Guia da Semana
Restaurantes
Por Redação Guia da Semana

Reconfortantes saladas

Um roteiro com novidades e releituras desse clássico do verão.

Aproveite a diversidade típica da estação e tome distância daquela guarnição de cenoura e beterraba raladas mais alface e tomate. A regra para uma boa salada é misturar tudo o que tiver de fresco e leve. Para finalizar, regue com um bom azeite ou molhos à base desse óleo, vinagre, iogurte e sumos naturais.

Mas também não se pode jogar qualquer coisa na saladeira. Até para as folhas é necessário certo discernimento. Brócolis, couve e repolho são mais pesados do que as levíssimas alfaces e seus congêneres agrião, almeirão e rúcula. Quem for muito sensível ao calor deve evitar o primeiro time.

Já para frutas e legumes não há restrições. Inclusive, raízes e tubérculos, como batata, cenoura e inhame, podem ser apreciados cozidos em saladas mornas. Outra ideia para esquentar o prato é fazer molhos mais calóricos, como de cogumelos e queijos.

Só não vale abusar. Proteínas como carnes, frios, queijos e ovos e frutos oleaginosos, como nozes e amêndoas, têm a função de contrastar sabores e texturas e decorar o prato. "Eles devem entram na quantidade correta, nem mais nem menos", frisa Andréa Esquivel. A sugestão da nutricionista é de compor com no máximo 100 g de proteína em um prato vegetal colorido de 350 g. Na hora de escolher os queijos, os brancos brie, cottage, mussarela de búfala e ricota caem melhor do que os amarelos reino e prato.

No mais é aproveitar. "No Oui Oui, servimos esse e outros pratos em pequenas porções para estimular o conhecimento e reconhecimento de sabores. Tanto que é comum mesas de maiores pedirem uma de cada, provando a guacamole desmontada, os brotos com burrata e a minha releitura da clássica niçoise, com atum marinado", conta a chef Roberta Ciasca. Uma verdadeira e autêntica salada.

Rio de Janeiro

Oui Oui
A chef Roberta Ciasca elaborou três novas receitas inspiradas em verões internacionais: a salada de brotos de mini-salsa, agrião e beterraba com croûtons de alho tem o toque italiano dado pela burrata ao limão siciliano (R$ 25,60). Do México, a guacamole desmontada, com grandes pedaços de abacate, tomate cereja, finas fatias de cebola (R$ 22). A releitura da Salada Niçoise traz atum fresco marinado no lugar do peixe em conserva (R$ 22,10). Sopinha de vinho Malbec com frutas vermelhas e sorvete de iogurte (R$ 18,50) e cálices de tapioca com manga e coulis de frutas amarelas (R$ 15,90) também são novidades no menu.

Laguiole
O chef Pedro de Artagão assina a nova Salada Laguiole. No prato, 18 opções de legumes e verduras para todos os gostos, acompanhados do peixe do dia, que pode ser garoupa, cherne, robalo ou pargo (R$ 64). Para finalizar a refeição, a sugestão de sobremesa é a torta com mousse de Castanha do Pará, chocolate branco e frutas vermelhas ao vinho do Porto (R$ 20).

La Cigale
O restaurante francês do Leblon traz para o verão uma inusitada combinação de sabores na Salada verde com queijo coalho quente, crocante de presunto de Parma e vinagrete de jabuticaba (R$ 18). Não deixe de experimentar também o Chaud-Froid, uma porção de morangos e figos salteados no aceto balsâmico e servidos com sorvete de baunilha (R$ 15,30).

Fasano Al Mare
Localizado no hall do Hotel Fasano, na Praia de Ipanema, o restaurante tem o menu assinado pelo chef Salvatore Loi, que sugere a morna legumes ao vapor com salada verde e parmesão (R$50) e a Salada verde com presunto de Parma, tomate seco e ricota defumada (R$54). Sorbets e sorvetes de maracujá, manga, frutas vermelhas, limão siciliano, pistache, macadâmia, entre outros, todos de fabricação própria (R$22).

Balanceado
Com quatro unidades (Barra e Centro), o restaurante trabalha com o sistema de bufê e acrescenta a Salada verde com cenoura , brócolis e tomate acompanhada de purê de abóbora e salmão em crosta de linhaça ao balcão (R$ 34,99, o quilo).

São Paulo

Foto: Divulgação

Grãos de bico, erva-doce e queijo feta compõem o sabor oriental da Salada Baruk

Baruk
Com menos de um ano de portas abertas, a casa dos irmãos Gustavo e Denise Batistel já é referência na Vila Olímpia. A Salada Baruk é composta de mini folhas verdes, erva doce, tomatinhos, grãos de romã, salada de grão de bico apimentado e queijo feta (R$16,90). Para encerrar a refeição, a pedida é o sorvete de Miski com calda de frutas vermelhas (R$ 8,90) ou o tradicional Mhalabie com calda de Damasco(R$ 7,90).

Capim Santo
A chef Morena Leite traz novidades para o cardápio noturno da bela casa localizada no Jardim Paulista. São elas: Mix de folhas com tomate cereja e erva doce (R$ 19,50); Couscous de frutos do mar com mix de folhas (R$ 29) e Salada morna de lula com rúcula e tomate (R$ 29). Entre os doces, Sagu de tapioca com morango, sorbet de lichia e champanhe (R$ 25,50); Crème brûlée de goiaba com sorvete de queijo (R$ 19) juntam-se com o já clássico Mil folhas de gengibre com abacaxi e sorvete de coco (R$ 17).

