Guia da Semana

12 lugares que vão fazer você esquecer que está em SP

Confira verdadeiros oásis e refúgios no meio da agitação do estado.

Quem mora em São Paulo sabe que nada melhor do que dar uma pausa na rotina e ir a lugares mais calmos e relaxantes. Afinal, viver na cidade de pedra é se deparar constantemente com trânsito, barulho e poluição. Para aqueles dias em que tudo o que queremos é um pouco de tranquilidade, a dica é visitar lugares que nem parecem ser dentro da capital.

Pensando nisso, e para que você conheça também seu outro lado, o Guia da Semana lista 10 lugares que vão fazer você esquecer que está em SP. Confira:

 

 

Parque da Água Branca

Tá precisando relaxar e quer um lugar bem sossegado longe do agito dos parques da capital? O Parque da Água Branca, na Zona Oeste de São Paulo, é a melhor opção! Com espaço dedicado para meditação, leitura de livros e caminhada em meio às árvores, o local é uma ótima opção para ir durante a semana no final de tarde! Ao contrário do que pensam, o lugar costuma permanecer com clima tranquilo longe da agitação dos centros urbanos, mesmo que esteja localizado em uma grande avenida! Lá, é normal encontrar galinhas, cisnes e filhotes de aves andando harmoniosamente em meio aos visitantes, coisa que dificilmente encontramos em uma cidade movimentada.

Parque do Carmo

Localizado em uma antiga fazenda de um rico empresário, o Parque do Carmo é considerado o segundo maior parque da capital paulista, perdendo apenas para o Parque Estadual da Cantareira. Com cerca de 6 mil árvores, entre cerejeiras e eucaliptos, lagos naturais e diversas espécies de animais. Além disso, o local conta com o Museu do Meio Ambiente. Com tanto verde e tantas opções de atividades, dificilmente o visitante se sente incomodado no local. Nos dias de semana, o parque costuma ser ainda mais tranquilo do que aos finais de semana.

Jardim Botânico

Quem visita o Jardim Botânico, certamente sai de lá diferente e renovado. Com extensa área verde, é um dos pontos turísticos da cidade de São Paulo e, sem dúvidas, foge do conceito de capital agitada e cinza. Os espaços repletos de plantas nativas e exóticas são parte da reserva de Mata Atlântica e servem como abrigo para os mais diversos tipos de animais: macacos, bichos-preguiça, ouriços, gambás, tucanos, maritacas, garças e outros que vivem soltos no espaço. Além disso, também abriga o Museu Botânico os vários ecossistemas encontrados no estado.

Parque Estadual Serra da Cantareira

Para aqueles que gostam de fazer um passeio diferente e fugir da rotina, a dica é explorar ao máximo os lugares incríveis que a cidade de São Paulo oferece. A melhor parte é que a maioria desses passeios oferece algo que, muitas vezes, não encontramos em meio ao trânsito e barulho da capital: silêncio e contato com a natureza. Engana-se quem acha que para aproveitar áreas verdes e bem preservadas é preciso sair da capital: o Parque Estadual da Cantareira (Núcleo Pedra Grande) é a prova de que é possível encontrar um oásis verde sem ir muito longe. Localizado na Zona Norte, o parque possui uma área com mais de 7 mil hectares de Mata Atlântica, divido em trilhas, lagoas e um mirante de onde é possível ter uma vista panorâmica da cidade.

Fundação Maria Luisa e Oscar Americano

Preservando a natureza, reunindo peças e documentos ligados à história do Brasil, realizando cursos, concertos e outras atividades culturais, a Fundação Maria Luisa e Oscar Americano oferece aos visitantes um panorama do passado e do presente do País. Ampliado e enriquecido continuamente, o espaço da Fundação permite uma visão das diversas etapas de nossa história. Também oferece um delicioso e completo chá da tarde.

Solo Sagrado de Guarapiranga

Nem todas as pessoas conhecem o Solo Sagrado. Construído em 1991, o local, que pertence à Igreja Messiânica, é um dos maiores parques de contemplação da natureza do Brasil. Com alamedas floridas e uma moderna instalação, o espaço é utilizado principalmente por instituições públicas, particulares e religiosas para a realização de eventos e cerimônias. Uma escada ladeada por floreiras conduz o visitante até o templo, construído em forma de anel e sustentado por 16 pilares de 18 m de altura. O Centro Cultural abriga exposições e conta com salas multiuso e audiovisual, onde acontecem cursos e oficinas. Vale lembrar que o Solo Sagrado está aberto apenas para visitas de grupos, agendadas com, pelo menos, sete dias de antecedência.

Fundação Ema Klabin

Para quem não sabe, a Fundação Ema Klabin era, na verdade, a própria casa onde a colecionadora morou. Então, apesar de ser um museu e um lugar de pesquisa, o local foi conservado exatamente como era na época em que ela vivia. Assim, logo que entramos, a sensação é de que somos abraçados por ela e todo o seu universo, fazendo da visita um passeio extremamente aconchegante e agradável, que nos teletransporta para outra década e nos leva a diversos continentes através da arte exposta e também da arquitetura e jardim.

