Guia da Semana

Em Defesa de Valores Comuns

70 anos do início da 2ª Guerra são lembrados em exposição.

Este evento terminou

Em Defesa de Valores Comuns

Data 20 Set 2009-04 Out 2009
De 17 de setembro a 11 de outubro.

Preço(s) Grátis.

Horário(s) De terça a domingo, das 9h às 21h.

Avenida João Goulart, 551, 90010-120

Telefone 3212-5979

A exposição Em Defesa de Valores Comuns, com curadoria do Consulado Geral da República da Polônia, apresenta acontecimentos cruciais do século XX, abrangendo o período de mais de oitenta anos de luta dos poloneses pela recuperação da independência e pelo retorno da Polônia à família dos povos democráticos.

Esta exposição exibe documentos arquivados verdadeiramente únicos, na maioria dos casos oriundos de fontes estrangeiras, tais como: despachos de espionagem, declarações de governos, ordens e declarações de comandantes eminentes, declarações de políticos, fotografias, desenhos e, também, documentos de correios e filatelia.

A história do Estado Polonês, documentada de fontes históricas, conta com mais de mil anos. As relações com a civilização mediterrânea e a da Europa Ocidental formaram nos poloneses durantes este período, fortes laços e afeições para com os valores universais.

A Polônia foi o primeiro país a colocar suas tropas contra a invasão nazista e, depois, as soviéticas. A campanha de 1939 não poderia terminar com a vitória. Os poloneses, mais fracos e abandonados, perderam, mas as autoridades nunca assinaram o ato de capitulação e o povo nunca se deu por vencido pela violência.

Mais de 2 milhões de cristãos poloneses foram vítimas deste terror sangrento.
Os materiais, únicos, compilados nesta exposição, demonstram um grande esforço militar e o martírio dos poloneses visto à distância, pelos olhos dos outros povos, pelos aliados.

Uma grande parte da exposição ilustra a história dos poloneses por trás da Cortina de Ferro. Numerosas fotografias, declarações e enunciações de políticos, cartas e panfletos volantes ilustram os motins do povo contra o regime comunista nos anos de 1956, 1970, 1976 e 1980.

As seguintes gerações de poloneses no país e no estrangeiro referem-se às tradições da independência. No mundo livre foram criados numerosos centros políticos e culturais, concentrando a emigração política, atuando em favor o país oprimido.

A exposição termina com um acontecimento de grande importância histórica: a entrada da Polônia em 12 de março de 1999 como membro da OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte).         

Em Defesa de Valores Comuns reflete o desejo humano de sempre: o de vivermos em liberdade, segurança e democracia.

Foto: Divulgação

Compartilhe

Mapa do local

Comentários

Explore ao redor

Sala P. F. Gastal

Sala P. F. Gastal

Cisne Branco

Cisne Branco

Terraço da Usina do Gasômetro

Terraço da Usina do Gasômetro

Usina do Gasômetro

Usina do Gasômetro

Museu do Trabalho

Museu do Trabalho

241m

Igreja Nossa Senhora das Dores

Igreja Nossa Senhora das Dores

281m

Notícias recomendadas

Obras do MASP agora podem ser vistas em plataforma on-line gratuita

Museu integra a partir de hoje o acervo do Google Arts & Culture

Museu do Café, em Santos, inaugura exposição gratuita sobre propaganda da bebida

A partir de 28 de dezembro, os visitantes poderão conhecer as estratégias das marcas de café de 1900 a 1959

Especial férias: MASP abre ao público em todas as segundas-feiras de Janeiro

Programação de férias disponibiliza cinco dias a mais para visitar o Museu

5 motivos para assistir ao documentário "O começo da vida" na Netflix

O filme mostra a importância dos primeiros anos de vida sob a ótica dos quatro cantos do mundo

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA