Guia da Semana
Restaurantes
Por Redação Guia da Semana

Bebidas gourmet

Quem aprecia as delícias da boa cozinha, geralmente, não abre mão de boas opções líquidas para acompanhar.

Vodka Diva, com strass e filtragem em pedras: bebida preciosa
Foto: Divulgação / www.divavodka.com


Cervejas, vinhos e destilados não são mais meros acompanhamentos. Já faz tempo que eles ganharam sua independência e se consolidaram como artigos, muitas vezes, de luxo - como é o caso da vodca filtrada em pedras preciosas que ilustra a abertura da matéria. Confira algumas sugestões de bebidas gourmet e/ou glamourosas que o Guia da Semana selecionou.

CERVEJAS

Antes de mais nada, é bom saber que as cervejas gourmet são bem mais complexas que as populares vendidas no boteco da esquina. De acordo com seu preparo e com o tipo dos ingredientes, ela pode ser: pilsen (a tradicional "loira", clara e de baixa fermentação), malzbier (escura leve, também de baixa fermentação), stout (escura bem encorpada com aroma de torrado), schwarzbier (escura encorpada com notas de toffe e caramelo), weiss (clara, feita com malte de trigo e não de cevada), ale (de cor âmbar, de alta fermentação e mais amarga) e bock (escura em tom avermelhado, com teor alcoólico elevado).

Therezópolis Gold: pilsen, essa é uma cerveja brasileira produzida na cidade homônima no Rio de Janeiro, desde 1012. Tem aroma de lúpulo e é bem cremosa. Versátil, combina com pratos bem variados. Uma caixa com seis garrafas de 600 ml cada custa, em média, R$ 25,00*.


Erdinger: a mais conhecida cerveja alemã é feita de trigo e sofre uma segunda fermentação dentro da própria garrafa. Sua e refrescante, tem coloração turva e, no Brasil, é costumeiramente vendida em um kit com um copo estilizado - já famoso também da marca. Custa, em média, R$ 22,13.


Hofbräu: produzida na Alemanha, o berço da cerveja, essa marca é uma das preferidas do público gourmet. No Brasil, pode ser encontrada clara (HB Original), escura (HB Dunkel), e nas versões feitas de trigo (HB Weissbier, clara, e HB Schwarze Weisse, escura). Tradicional, a caixa com 24 Hofbräu sai por, em média, R$ 135,00.


La Trappe: é uma cerveja produzida, desde 1884, pelos monges trapistas da província de North Brabant, na Holanda. As bebidas feitas nos monastérios europeus têm a fama de serem especiais - talvez pela excelência do preparo, passado de geração a geração há séculos. Vendida como Blond (clara), Dubbel (vermelho-rubi, mais doce), Tripel (cor de mel, mais frutada) e Quadrupel (encorpada, é bem alcoólica, com teor de 10%). No Brasil, é vendida pela importadora Bier & Wein em um kit, que inclui dois copos e uma garrafa de cerâmica. Custa R$ 75,00.

Unibroue: mesmo sem tanta tradição, o Canadá é o país de origem dessa cerveja gourmet, ideal para paladares que não perdem uma novidade. De tipo ale, a Unibroe é uma bebida de alta fermentação que, mesmo depois desse processo, é refermentada na garrafa. Produzida desde 1991, é a mais nova das apresentadas aqui: produzida desde 1991. Em lojas especializadas, custa cerca de R$ 45,00.

VINHOS

Presentes até na mitologia grega, muito antes de Cristo, os vinhos já são hors-concours em uma boa mesa: junto de um prato memorável, sempre eles estão lá para acompanhar. O interesse pela bebida de Baco cresceu nos últimos tempos no Brasil. Hoje, ela virou até moda; conhecer as propriedades de determinada cepa e saber identificar os aromas é sinônimo de status. O bom disso tudo é que a produção de exemplares nacionais tem acompanhado o crescimento do interesse e colocado no mercado rótulos com condições de competir com as marcas já consolidadas do exterior. Confira algumas sugestões.

