Guia da Semana
Literatura
Por Juliana Andrade

Livros pra entender melhor quem foi Zumbi dos Palmares

Ninguém sabe ao certo quem foi personagem brasileiro, alguns acreditam que ele nem existiu.

Quem realmente foi Zumbi dos Palmares? (Reprodução)

O "Dia da Consciência Negra" foi criado nesta data em homenagem ao Zumbi dos Palmares, considerado o maior herói da resistência negra no Brasil. Segundo conta a historia, Zumbi morreu em 20 de novembro de 1695, lutando contra a escravidão e o domínio europeu sobre os negros.

+ Filmes pra ter uma noção da história do Brasil
+ As igrejas históricas mais bonitas do Brasil

Se Zumbi realmente foi um herói, ou até se ele existiu de fato, ninguém pode provar. No entanto, sua imagem continua sendo o símbolo da luta pela igualdade dos negros no Brasil - fato pelo qual devemos continuar lutando, independente se Zumbi foi um cara legal ou não.

Como este é um tema para debates acalorados, listamos abaixo alguns livros que podem ajudar a entender melhor a época da escravidão, a formação dos quilombos e tentar responder a pergunta que não quer calar: quem ou o que foi Zumbi dos Palmares, afinal?

Três Vezes Zumbi: A Construção de um Herói Brasileiro

Autores: Jean Marcel Carvalho França e Ricardo Alexandre Ferreira

Neste livro, Jean Marcel e Ricardo Alexandre, professores de historia da UNESP, trazem à tona várias facetas do Zumbi dos Palmares. Dentre as hipóteses levantadas pelos autores estão a de que Zumbi possa ter sido tão escravizador quanto seus senhores foram ou até que o termo "zumbi" designava um cargo de liderança dentro do quilombo e não era o nome de uma pessoa. E, para a surpresa geral da galera, Jean e Ricardo também falam sobre a possibilidade de Zumbi dos Palmares ser gay.

De olho em Zumbi dos Palmares - Histórias, Símbolos e Memória Social

Autor: Flavio dos Santos Gomes

A obra, escrita por Flavio dos Santos Gomes, professor da UFRJ e pesquisador renomado sobre o período da escravidão, é um panorama geral sobre quem foi Zumbi dos Palmares, mas focando também em como se formou Palmares, como se deu a escravidão e a influência africana na cultura naquela época. Pra quem prefere um tom mais documental do que literário, essa é uma boa pedida.

Guia Politicamente Incorreto da História do Brasil 

Autor: Leandro Narloch

Este guia do jornalista Leandro Narloch diz basicamente "tudo o que você aprendeu sobre a Historia do Brasil é mentira". Consequentemente, Leandro aborda a figura do Zumbi dos Palmares, o quilombo e a escravidão. Segundo o autor, Zumbi tinha escravos e liberdade só existia para aqueles que permaneciam no quilombo. Ou seja, se você fosse escravo, desse uma escapada para alguma tribo das redondezas e fosse capturado, seria um escravo do quilombo de Palmares. Sacanagem, né?

O Quilombo dos Palmares

Autor: Edison Carneiro

Quando escreveu "O quilombo dos Palmares", láaa em 1947, Edison Carneiro já era um estudioso mais que respeitado sobre temas afro-brasileiros. Em seu livro, Edison explica como se deu a formação dos quilombos e, principalmente, como eles eram organizados. Na descrição do autor, os quilombos, principalmente o de Palmares, tinham a organização baseada toda nos parâmetros africanos, fosse a formação política, econômica, cultural, militar ou social. Pra quem curtir este, o autor tem diversos livros que tratam da temática africana e negra no país.

Zumbi

Autor: Joel Rufino dos Santos

"Zumbi" de Joel Rufino dos Santos já tem uma escrita mais minuciosa e pouco literária sobre o ex-escravo mais famoso de Palmares. Aqui, você se depara com uma descrição que se assemelha à versão mais popular sobre a imagem de Zumbi: o maior herói negro da Historia do Brasil. Rufino deixa claro que Zumbi foi ao extremo na sua luta contra o sistema vigente na época e afirma que "desde que se sentou no trono que fora de Ganga Zumba, [...] seu corpo pequeno e magro se transformou numa flecha apontada para o coração do mundo escravista".

Zumbi dos Palmares - A Historia Que Não Foi Contada

Autor: Eduardo Fonseca Jr.

Aqui, a jornada dos negros na resistência ante ao controle da coroa portuguesa é narrada de forma mais romanceada. No livro, Eduardo Fonseca Jr, historiador da cultura afro, conta como os grupos de militantes negros derrotaram várias expedições portuguesas e holandesas que queriam escravizá-los e colocá-los em cativeiro. Contudo, o principal foco da obra é a batalha final na qual acontece a devastação dos quilombos - a qual o autor narra sem confirmar a morte de Zumbi.

Palmares - A Guerra dos Escravos

Autor: Décio Freitas

Décio Freitas, historiador e advogado gaúcho, é o autor desta obra que foi pioneira e ainda é considerada uma das pesquisas históricas mais importantes sobre o quilombo dos Palmares. Para compor sua narrativa, Décio teve que se virar nos 30, já que estava exilado no Paraguai quando a reunir material para o livro. Viajou clandestinamente para pesquisar os arquivos brasileiros e terminou a garimpagem de informação em Portugal. Segundo o historiador, seu interesse pela historia dos quilombos surgiu com a intenção de entender melhor as raízes brasileiras e as lutas populares. Para Décio, se Zumbi dos Palmares fosse menos cabeça-dura, o rumo da historia poderia ter sido diferente.

 


Por Juliana Andrade

Atualizado em 19 Nov 2013.

Mais notícias

Santos recebe a maior livraria flutuante do mundo em agosto; saiba mais!

Literatura

7 livros que inspiraram ótimas séries e valem a leitura

Literatura

10 livros em quadrinhos que você precisa ler se gosta do formato

Literatura

5 clubes de assinatura de livros para você experimentar

Literatura

Até 2 de setembro: Amazon realiza 'Book Friday' com produtos até 80% mais baratos; saiba mais!

Literatura

10 chefs famosos que lançaram livros

Literatura