Guia da Semana

O macarrão de Minas

Os chefs de BH garantem: depois da culinária mineira vem a italiana.

Por Marcela Besson

"Depois da comida mineira, a culinária italiana é a que mais faz sucesso em Belo Horizonte". Essa foi a afirmação mais ouvida durante as entrevistas feitas com chefs de cozinha, gerentes e proprietários de restaurantes. Com tantos fãs de macarrão, o pão de queijo que se cuide para não perder o trono! Confira a lista de boas casas que prepararam receitas imperdíveis para festejar o dia 25 de outubro.

Anella: há duas décadas o restaurante do italiano Paulo Peluzo faz sucesso entre os mineiros. Ainda menino, Paulo começou a aprender os segredos de um bom macarrão com a mãe, D. Anella, e não parou mais. Recentemente, reativou a fábrica de massas da família que abastece o cardápio da casa, localizada próximo à região da Pampulha. O prato mais pedido e que vai fazer a festa no dia 25 é o fettuccine com fatias de filé mignon. Se o cliente aprovar a qualidade da massa, pode levar algumas variedades para casa.

Dom Pasquale: o chef napolitano Pasquale del Prete comandou, durante anos, o estrelado e já extinto Pulcinella. Hoje, pilota esse novo restaurante com ambiente requintado, que tem até sala com lareira. Além de elaborar os pratos, Pasquale dá aulas de culinária no local. Experimente o linguine com frutos do mar. A receita é uma das mais pedidas pelos clientes. Para quem gosta de combinações mais exóticas, vale a dica: ravióli recheado de damasco acompanhado de molho de camarão e maracujá.

Saatore: o bufê de antepastos impressiona pela diversidade: mais de noventa itens entre frios e saladas. O restaurateur Lazenilton Aires põe em prática as lições aprendidas com o antigo chef italiano Salvatore Di Monda. A sugestão para festejar o dia do macarrão é a curiosa receita de espaguete cartoccio. O prato vem envolvido em papel laminado para conservar a temperatura e o sabor.

Vecchio Sogno: quer ver e ser visto? Então reserve tempo e uma data no calendário (o dia do macarrão pode ser uma boa pedida) para aproveitar as delícias deste italiano. Gente jovem e bonita se divide entre o piano-bar e o salão principal. Ivo Faria, formado pelo Centre International Glion, na Suíça, comanda as panelas da casa e prepara receitas com ingredientes para lá de sofisticados. Destaque para o ravióli recheado com queijo e beterraba, servido no molho de tomate alcaparras e camarão na manteiga. O preço, no entanto, pode pesar no bolso.

Dona Derna: a cozinha criativa é a especialidade do consagrado chef e restaurateur Memmo Biadi. Suas receitas têm forte influência da culinária da região italiana de Toscana. As massas são de fabricação própria e têm preços acessíveis. A dica do chef é experimentar o ravióli recheado com cordeiro servido com um suave molho de quejo.

Conheça outros restaurantes italianos em Belo Horizonte

Atualizado em 7 Ago 2012.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Ferrero lança sorvete de Kinder Bueno na Alemanha - e nós queremos para ontem!

Com outros dois sabores, novidade é uma parceria da marca com a Kibon alemã

Frappuccino inspirado em flamingo é novidade da Starbucks para o Carnaval; confira!

Frappuccino Sambalelê tem sabor de chiclete com morango e fica disponível entre 9 e 13 de fevereiro

10 restaurantes imperdíveis no Tatuapé

Confira um roteiro de estabelecimentos imperdíveis para uma refeição especial

Bullguer inaugura primeira unidade no Rio de Janeiro; saiba mais!

Rede paulistana desembarca no Botafogo Praia Shopping com com conceito fast casual e preços acessíveis

Benjamin A Padaria inaugura nova unidade na Rua Augusta; confira!

Loja conta com balcão voltado para a rua para pedidos sem entrar na loja

Paris 6 lança sobremesa em homenagem ao Neymar em seu novo cardápio

Novidade consiste em um petit gateau de Ovomaltine e sorvete de alfajor de doce de leite