Guia da Semana
Jogos
Por Francesco Beghelli, Pizza Fria

Project CARS 3 | Review

Project CARS 3, desenvolvido pela Slightly Mad Studios e publicado pela BANDAI NAMCO Entertainment, teve seu lançamento 28 de agosto de 2020.

Project CARS 3, desenvolvido pela Slightly Mad Studios e publicado pela BANDAI NAMCO Entertainment, teve seu lançamento 28 de agosto de 2020 para PC, PlayStation 4 e Xbox One. O jogo, parte da consagrada franquia, além de trazer bastante realismo e qualidade gráfica para o gênero, sendo o primeiro da linha voltado para os amantes de corridas, mas que utilizam os joytsticks para jogar, é mais acessível se comparado aos seus antecessores.

Vamos conhecer um pouco mais sobre esses potentes carros, queimando os pneus através de circuitos e pistas de tirar o fôlego e, principalmente, ver as maiores evoluções e diferenças dos outros dois games anteriores. Dito isso, vamos para mais uma review no Pizza Fria!

Gráficos bem feitos, mas carregamento bem lento

Usando o motor gráfico Madness Engine, Project CARS 3 traz gráficos trabalhados com simplicidade e um bom uso das cores, sendo a saturação balanceada, a oclusão de ambiente e o uso de blur, que da uma maior sensação de velocidade, geralmente bem empregados. Os cenários estão muito bem povoados quando se trata de tentar trazer uma maior realidade para as pistas, sendo colocando helicópteros, público e carros esperando do lado de fora da limitação do traçado.

Em contraponto a esse tratamento feito quanto aos gráficos, tive a sensação de uma lentidão muito profunda ao entrar em uma nova corrida, onde em todas as vezes era necessário esperar muito para terminar o carregamento. Mesmo usando um SSD M.2 NVMe, dispositivo de armazenamento que torna o loading mais veloz, o processo era ainda muito demorado. Ou seja, um problema a mais.

Project CARS 3
Onde a velocidade traz toda a emoção (Imagem: Reprodução)

Uma maior proximidade de Project CARS 3 dos concorrentes diretos

Ao começar o jogo e ver o sistema de recompensas que foi usado para a progressão do Project CARS 3, foi possível perceber que tal sistema nos remete diretamente aos já usados pela franquia Forza. E não é apenas no sistema de progressão, mas a jogabilidade que é carregada pelo nome Project CARS não é mais tão sentida como era nos outros. Esse novo nome da franquia trás uma pegada menos simulador e se aproxima mais do arcade. Tal fato pode ser visto de dois lados, um que é de se aproximar de novos jogadores que não jogavam PC por achar muito difícil, mas também afasta aqueles que achavam necessário se afastar do arcade e ser o mais realista possível.

Falando um pouco mais da progressão, foi prometido uma melhor linearidade em Project CARS 3 e isso foi entregue: começando com um carro “mais simples” até chegar a um carro de nível profissional, além das personalizações já características dos jogos do gênero. Mais de 200 carros estão presentes no jogo, dos mais simples à alguns clássicos, como Mustang Cobra, Diablo GTR são alguns dos modelos mais conhecidos e já entre os carros mais novos, é possível encontrar GT R AMG, Porsche 911 Carrera S.

Project CARS 3
A progressão que Project CARS 3 traz e que melhora a experiência do jogador (Imagem: Reprodução)

Uma certa controvérsia é notada nas mudanças adotadas pelo novo jogo da franquia, onde antes era adotado como muito mais simulação, agora essas noções ficaram muito distantes, porém aspectos que faziam toda a diferença na gameplay como, por exemplo, pegar o vácuo do carro da frente, aspecto que não está mais presente. Além disso, as tendências em facilitar em alguns pontos tornam em alguns momentos o carro um pouco instável, como não conseguir entrar em uma curva em alta velocidade, mas em compensação, o carro não sair tanto como era de se esperar.

Um modo multiplayer competitivo

Um ponto muito acertado pela Slightly Mad Studios foi trazer um novo sistema de corridas online, onde é possível agendar as corridas e competir com jogadores de acordo com o nível obtido através de pontos de vitórias e posições de acordo com cada etapa. O ranqueamento a principio vai funcionar com temporadas e não se sabe ao certo de como será ao fim de cada uma.

Ainda vale apenas comentar sobre os objetivos que cada corrida trás, seja uma corrida “contra o tempo” ou seja uma corrida clássica. O jogador precisará alcançar os objetivos para poder conseguir os 3 pontos máximos, que cada corrida proporciona, para liberar outros estágios e progredir. As dificuldades vão de acordo com o carro escolhido para cada etapa, ou seja, não adianta nada investir tudo em um carro veloz, pois em uma nova etapa, seja necessário um carro com uma melhor estabilidade e com isso, seja necessário comprar um novo carro.

Project CARS 3
Os objetivos que são necessários vencer para ganhar pontos e liberar novos conteúdos (Imagem: Reprodução)

Vale a pena comprar Project CARS 3?

A nova aposta da Slightly Mad Studios acabou se mostrando controversa, pois atraiu um novo público que não gostava da cara de simulador das versões anteriores, porém afastou os mais apaixonados por realismo nas pistas. Nada que comprometa a experiência de encarar trajetos bem feitos, mas o jogo ainda precisa de uma identidade bem definida. Para isso, deve pensar em adaptar melhor as características ou então partir para um novo nicho de jogadores, mudando de vez o título e se declarar um novo jogo, voltado ao arcade.

Project CARS 3 consegue prender a quem joga por um bom tempo a franquia, mesmo que os loadings muito demorados atrapalhem um pouco a experiência. Além disso, a ausência de exploração das novas tecnologias deixa o jogo um pouco “capado”. Concluindo, para os amantes da simulação, o jogo já não é mais o mesmo. No entanto, para quem gosta mais de um estilo em arcade, o título pode ser bem mais agradável.

No mais, vale a pena destacar o fato de Project CARS 3 ter sido todo traduzido para o português do Brasil, sendo este um ponto positivo. Project CARS 3 está disponível PC, via Steam, por R$ 199,90 na sua versão básica, e também para PlayStation 4 e Xbox One por R$ 249,90.

*Review elaborada em um PC equipado com uma GeForce RTX 3070 com código fornecido pela desenvolvedora.

Pizza Fria

Reviews, notícias e tudo sobre o mundo dos games

Por Francesco Beghelli, Pizza Fria

Atualizado em 15 Jan 2021.

Mais notícias

Dead Space Remake é anunciado para PC e consoles

Jogos

Battlefield 2042 revela “Portal”, uma nova experiência para os jogadores

Jogos

9 novidades que estarão em Dying Light 2 Stay Human

Jogos

Battlefield 1 e Battlefield V estão de graça no Prime Gaming

Jogos

Crash Bandicoot recebe bundle comemorativo de 25 anos para consoles

Jogos

Xbox Game Pass traz 12 novidades e 3 remoções em julho

Jogos