Pavilhão Japonês

Construído no Japão, o Pavilhão Japonês foi finalizadoo em janeiro de 1954 e trazido para o Brasil em abril do mesmo ano. O pavilhão foi feito para comemorar o quarto centenário de São Paulo e demonstrar a gratidão nipônica à cidade. O espaço conta com uma área de 7.500 metros quadrados e uma área construída de 570 metros quadrados. O prédio principal representa a arquitetura nipônica. Todo material envolvido na obra e no jardim foi trazido do Japão. A atração também conta com o Salão de Exposição de Arte Japonesa, que mantém em seu acervo roupas de samurais, esculturas do século XI, estatuetas e vasos de várias dinastias. Já o salão nobre possui 80 metros quadrados e fica a dois metros do chão.

Sitio Morrinhos

Para quem ainda não conhece, o Sítio Morrinhos, localizado na zona norte, é um conjunto arquitetônico composto pela casa sede, construída no início do século XVIII, e por diversas construções anexas, datadas da segunda metade do século XIX e outras do início do século XX. Todo o conjunto está implantado no centro de uma extensa área verde, formada por árvores frutíferas e ornamentais. O local, além de lindo, disponibiliza exposições incríveis e conta com acervo arqueológico, fotográfico, etnográfico, assim como coleções de bens móveis históricos e fitas cassetes sobre a história oral.

Parque Anhanguera

Localizado no bairro Perus, o Parque Anhanguera possui uma área de aproximadamente nove milhões de metros quadrados de mata atlântica. Instalado em uma área remanescente do Sítio Santa-Fé, próxima ao Pico do Jaraguá, o local possui trilhas, ciclovias, quadras, pista de cooper, orquidário, playgrounds e área com cabanas para festas com churrasqueiras públicas. Apenas uma parte do parque é acessível ao público, já que a maior parte tem acesso restrito. Para completar a paisagem, o espaço possui matas ciliares, campos secos, brejos, capoeiras e uma grande quantidade de cursos d´água. Os brejos e as várzeas constituem o principal abrigo para répteis e anfíbios.

Aquário de São Paulo

O Aquário de São Paulo, considerado o maior aquário da América Latina, é um oceanário localizado no Ipiranga. Único aquário temático do Brasil, o complexo leva os visitantes a se sentirem imersos aos ambientes, que apresentam aproximadamente 3 mil exemplares de cerca de 300 espécies de animais. Através de diferentes ambientes, somos levados a florestas brasileiras e habitats de diferentes continentes.

Aldeia Guarani Rio Silveira

Para visitar uma aldeia indígena não é preciso ir muito longe de São Paulo. Localizada em Bertioga, na divisa com São Sebastião, a Reserva Indígena Guarani do Rio Silveira ocupa uma área de 948 hectares. Lá, vivem cerca de 300 índios da etnia tupi-guarani. A visitação acontece com intermédio da Prefeitura de São Sebastião. Entre as atividades do local, há apresentação da aldeia, números de danças e palestras sobre a cultura indígena. As visitas são monitoradas e podem ser agendadas pelo telefone 3317-4128.

Atualizado em 11 Mai 2017.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

10 lugares em São Paulo que fazem você se sentir na praia

Inspirados em ambientes praianos, esses lugares são a pedida certa para matar a saudade do litoral!

10 lugares para aproveitar o horário de verão em São Paulo

Aproveite os 60 minutos a mais de sol para curtir lugares incríveis em São Paulo!

Show da Shakira, exposição 'Os Planetas de Ziraldo' e mais 25 eventos imperdíveis em São Paulo neste fim de semana

Tem rolê para todos os gostos e bolsos =)

10 lugares descolados para conhecer na região de Pinheiros

Um dos bairros queridinhos de São Paulo é também o melhor lugar para conhecer lugares diferentes!

7 tours guiados incríveis para fazer pela cidade de São Paulo

Existem diversas possibilidades de passeios que exploram o melhor da capital paulista

Onde comemorar o Halloween 2018 em São Paulo

Aproveite a data mais assustadora do ano com festas e eventos especiais por São Paulo!

Cadastre-se para
NOVIDADES

Receba ofertas de
PASSAGENS

×
Receba novidades do Guia da Semana

Whatsapp Guia da Semana
Receba nossos tópicos mais quentes e notícias fresquinhas em seu Whatsapp

CADASTRE-SE

Notificações em seu PC ou celular
Receba notificações instantâneas com nossos tópicos mais quentes e notícias fresquinhas

CADASTRE-SE

Ofertas de passagens
Receba as melhores ofertas e promoções de passagens aéares em seu Whatsapp.

CADASTRE-SE

Newsletter do Guia da Semana
Dicas semanais para aproveitar o melhor que a cidade tem a oferecer.