Guia da Semana
Restaurantes
Por Redação Guia da Semana

Caipira, sim senhor!

Depois de ser tachada de cafona, a música sertaneja ganha uma nova roupagem e faz sucesso em várias casas noturnas pelo país.

Foto: Getty Images


Alguns caracterizam o gênero como brega, outros chamam de música para fossa, mas a verdade é que cada vez mais o sertanejo toma conta das casas noturnas Brasil afora.
Deixe de lado as esporas e as fivelas. Aqui a dança predomina e os "caipiras modernizados" fazem sucesso em espaços especializados no ritmo e atraem não adeptos a conhecer o universo conhecido também como country ou sertanejo universitário.

Coloque seu chapéu de cowboy, camisa e uma jeans e conheça alguns lugares do Brasil que dedicam seu espaço ao gênero sertanejo ou apenas incrementaram em suas agendas uma noite especial para ritmo.

São Paulo

A capital paulista é umas das grandes cidades que aderiu ao sertanejo de forma muito rápida. Entre as centenas de opções para cair na noite, São Paulo logo tratou de se munir de várias opções para agradar os amantes do ritmo. Uma das opções é a Estância Alto da Serra, em São Bernardo do Campo. Com uma área de 250 mil metros quadrados, o lugar é hoje, além de casa noturna, um complexo de entretenimento, capaz de realizar desde grandes eventos como shows com capacidade para 15 mil pessoas. O local dedica seu espaço a diversos eventos como o Sexta Country e Sertanejo. Diversas duplas se apresentam nesse dia de muita dança e agito. Além da data semanal especial para o ritmo, durante dois domingos por mês acontece o tradicional Boi no Rolete, onde enquanto o público se delicia com o bovino no espeto gigante, acompanhando de outras iguarias típicas do interior, pode curtir aulas de dança country e música ao vivo.

Tradição na terra da garoa quando o assunto é sertanejo, o público paulista logo indica: Villa Country. Localizada na Barra Funda, a casa abre de quinta a domingo com uma programação voltada totalmente ao som. Na decoração, tanto dentro como fora, há referências do Velho Oeste e detalhes do estilo caipira. E gente bonita é o que não falta. Entre centenas de pessoas vestidas a caráter, há também outras sem vestimenta característica, o clima mesmo é se divertir, curtindo ou não o ritmo. Diversas duplas que hoje são sucesso no Brasil todo como Victor e Léo, João Bosco e Vinícius, Jorge e Mateus foram reveladas nos palcos do Villa e ainda se apresentam em seu palco.

Já o Rancho do Serjão resgata um pouco da cultura interiorana e permanece forte no coração dos paulistanos. O responsável pelo sucesso é o veterano - e dono do local - Sérgio Reis. O cantor costuma visitar o estabelecimento frequentemente e o espaço se tornou ponto de encontro de violeiros, cantores, poetas, artistas e pessoas que gostam do estilo country e mantém viva a cultura sertaneja. No bar, além da decoração típica, há apresentação de duplas caipiras novas no mercado musical, de terça a sábado.

Foto: Reprodução


O sertanejo universitário se consolidou como um dos ritmos mais tocados nos domingos do Bar Cortez, dos sócios Dudu Linhares, Guile Mendes, José Eduardo Souza Aranha e Marcelo Alcântara. No Domingão Sertanejo a noite é dedicada ao ritmo caipira e começa a rolas a partir das 18h. Mas o clima não é totalmente sertanejo. A noite é dedicada também aos que apreciam o som caipira universitário com house e lounge music. O projeto da casa foi desenvolvido pelo arquiteto João Vicente e conta com três ambientes. Dois externos, com mesas e cadeiras ao ar livre e área interna, associado a pista e muita música.

Com a área ao ar livre de frente para a represa Guarapiranga, o Coração Sertanejo é um boa opção para quem quer curtir o som. Com camarotes ampliados que possibilitam visão do palco e demais ambientes da casa, o espaço foi desenhado de uma forma estratégica, para que mesmo no piso inferior os clientes tenham visão do palco e fácil acesso às pistas. Entre os nomes que passaram por lá figuram desde Edson e Hudson até Milionário e Jose Rico. Há programação durante todos os dias da semana - exceto terça - e o sertanejo rola solto com duplas variadas

Rio de Janeiro

Quem pensa que a cidade maravilhosa só dá espaço para o samba e o funk engana-se. O sertanejo já chegou por lá e atrai os amantes da música de raiz para espaços como o ZeroVinteUm. Com o projeto Quintaneja, a partir das 21h, a casa separa um dia na semana especial para tirar você tirar o chapéu de cowboy do armário, engraxar as botas, investir no look caipira e se jogar na pista ao som da dupla Léo e Gabriel.

