Guia da Semana
Shows
Por Redação Guia da Semana

1º Porto Alegre Samba Rock

O Bar Opinião apresenta 1º Porto Alegre Samba Rock.

Este evento terminou

1º Porto Alegre Samba Rock

Data Sáb 01 Jan 2000
26 de novembro de 2009.

Preço(s) Pista: R$ 15, somente no local.

Horário(s) Quinta-feira, 23h.

Endereço
Avenida Tramandaí, 339, 91760-050

Telefone (51) 8403-8840

Porto Alegre vai poder curtir muito balanço e swing durante o 1º Porto Alegre Samba Rock. O evento contará com a presença das bandas Cocada Preta, Família Sarará, Projeto Pentefyino e Zamba Ben e com o convidado especial Luis Vagner, o guitarreiro. Cocada Preta Com um repertório que contempla o melhor da música brasileira, a Cocada Preta valoriza o samba rock e a MPB. No palco, interpretações de Jorge Ben, Clube do Balanço, Bedeu, Luiz Vagner, Gilberto Gil, Djavan, Caetano e Lenine. Família Sarará (foto) Indicada para três categorias do Açorianos de Música 2008, a banda, que nasceu no bairro Higienópolis e já tem um CD/DVD com composições próprias, tornou-se uma das mais atuantes da cidade nos últimos tempos. Adeptos de ideias ecologicamente corretas e de projetos inovadores nas festas da capital, os músicos Lucas Ortiz (voz e violão/guitarra), Gabriel Severino (voz e violão/guitarra), Alemão Cláudio (baixo), Renato Batera (bateria), Antonio Macalão (percussão), Nego Tigas (percussão), Gabriel Uh´Gamba (trompete), Ronald Franco (sax) e Samuel Brentano (trombone) são a base dessa família. Projeto PentefynoO projeto Pentefyno mistura swing e samba-rock com maestria. A ideia surgiu de Maurício Ribeiro, após assistir um show do Clube do Balanço. Pentefyno resgata canções tradicionais dos criadores do samba rock, como Luiz Vagner, Bedeu, Pau Brasil, Bebeto, Originais do Samba, Trio Mocotó e Jorge Ben. Zamba Ben Da união de um grupo de jovens músicos de diferentes influências surgiu a Zamba Ben. Repleta de influências dos clássicos do samba em nova roupagem, inclui, em seu repertório, releituras de sambas de Cartola, Paulinho da Viola, Zeca Pagodinho e Beth Carvalho, além de outros sambistas consagrados. Luis Vagner niciouIniciou sua carreira em 1963, quando mudou-se de Bagé para Porto Alegre, formando o conjunto The Jetsons junto com Luiz Ernani, Valdir, Jacks e Edson da Rosa. Em 1966, desembarcam em São Paulo na época da Jovem Guarda sob o nome de Os Brasas, já com outros membros: Franco, Anires Marcos e Edson. Já em carreira solo, gravou um compacto com as músicas Viagem para o Sul e Moro no fim da rua - esta gravada posteriormente por Wilson Simonal e pelo Trio Esperança. Em 1979, gravou mais um disco, "Fusão das Raças", cuja canção Guria fora incluída um ano antes na trilha sonora da novela Dancin´ Days. Luis Vagner foi homenageado com uma música que leva seu nome por Jorge Bem, e suas músicas já foram gravadas por Luis Américo (Camisa 10), Sílvio Brito (Espelho Mágico), Wando (Se quiser chorar por mim), Ronnie Von (Silvia, vinte horas, domingo), Adriana (Justo nesta noite), Eliana Pittman (Vou pular neste carnaval), Paulo Diniz (Como?), Bebeto (Segura a nega), além de Lady Zu, Tony Tornado e outros. Em 2002, Luiz Vagner gravou com os conterrâneos da Ultramen. Atualmente, o guitarrista continua se apresentando pelo Brasil em diversos shows. Foto: Divulgação/ hagah.

Mapa do local

Explore ao redor

Looper Brazil

Baladas

Rio Carreiro

Restaurantes

Camaleão

Restaurantes

Fogo de Chão

Restaurantes

Planet Music Hall

Baladas

Pizza Hut - Ipanema

Restaurantes

Notícias recomendadas

Lives de Carnaval: confira a agenda completa dos shows virtuais

Shows

Agenda: lives imperdíveis de fevereiro de 2021

Shows

Shows nacionais em São Paulo em 2021

Shows

Shows internacionais em São Paulo em 2021

Shows

Confira a agenda de lives imperdíveis em dezembro de 2020

Shows

Shows imperdíveis em São Paulo em dezembro de 2020

Shows
Guia da Semana Premium
Nosso conteúdo na melhor forma!

Aproveite o Guia da Semana de forma mais rápida, sem banners ou publicidade digital!