Condessa
Decorada com motivos folclóricos, a segunda casa da chef Flavia Mariotto apresenta o requintado Gateau de Atum ao Gergelim, com Salada Verde ao Molho de Mostarda dijon e Batatas Coradas (R$ 63). A Torta rústica de maçã com sorvete de canela (R$ 19) equilibra o paladar, que ainda pode ser energizado com sucos como o de laranja, figo e grãos de pólen e o Cura ressaca, feito com limão siciliano, água de coco, abacaxi e hortelã.

NOU
Em Pinheiros, esta charmosa casa aposta nos contrastes entre frutas, queijos, proteínas e folhas para compor suas saladas de verão. É o caso do Mix de folhas verdes com molho de mostarda e mel (R$ 10, meia porção; R$ 18, inteira) e da Salada de Rúcula, agrião, figo, presunto cru e lascas de parmesão ao molho balsâmico (R$ 14, meia porção; R$ 26,inteira) e Salada de Camarão crocante, mix de folhas e tartar de manga (R$ 18, meia porção; R$ 34,inteira). Nas sobremesas, vá de Frutas da estação com mel e sorvete de iogurte (R$ 10) ou Panna cotta com calda de frutas vermelhas (R$ 11).

Forneria do Santa
Em Moema, o restaurante trabalha com pratos rápidos e leves, além de pizzas, massas e cortes de filé. Para o verão, as apostas são Salada de cogumelos assados na lenha, com tomatinhos, bacon e folhas (R$21,50) e variação salgada da famosa tarte tatin, feita com tomates e servida sobre cama de folhas verdes (R$18). Para fechar a refeição, frutas queimadas na lenha com frozen iogurte de chá de menta (R$14).

Florianópolis

Foto: Divulgação

O hambúrger de feijão é uma das marcas registradas do Babele

Babele
Um dos mais destacados vegetarianos da Ilha, o Babele renova constantemente seu cardápio. Nesse início de verão, um dos destaques é a Salada de folhas verdes com fios de cenoura, alcachofras com legumes ao forno ao molho romanesco. Uma cumbuca de arroz integral acompanha o prato (R$ 18). Mesmo assim, clássicos como o hamburger de feijão molho de tahine com batatas ao forno. A Torta Viva, com massa de amendoim germinado e coberta com tâmaras e damascos, nozes, amêndoas e frutas (R$ 7), e o Bolo de Maçã (R$ 7) seguem os preceitos da cozinha ayurvedica.

Big Bamboo

Xodó da casa, as saladas Beco das Flores, composta de mix de alfaces, rúcula, manjericao, mussarela de búfala (R$ 19,50) e Lua Nascente, esta com mix de alfaces, rúcula, tomates, cenoura, abacaxi e lascas de parmesão (R$ 19,50) fazem bonito até na disposição dos ingredientes. Para acompanhar, smothies como o Tropical, com maracujá, banana, iogurte e coco (R$ 8,50); Afrodisíaco, feito de cupuaçu, cacau, amendoim, mel e iogurte (19,50) e a Surf, que mistura banana, morango, manga e açúcar mascavo, além de sucos energizantes (R$ 8,50 cada).

Salvador

Marietta
Franquia lançada em Brasília, o simpático restaurante conquistou os soteropolitanos mais saudáveis. O cliente vai até a bancada para montar seu prato (R$ 21). Quem quiser, pode "colar" das sugestões apresentadas pela casa, como a Salada de kani, atum, alface, palmito, tomate, rúcula, agrião e queijo parmesão. Para beber, sucos naturais, a base de sorbets (R$ 6, cada).

Sanfilé
A especialidade da casa são sanduíches de carne, mas as saladas San Blitz, com kani, alface americana, repolho roxo, cenoura, milho verde, tomate e beterraba (R$ 15) e San Legião, montada com kani, alface americana, cenoura, tomate, e milho verde ($ 15), atraem soteropolitanos e turistas amantes dos leves sabores.

Porto Alegre

Equilibrium
Frutos do mar e os pratos à base de proteína de soja, além de massas fresca e integral, fazem parte do bufê da casa, que oferece diariamente 12 pratos quentes, 16 variedades de saladas e sobremesas (R$ 24, o quilo). A caldeirada de camarões com mix de folhas verdes é uma das novidades. Para beber, sucos de frutas da época, como tangerina (R$ 4).

Finnegan
E quem disse que boemia não pode andar ao lado de hábitos saudáveis? Em meio a tantos pints da cerveja porter Guinness e porções fritas, o Finnegan Irish Pub conta com a clássica Ceasar Salad, para muitos, umas das melhores da cidade (R$ 22). Quem quiser seguir na pegada da saúde pode ainda escolher um dos sucos da casa (R$5).


Atualizado em 7 Ago 2012.

Mais notícias

Restaurantes em São Paulo com menu especial para o Dia das Mães 2021

Restaurantes

30 lugares para pedir delivery de parmegiana em São Paulo

Restaurantes

Mizuki Poke aposta em seis opções de pokes diferenciados; saiba mais!

Restaurantes

Starbucks lança combinações exclusivas para o delivery com 15% de desconto; saiba mais!

Restaurantes

Restaurantes em São Paulo para pedir delivery na Páscoa 2021

Restaurantes

Restaurante America lança Ovo de Páscoa Farofino em parceria com Carole Crema; saiba mais!

Restaurantes