Guia da Semana
Restaurantes
Por Redação Guia da Semana

Queijo e Vinho

Como fazer uma combinação perfeita.

Foto: Getty Images

Quando vamos receber alguém em casa e queremos servir algo simples e gostoso, pensamos logo na famosa dupla "queijo e vinho", que além de ser fácil de servir, é a melhor e mais simples harmonização que existe, não é verdade?

Se você respondeu que sim, sinto lhe dizer que esta combinação não é tão simples assim...

É verdade, porém, que quando os dois são combinados da maneira correta, está feita uma harmonização perfeita! Tão perfeita, que os vendedores de vinhos costumam usar os queijos para ocultar os defeitos que seus produtos possam ter.

Normalmente, nós preparamos uma tábua de queijos incluindo todos as suas variações: brie, camembert, parmesão, emmental, roquefort, etc... Mas a verdade é que eles nem sempre harmonizam com o mesmo tipo de vinho. Devemos levar em consideração várias características, como sabor, teor de gordura, sal e, principalmente, a textura.

Aí vão algumas sugestões de harmonização, levando em conta a textura e sabores de alguns tipos de queijos:

1) Queijos maturados de textura mole (Brie e Camembert) - Pedem um vinho branco seco, como um Sauvignon Blanc do Loire, ou um tinto leve, como um Beaujolais Villages ou Pinot Noir da Borgonha.

2) Queijos frescos de massa mole (ricota, requeijão, cottage, mussarela de búfala, cabra e minas) - Uma boa sugestão são os vinhos brancos, leves e secos, como Sauvignons Blancs do Loire.

3) Queijos de Textura semidura (Emmental, Gouda e Guyére) - Pedem tintos de médio corpo, como um Merlot ou Shiraz do norte do Rhone, Chardonnay brancos, ou um Riesling.

4) Queijos de Textura dura (Parmesão, Pecorino) - Tintos tânicos e estruturados, como Cabernet Sauvignon ou Barbaresco do Piemonte. Vale lembrar que se o sal e o tanino disputarem o paladar, a pedida é um Late Harvest, ou um belo vinho do Porto.

5) Queijos azuis (Gorgonzola e Roquefort) - Pedem vinhos doces, como Sauternes, que combinam muito bem com o queijo Roquefort ou Vinhos do Porto, como Ruby, LBV ou um Vintage. Outra combinação perfeita é harmonizar com Tintos Robustos como um Barolo.

6) Queijos Picantes (Munster) - O rótulo Gewürztraminer, da Alsácia, é a melhor opção.

Foto: Getty Images

Algumas Dicas:

  • O Provolone de sabor defumado é um queijo muito potente, que se sobrepõe a grande maioria dos vinhos. Mas, como o brasileiro gosta muito dele, se for o caso, tente harmonizá-lo com um Gewurztraminer (um tipo de vinho branco) ou um tinto potente, como um Shiraz Australiano ou Cabernet do Chile.

  • Nunca esqueça os pães, que são ótimos acompanhantes da combinação, tendo um papel fundamental na harmonização.

  • Uma boa dica, que geralmente dá certo, é harmonizar queijos e vinhos da mesma região de um país. O queijo picante, Munster da Alsácia, com um Gewürztraminer, da mesma região, é um grande exemplo disto.

    Considerações Finais:

    Apesar da teoria ser válida e importante, acredito que, em uma reunião de "queijo e vinho", dificilmente a harmonização vai ser perfeita, pois temos vários tipos de queijos e de vinhos. Como sempre digo: "Vinho bom, é aquele que a gente gosta". Posso usar o mesmo raciocínio e dizer que "Harmonização boa, é aquela que a gente gosta".

    Bom Queijo e Vinho!

    TIm Tim!!!

    Quem é o colunista: Simon Knittel.

    O que faz: Proprietário da Kylix Vinhos - loja de vinhos.

    Pecado gastronômico: Lombo de Bacalhau à Lagareiro com bastante azeite.

    Melhor lugar do Brasil: Juquehy.

    Fale com ela: [email protected]



  • Atualizado em 7 Ago 2012.

    Mais notícias

    11 restaurantes em São Paulo perfeitos para o almoço de domingo em família

    Restaurantes

    Starbucks lança novos produtos especiais para o verão; saiba mais!

    Restaurantes

    Abbraccio oferece pizza em dobro para celebrar a chegada de 2019

    Restaurantes

    14 lugares com sobremesas geladas para se refrescar no verão

    Restaurantes

    Mais de 20 lugares para tomar drinks refrescantes no verão

    Restaurantes

    Vezpa Pizzas, tradicional e descolada rede carioca, chega a São Paulo; saiba mais

    Restaurantes