Guia da Semana
Restaurantes
Por Redação Guia da Semana

Acorda, menina

Café logo pela manhã auxilia jovens e crianças na escola.



Intenet e os Orkuts, Twitters, blogs e outros logs. MP 3, 4, 5, além dos Iphones e VIOS. Com tanta inovação tecnológica, a boa e velha cama vem tomando um banho na preferência de crianças e adolescentes quando o relógio aponta as últimas horas do dia.

O resultado, na manhã seguinte, é a preguiça na hora de levantar para ir à escola. E é na sala de aula que a noite mal dormida dá seus resultados. Paralelo a isso, ainda tem gente que simplesmente não pega pela manhã. Só funciona quando já teve de realizar muitas tarefas que, com certeza, não saíram da melhor forma.

Em ambos os casos, o problema pode ser solucionado com um produto presente em 93% das casas brasileiras: o café. Apesar da má fama nos últimos tempos, a bebida é altamente benéfica à saúde. Contém muito mais nutrientes do que só a conhecida cafeína. A lista inclui potássio, magnésio, ferro, zinco, aminoácido, entre outros.


Todos contra a adenosina
É essa a tal substância encontrada em nosso cérebro a responsável pelo sono. Não que ela traga prejuízos. Pelo contrário, é fundamental. Ocorre que o café e sua aliada cafeína combatem essa química, "estimulando a atenção e o estado de vigília", como explica a nutricionista Natalia Lautherback, da Mundo Verde Franquia.




Ainda segundo a médica, o consumo regular melhora a concentração e a memória, mantendo a garotada mais atenta e capaz de desenvolver suas atividades intelectuais, reduzindo a incidência de apatia e depressão.

Raquel Mendonça, também nutricionista e com mestrado pela Federal de São Paulo, também defende o cafezinho pela manhã como forma de dar aquela despertada na galerinha que encara os professores logo cedo. "O consumo aumenta concentração, atenção e mecanismos neuroniais que atuam na consolidação da memória". O resultado disso, afirma, é um melhor aprendizado escolar.


Beba com moderação
Que é bom, não resta dúvida. Mas como tudo, requer bom senso na hora do consumo. Segunda Natalia, quatro xícaras bem distribuídas ao longo do dia está de bom tamanho. Isso representa, aproximadamente, de 400 a 500 mg de cafeína no organismo. Já para crianças, pondera Raquel, não ultrapasse o limite de duas. As médicas garantem que tais dosagens só trazem benefícios.

Só não se deve exagerar e chegar a quantidades acima de 500 mg de cafeína/dia. Também não é recomendado ingerir a bebida após as 16h e à noite. E principalmente, alertam as médicas, nada de usar a bebida como arma contra o sono. A melhor maneira de evitar aquele dia improdutivo é mesmo uma noite bem dormida.


Atualizado em 7 Ago 2012.

Mais notícias

Restaurantes em São Paulo com menu especial para o Dia das Mães 2021

Restaurantes

30 lugares para pedir delivery de parmegiana em São Paulo

Restaurantes

Mizuki Poke aposta em seis opções de pokes diferenciados; saiba mais!

Restaurantes

Starbucks lança combinações exclusivas para o delivery com 15% de desconto; saiba mais!

Restaurantes

Restaurantes em São Paulo para pedir delivery na Páscoa 2021

Restaurantes

Restaurante America lança Ovo de Páscoa Farofino em parceria com Carole Crema; saiba mais!

Restaurantes