Savigny Les Beaune Clos des Guettotes 2004: clássico. Os vinhos da França, dona do dito melhor terroir do mundo, são, em sua maioria, caros, mas valem cada centavo. Esse Savigny Les Beaune, da Borgonha, deve ser decantado antes de servido e custa, na Enoteca Fasano, R$ 218,00.

Brunello di Montalcino DOCG 2000: outro clássico. Os "Brunellos" são sinônimo de excelência e, nesse caso, é um exemplar italiano coroado com o DOCG - o certificado de origem controlada e garantida. Premiado pela Wine Spectator, a maior publicação enológica do mundo, ele tem um preço salgadíssimo: R$ 498,00, na Enoteca Fasano.


Casa Marin Cipreses Sauvignon Blanc 2005: esse branco chileno é produzido por uma das bodegas mais em voga atualmente, a Casa Marin, que fica no Valle de San Antonio. Na Vinea Store, sai por R$ 160,00.



The Octavius Old Vine Shiraz 2000: esse caríssimo vinho australiano foi considerado o melhor do Novo Mundo pelo júri da Expovinis - a maior mostra de rótulos do Brasil - em 2007. Vindo da região de Barossa Valley, ele custa a "bagatela" de R$ 646,00 (na KMM Vinhos).



Villa Francioni: produzido em Santa Catarina, esse vinho tem se destacado em cartas de todo o país. O sommelier Manoel Beato é um dos que indica a versão Sauvignon Blanc do Villa Francioni. Não tão caro em relação a outros vinhos de qualidade, o rótulo tinto custa R$ 99,80 (na Bacco´s).

DESTILADOS DE COLECIONADOR

Feitas para quem tem paladar aguçado e bolso sem limites, as edições especiais de alguns destilados chamam a atenção de leilões e colecionadores de todo mundo. O sabor do conteúdo dessas garrafas de ouro e até diamante pode ser o mesmo da de vidro; mas o glamour proporcionado por esses exemplares o transformam em verdadeiras "iguarias" do mundo das bebidas.

Cognac Hennessy Ellipse: uma parceria com a Baccarat trouxe ao mercado esse luxuoso conhaque. Além de possuir um teor alcoólico mais elevado que as outras garrafas da Hennessy, esse conhaque foi engarrafado em um glamouroso recipiente de cristal Baccarat. A dupla de grifes só poderia resultar em uma bebida caríssima: R$ 30 mil por garrafa. No Brasil, pode ser encomendada pelo telefone (11) 3062-8388.

Mendis Coconut Brandy: diferente do conhaque, o brandy pode ser destilado a partir do suco de outras frutas. No caso dessa edição especial, ele é feito a partir de uma flor de coco do Sri-Lanka e, pela raridade da espécie, custa a exorbitância de US$ 1 milhão. Sim, US$ 1 milhão. Os primeiros exemplares vendidos concediam uma viagem para o comprador para o país de origem do tal coco. Mas as vendas, por incrível que pareça, já se esgotaram. ( www.mendisbrandy.com.br).

Vodca Diva: diva mesmo. Outro destilado milionário é essa vodca, que é filtrada em gelo, depois em carvão vegetal de bétulas e, por último, em pedras preciosas e semi-preciosas. A garrafa ainda é decorado com ouro e cristais Swarovski. Vale até US$ 1 milhão e 60 mil. ( www.divavodka.com.br)

Tequila Ley 925: essa entrou até para o Guinness como a garrafa de tequila mais cara do mundo. Envelhecida por 12 anos e com detalhes de ouro e diamante na garrafa, produzida por um artesão, ela veio em uma edição limitada - pode até ser que a essa altura nem exista mais - e custa cerca de US$ 200 mil.

