Guia da Semana
Restaurantes
Por Redação Guia da Semana

Por traz da fachada rosa...

O simpático restaurante comandado pelo chef Adilson Soares carece de acertos, mas pode chegar lá.

Foto: Sxc.Hu

Estive recentemente em duas casas abertas há pouco na cidade. Em comum, ambas têm na cozinha profissionais com razoável experiência. Não são marinheiros de primeira viagem. E isso já é um alento em determinadas circunstâncias.

A primeira delas foi o Boutique Bistrot. Verdade seja dita, o Bistrot está prestes a completar um ano de vida. E, se a casa agrada por sua proposta despretensiosa, alguns pratos - e principalmente a carta de vinhos - decepcionam.

O fato é que fui ao restaurante com a expectativa de reencontrar as mãos habilidosas do chef Adilson Soares. O chef mineiro demonstrou qualidades quando surgiu na cozinha do extinto Le Tan Tan. O posterior estágio feito no Payard, de Nova Iorque, apenas aumentou minha ansiedade.

O Boutique Bistrot está instalado em um casarão reformado na região da Baixa Augusta, como vem sendo denominada a área da Augusta no sentido centro após a Paulista. A tonalidade meio fúcsia, meio rosa, meio lilás, impera da fachada aos ambientes internos.
Quando cheguei, os funcionários falavam em voz alta. E o som pop, apesar do bom gosto, estava um pouco acima do que você espera em um restaurante mais tradicional. Sem problemas, já que a proposta parece ser realmente diferenciada. Em meio à ruidosa vizinhança, o restaurante é até tranquilo demais.

Segundo o garçom que nos atendeu, o cardápio muda a cada 15 dias, e procura oferecer produtos da estação em versões contemporâneas e saudáveis. Se o ambiente geral agradava, a primeira decepção veio ao solicitar a carta de vinhos. O Bistrot não possui uma carta. Eles simplesmente oferecem dois vinhos por dia. Convenhamos, é uma simplicidade exacerbada, mesmo em se tratando de um bistrô.

Aqui podemos abrir um parêntese. Tudo bem que a proposta é a de um restaurante simples e despretensioso. Alguns nem possuem cardápio. Os bistrôs franceses são aconchegantes e procuram oferecer a culinária tradicional em porções generosas, a preços baixos. Recentemente, houve uma popularização enorme dessas casas em São Paulo. Infelizmente, nem todas são fiéis às similares francesas.

Mas voltemos aos pratos do Boutique Bistrot. Como entrada, pedi o ceviche de peixe branco com guacamole e chips de mandioquinha. Devido ao seu preparo, esse prato sempre corre o risco de ter uma acidez acentuada. Porém, não foi o caso. Leve e bem temperado, ele se mostrou uma boa opção, principalmente nos dias mais quentes.

Os pratos principais acompanharam o mesmo sentimento dos vinhos oferecidos. Se não decepcionaram, também não chegaram a empolgar. A fraldinha com shoyu, gengibre, purê de berinjela e abobrinha se mostrou saborosa, com pedaços que desmanchavam na boca. O purê, criativo e correto, estava com uma ótima consistência.

Já o filet mignon ao vinho tinto, cogumelo paris, ervilhas, purê de batatas e azeite trufado pareciam carecer de maior atenção. Se o filet chegou como solicitado, faltou graça aos seus acompanhamentos. E o azeite trufado apenas ressaltava essa falta de sabor.
Não fosse minha expectativa em rever as qualidades do chef em seu retorno ao Brasil, até que o Boutique Bistrot poderia passar incólume por críticas mais contundentes. Mas, considerando-se sua trajetória, não há como esconder um certo desapontamento.

Nada para se desesperar. A casa tem erros e acertos. Na somatória geral, são mais prós do que contras. Ou talvez eu estivesse esperando mais do que o chef possa oferecer. E, por falar em chef, temos a segunda casa que comentei no começo do texto. Mas vamos deixar para falar dela na próxima coluna. Até lá!

Serviço:
Boutique Bistrot
Rua Fernando De Albuquerque, 77
Consolação - São Paulo - SP
Fone: (11) 3384-0670

Leia as colunas anteriores de Marco Esteves:

Acertar a mão pode ser um dom

Vai um Cafezinho ai?

O melhor restaurante dos últimos tempos e da última semana

Quem é o colunista: Marco Esteves, sempre o personagem de alguma crônica gourmet.

O que faz: É jornalista e redator publicitário.

Pecado gastronômico: quem nunca cometeu nenhum, que atire a primeira jaca.

Melhor lugar do Brasil: Depois que visitar todos, eu decido.

Fale com ele:
[email protected]


Atualizado em 7 Ago 2012.

Mais notícias

Mizuki Poke aposta em seis opções de pokes diferenciados; saiba mais!

Restaurantes

Starbucks lança combinações exclusivas para o delivery com 15% de desconto; saiba mais!

Restaurantes

Restaurantes em São Paulo para pedir delivery na Páscoa 2021

Restaurantes

Restaurante America lança Ovo de Páscoa Farofino em parceria com Carole Crema; saiba mais!

Restaurantes

São Paulo ganha primeira casa dedicada ao avocado; saiba tudo!

Restaurantes

Restaurante Abbraccio aposta em Festival de Lula para os dias quentes do verão; saiba tudo!

Restaurantes