Guia da Semana

Direto do freezer

Congele seu cardápio semanal e abandone de vez os enlatados e o delivery.

Foto:Getty Images
 



Sete horas na cama. Oito horas no trabalho. Três horas no trânsito. Após um dia intenso, quem mora sozinho ainda tem que chegar em casa, dar um jeito na bagunça e, depois de tanto esforço, comer, claro. Nessa hora, a geladeira é a salvação. Mas, encontrar somente hambúrgueres e lasanha industrializada ou ter de optar por aquele bom e velho macarrão instantâneo, faz qualquer um sentir saudade da comidinha da mamãe. Para os solteiros de plantão, cozinhar é uma saída. Se você não tem tempo, tire um domingo, bote a mão na massa e prepare o cardápio da semana. Como? Congelando-o. Veja as maneiras e os alimentos mais indicados para a prática.

O que congelar

A nutricionista Carla Milani indica que o primeiro passo é escolher o ingrediente certo para congelar, priorizando aqueles que não perdem consistência ou desperdiçam pouco de suas características. "Boas e rápidas opções são legumes como vagem, cenoura, couve-flor e brócolis, além de leguminosas como o grão-de-bico e a ervilha. Aposte também em carnes assadas, de frango ou bovina, e massas recheadas", explica.

Como congelar

Antes de tudo, a limpeza do freezer é fundamental. Para isso, use soluções caseiras, como vinagre e bicarbonato de sódio, que eliminam as bactérias presentes. Depois, passe uma bucha ou pano no local.

Cada um possui uma maneira de ser congelado. Por exemplo, no caso de peixes, o ideal é congelar os filés separadamente e sem molho para que não esfarelem ou virem uma única pasta. "Procure peixes mais tenros, eles resistem melhor", aconselha Carla.

Para os vegetais, um processo chamado branqueamento é necessário. Ele promove a inativação das enzimas e inibe a deterioração. "Basta cozinhá-los em água fervente por alguns minutos e resfriá-los rapidamente em seguida, com água gelada ou mesmo pedras de gelo", ensina a profissional. As carnes, por sua vez, podem ficar no congelador por até dois meses.

Antes de colocá-los no freezer, é aconselhável que os solteiros dividam a comida em pequenas porções equivalentes ao consumido em um dia. A dica é colocá-las em potes de vidro ou plástico que sejam específicos para a ação. Embalagens laminadas como quentinhas também são boas opções para cozidos e pré-cozidos. A vedação é importantíssima, já que não pode haver contaminação do que está guardado.

E o descongelamento?

Para o consumo, deve-se colocar o conteúdo na geladeira por cerca de 24 a 48 horas antes de utilizar, dando tempo suficiente para o descongelamento de maneira segura. Nunca o coloque em cima da pia ou sob a luz do sol, pois pode absorver micro-organismos perigosos à saúde.

Para massas recheadas, acrescente um molho à preparação, impedindo o ressecamento da matéria. Queijos cremosos, iogurtes, maionese e chantilly não devem ser congelados, assim como certos legumes, como o tomate e o rabanete, sensíveis ao processo. "Mas atenção! Após descongelar uma vez, não repita o processo e consuma o mais breve possível", avisa a especialista.

Atualizado em 7 Ago 2012.

Por Angela Miguel
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Taco Bell lança sobremesa recheada com chocolate KITKAT®

Mini burrito feito com o chocolate é a nova opção de sobremesa do restaurante

7 restaurantes e cafeterias em SP com promoções para o Dia do Café

Lugares para saber mais sobre o grão e ainda provar delícias preparadas com a bebida

P.F. Chang's distribui entradinha de frango de graça no dia 17 de maio; saiba mais!

Unidades de São Paulo, Alphaville e Campinas presentearão os clientes com um dos pratos chineses mais populares no mundo

Hambúrgueres imperdíveis do Burger Fest 2018

12ª edição do festival acontece de 11 a 27 de maio em cinco capitais do país

Conheça os quitutes tradicionais dos restaurantes mais antigos de São Paulo

Petiscos deliciosos de casas centenárias que você precisa conhecer - e saborear, é claro!

Bráz Elettrica abre as portas nos Jardins; saiba mais!

Rede deve abrir mais duas casas em São Paulo até o fim do ano