Anísio Santiago: a boa e velha cachaça brasileira, mesmo sem marca, é vendida a peso de ouro no exterior. Por aqui, a maioria é bem barata, com exceção da rara Anísio Santiago, chamada antigamente de Havanna, considerada a melhor artesanal do país. Encontrada em doses que podem valer R$ 30,00 em bares, uma garrafa de 600 ml dela sai por, em média, R$ 160,00. ( www.cachaca.com.br)

ONDE COMPRAR

EM SÃO PAULO

Bier & Wein: Rua Laguna, 937 A, Santo Amaro, (11) 5643-8584, [email protected] / Enoteca Fasano: Rua Amauri, 255, Jardim Europa, (11) 3074-3959, www.enotecafasano.com.br / Bacco´s: Rua Sergipe, 568, Higienópolis, (11) 3661-7898, www.baccos.com.br / Vinea Store: Rua Manoel da Nóbrega, 1014, Paraíso (11) 3059-5200 / KMM Vinhos: Rua Medeiros de Albuquerque, 23, Vila Madalena (11) 3819-4020, www.kmmvinhos.com.br

NO RIO DE JANEIRO

Castelo do Vinho: Rua Samuel das Neves, 351, Jacarepaguá, (21) 2424-7700; Maison des Caves: Avenida Ayrton Senna, 2150, Barra da Tijuca, (21) 2431-0592, www.maisondescaves.com.br

EM BELO HORIZONTE

Adega do Mercado Central: Mercado Central, loja 65, Centro, (31) 3274-9701 / Empório Taste Vin: Rua Curitiba, 2105, Lourdes, (31) 3292-5423 / Enoteca Decanter: Rua Fernandes Tourinho, 503, Savassi (31) 3287-3618

EM BRASÍLIA

Dom Francisco: Associação dos Servidores do Banco Centra, Setor de Clubes Esportivos Sul (SCES), trecho 2, conjunto 31, (61) 3224-8429 / Expand Wine Store by Piantela: 202 Sul, bloco A, loja 34, (61) 3224-9408 / Grand Cru: SRTVS 701, conjunto D, bloco A, loja 158, Brasília Design Center, (61) 4501-7158

EM SALVADOR

Companhia do Vinho: Avenida Antônio Carlos Magalhães, 1298, loja 2, Shopping Cidade, (71) 3359-5867 / Expand: Praça dos Tupinambás, 2, loja 14, Shopping Trapiche Adelaide, Comércio, (71) 3326-3464 / Mercato di Vino: Alameda das Algarobas, 85, loja 14, Mediterrâneo Center, Caminho das Árvores, (71) 3351-2730

EM CURITIBA

Expand Store: Rua Comendador Araújo, 1652, loja 6, Centro, (41) 3078-1111 / Vino!: Rua Comendador Araújo, 970, Batel, (41) 3029-9988

EM PORTO ALEGRE

Costi Bebidas: Rua Santos Dumont, 752, Floresta, (51) 3222-0878, www.costibebidas.com.br / Vinhos do Mundo: Avenida Cristóvão Colombo, 1493, Floresta, (51) 3226-1911

EM FLORIANÓPOLIS

Bom Paladar: Av. Prof. Milton Leite da Costa, 393, (48) 3266-4669


* Os preços foram sugeridos pelas marcas e estão sujeitos a alteração
Fotos: Divulgação

Atualizado em 7 Ago 2012.

Mais notícias

30 lugares para pedir delivery de parmegiana em São Paulo

Restaurantes

Mizuki Poke aposta em seis opções de pokes diferenciados; saiba mais!

Restaurantes

Starbucks lança combinações exclusivas para o delivery com 15% de desconto; saiba mais!

Restaurantes

Restaurantes em São Paulo para pedir delivery na Páscoa 2021

Restaurantes

Restaurante America lança Ovo de Páscoa Farofino em parceria com Carole Crema; saiba mais!

Restaurantes

São Paulo ganha primeira casa dedicada ao avocado; saiba tudo!

Restaurantes