Outro ponto carioca também aposta na quintas-feira. Localizada na Avenida Nossa Senhora de Copacabana, a boate Nossa Sem Hora promove a festa Sertão Sem Hora. A partir das 22h, o espaço oferece apresentações de duplas e cantores solos focados na música country e sertaneja. Antes e depois dos shows, o DJ Barão comanda os picapes tocando de tudo para animar a galera.

Belo Horizonte

Na capital de Minas o que não falta é o bom e velho som da viola. E em matéria de fazer música sertaneja, os mineiros entendem bem. O Observatório é uma boa opção para quem curte o estilo. Localizado na Vila da Serra, na região metropolitana de Belo Horizonte, é considerado o point que reúne diversos estilos musicais desde forró até outros ritmos. Mas quem dita as regras por lá mesmo é a música sertaneja. Com uma vista panorâmica privilegiada, o local recebe durante a semana públicos de diversas faixas etárias e já serviu de palco para duplas como César Menotti e Fabiano.

Para os amantes da boa música de raiz, o Rancho Fundo é um boa pedida. Localizado em uma chácara com grande área verde, um dos atrativos da casa é a música ao vivo, geralmente com bandas de MPB, forró e muito sertanejo. Além disso, depois de dançar muito, bate aquela fome e o cardápio oferece pratos como leitão à pururuca e frango ao molho pardo.

Foto: Reprodução


Para quem curte o gênero, todos os dias há música ao vivo no Alambique. Nas segundas, a casa tem sempre a segunda VIP - noite com convidados especiais do universo sertanejo. As terçasa programação é o Terça Universitária com a dupla Renan & Rafael apresentando o melhor do estilo. As quartas a casa disponibiliza o camarote Joven Pan, e conta com duas apresentações musicais, uma sertaneja e outra ligada ao pop rock e samba de raiz. As quintas as duplas Alles & Adriano e Pablo & Felipe dividem o palco cantando canções próprias e relembrando sucessos dos grandes nomes da música sertaneja e as sextas a programação tem sido assinada pela dupla Diogo & Danilo. No fim de semana, diversas atrações embalam a pista com o melhor do caipira moderno ao lado de grupos de ritmos variados. A casa oferece também cardápio de bebidas composto por chopes e destaque para as cachaças, utilizadas em 70 drinques diferentes.

Curitiba

Considerada a maior balada sertaneja em Curitiba, o Victoria Villa faz a alegria dos curitibanos fãs do estilo. O local possui dois ambientes com shows simultâneos toda noite, e é uma excelente casa noturna pra quem procura encontrar público bacana e música sertaneja de qualidade. Outra opção é o Wood' Bar. O local possui excelentes camarotes e conta com um cardápio e ambiente de primeiríssima qualidade. A country music rola solta e a galera pode apreciar o som tomando uma boa gelada. Já em uma das regiões mais nobres de Curitiba, o Vila Viola é a única balada sertaneja no bairro Batel. É uma boa opção pra quem procura um happy hour sertanejo na cidade e reúne pessoas de gosto diferentes que simpatizam com o ritmo.

Goiânia

O Cosy Casual Bar em Goiânia é originalmente um bar, mas quando a noite chega centenas de jovens ao som de duplas sertanejas ocupam o espaço. A capacidade do lugar, que é dividido em dois ambientes, é para 650 pessoas. Além de muita música e dança, há aquela cerveja mais do gelada e uma cozinha especializada em comidas típicas. É só arrumar um par e arrastar para o poeirão.

Atualizado em 7 Ago 2012.

Mais notícias

Conheça o Frutta & Crema, restaurante italiano com vista para a Serra da Cantareira

Restaurantes

11 lugares para comer fondue em São Paulo no inverno 2021

Restaurantes

Inverno 2021: onde tomar sopas em São Paulo

Restaurantes

Dia da pizza 2021: lugares para comemorar a data em São Paulo

Restaurantes

18 restaurantes em São Paulo com menu especial para o inverno 2021

Restaurantes

10 restaurantes em São Paulo com quitutes juninos

Restaurantes