tombos também são! (Imagem: Divulgação)

Vale a pena comprar MotoGP 21?

Seja para fãs fervorosos do campeonato ou para meros curiosos (como eu), MotoGP 21 entrega uma experiência de qualidade, tendo ótimos gráficos e sons, uma jogabilidade extremamente adaptável, modos offline e online que permitem variadas experiências e tudo isso em menus simples e acessíveis. Os únicos problemas que encontrei foram mesmo os bugs e erros que tive o azar de passar. Confesso que eles me deixaram incomodados, mas não são nada demais perto da experiência final que tive. Eu realmente fiquei surpreso com o que vi, sendo a minha primeira vez em um simulador de corridas de moto. No entanto, por ser um título de nicho, MotoGP 21 pode passar batido por alguns jogadores, e isso é uma pena.

Se você é amante da velocidade e de simuladores, não passe batido por MotoGP 21. Ele pode não ser um jogo muito consagrado em território brasileiro, mas merece uma chance de estar na sua biblioteca. E se você, assim como eu, é curioso para conhecer uma modalidade cheia de emoção e velocidade (e tombos!), experimente o jogo. Não vai ser tão simples domina-lo, mas no final a experiência será bem interessante.

*Preview elaborada em um PC equipado com uma GeForce RTX, com código fornecido pela Milestone.

Pizza Fria

Reviews, notícias e tudo sobre o mundo dos games

Por Álvaro Saluan, Pizza Fria

Atualizado em 2 Mai 2021.

Mais notícias

Knockout City terá teste gratuito de 10 dias no lançamento

Jogos

Lost Ruins | Review

Jogos

DualSense ganhará duas novas cores em junho

Jogos

Acer revela novos notebooks Predator Triton 300, Helios 300 e Nitro 5

Jogos

Days of Play de 2021 tem programação anunciada

Jogos

NVIDIA anuncia GPUs GeForce RTX 3050 Ti e RTX 3050 para notebooks

Jogos